1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Top 10 livros mais depressivos

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Diego-, 4 Set 2011.

  1. Diego-

    Diego- Usuário

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Liv

    Liv Visitante

    Dessa lista só li 1984, mas não achei tão depressivo assim.
     
  3. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Também não achei A Estrada do Cormac McCarthy depressivo.
    Pra mim, O Estrangeiro de Albert Camus foi bem mais. =/
     
  4. Excluído044

    Excluído044 Banned

    1984 me derrubou quando li pela primeira vez.
     
  5. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    tb ñ achei o senhor das moscas depressivo.
     
  6. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    A mim também. :sim:
    Só que resolvi que nunca mais chego perto desse livro.
     
  7. Haleth

    Haleth There's no such a thing as a mere mortal

    Aposto que esses aí nunca leram Água Viva. :lol:
     
  8. Anica

    Anica Usuário

    concordo totalmente com a estrada em primeiro lugar. pqp, que livro triste +_+
     
  9. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    (ahhhh, demorei pra enviar a resposta e o fórum me deslogou ><)

    Só de ler o título do tópico, pensei em As Vinhas da Ira. Acho que nunca li nada tão deprimente na vida. E não é apenas depressivo, é revoltante. Tem uma hora em que o Steinbeck descreve que os proprietários queimavam os alimentos excedentes, jogavam em rios, etc. Desperdiçavam tudo porque não iam conseguir lucrar mesmo, então era melhor jogar fora. Enquanto milhões de outras pessoas morriam de fome. Em vez de deixar os alimentos que não seriam vendidos lá, caídos no chão, era melhor jogar querosene e deixar estragar. Falando assim não parece muito, mas a família que protagoniza o livro vive numa situação de miséria tão absurda, e ele descreve tão bem as piores consequências da crise, que não tem como não ficar com raiva.
    E pqp, os personagens principais sofrem DEMAIS. Você fica deprimido durante toda a leitura.
     
  10. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Triste é, Anica, mas não achei depressivo porque enxerguei no final um pouco de esperança de que algo bom ia acontecer
    que aquela familia que o garoto encontrou ia cuidar dele, e que havia aprendido bastante com o pai.

    Já em O Estrangeiro, não havia nada de bom, em ninguém, em parte alguma. =/
     
  11. Diego-

    Diego- Usuário

    Clara, no caso do Estrangeiro não é depressão, é só uma ausência de humanidade, por assim dizer, enquanto que no livro do McCarthy...
    ...por mais que a família vá cuidar da criança quem garante quanto tempo mais eles vão conseguir sobreviver naquele mundo.
     
  12. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    As Vinhas da Ira é, como a Penny bem disse, tão depressivo quanto revoltante, os Joad só se dão mal, é tragédia atrás de tragédia, calamidade atrás de calamidade.

    1984 é deprimente porque você lê, fica fazendo um milhão de paralelos com nossa própria realidade e vê que a quantidade de similaridades vai aumentando a cada ano e a cada página. O desfecho do livro também é de assegurar o lugar do livro na lista.

    Sobre A Revolta de Atlas (Atlas Shrugged), bem, não sei se chega a ser tão deprimente/depressivo assim, estou empacado no terceiro e último volume e não consigo ver a melancolia de megaempresários que deixaram de ganhar bilhões para ganhar 'somente' milhões como algo tão deprimente quanto a situação do Winston Smith ou dos Joad.

    Só para constar, mesmo que seja um tanto off-topic: nesse livro eles xingam o Robin Hood, porque ele rouba dos ricos para dar aos pobres, é dito que ele é o pior herói que podia ter existido, motivo pelo qual um dos personagens rouba dos 'saqueadores' para dar aos ricos.

    Ah sim, vejo O Estrangeiro como deprimente por conta da forma como o Meursault acabou no livro. Aquela coisa de ser insensível e tudo o mais acabou sendo bastante 'modificada' até o ponto em que ele foi a julgamente e tudo o mais. Acho que dá para discutirmos isso lá no
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , tá rolando um papo bem legal por lá.
     
  13. G.

    G. Ai, que preguiça!

    pow é só eu que não acho o estrangeiro absurdo ou deprê demais....todo mundo fala que o livro é literatura de absurdo, mas não vejo nada de mais...

    Acho que eu é que sou estanho... me animei demais pra ler as vinhas da ira depois da descrição de voces,:hahano:...
     
  14. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    Isso ai Gabriel, leia lá e vamos discutir. Vou criar mais um item na minha lista de resoluções literárias para 2011:

    - fazer mais x pessoas lerem Steinbeck hehehehe
     
  15. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Álvaro de Campos deixa todos esses aí no chinelo (vide Tabacaria).

    O Bernardo Soares igualmente. Livro do Desassossego é pra deixar qualquer um desassossegado e deprimido!

    E o Barão de Teive, então, que é um Bernardo Soares suicida?
     
  16. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    Como pudemos não falar de Kafka? Putz....

    Álvares de Azevedo também tem seu quinhão de melancolia e depressão. Lira dos Vinte Anos é muito bom!
     
  17. Nadz

    Nadz Usuário

    Um livro em que eu me acabei de chorar foi "Sarah's key" ...
     
  18. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Desses só li A Estrada. Ele é angustiante, mas não acho depressivo. Só uma dica: não ler em dias frios!
     
  19. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    E nem quando estiver com fome. ¬¬
     
  20. Anica

    Anica Usuário

    gente, chegar ao ponto que pessoas precisam se alimentar de pessoas. como assim não é depressivo? vcs estão perdendo o foco aqui. a lista, com 1984 também, claramente quer mostrar o quão triste o destino da humanidade pode vir a ser. e não ter com que se alimentar, não tem calor do sol, não ter esperanças, isso para mim é depressivo, sim.
     

Compartilhar