• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Top 10 do UOL Jogos: Games imperdíveis do Super Nintendo

Fëanor

Fnord
Usuário Premium
O Super Nintendo é um dos consoles lembrados com mais carinho por quem jogava videogame na década de 1990. A plataforma 16-bits da Nintendo recebeu muitos jogos que hoje são considerados clássicos e mesmo 20 anos depois da chegada do SNES ao ocidente, povoam as lembranças de infância de toda uma geração de jogadores.


Entre as centenas de títulos lançados para Super Nintendo, alguns se destacam. Veja a seguir os 10 jogos obrigatórios do SNES de acordo com a redação de UOL Jogos e não deixe de contar quais são os seus games preferidos, em nossa sessão de comentários:


10 - Super Castlevania IV
Lançamento: 1991 | Distribuidora: Konami



"Super Castlevania IV" soube usar os recursos visuais do Super Nintendo


O caçador de vampiros Simon Belmont atravessa a Transylvania, chicote em punho, para enfrentar o Conde Drácula e seus asseclas malignos em "Super Castlevania IV", uma versão melhorada da série da Konami que já havia se consagrado no NES.


O game demonstrava o poderio gráfico do Super Nintendo, com transparências, câmaras giratórias e chefes gigantes, entre outros efeitos especiais. "Super Castlevania IV" também foi o último jogo da série com um visual realista. Depois dele, todos os "Castlevania" adotaram um estilo próximo ao anime.




9 - Final Fantasy VI
Lançamento: 1994 | Distribuidora: SquareSoft



Magia e tecnologia se encontram em "Final Fantasy VI", RPG para SNES


Lançado no ocidente como "Final Fantasy III", o sexto game da série de RPG da SquareSoft - hoje, Square Enix - é o último episódio feito em sprites 2D, antes da produtora partir para o reino poligonal do PlayStation.

A aventura conta a história de Terra, uma jovem garota que redescobre a magia em um mundo dominado por um império tecnológico. "Final Fantasy VI" tem momentos marcantes para os fãs de RPGs nipônicos, como a Opera House, e uma das melhores trilhas sonoras já feitas para um game.




8 - Super Metroid
Lançamento: 1994 | Distribuidora: Nintendo



Samus ganhou novas habilidades em "Super Metroid"


"Super Metroid" representou um avanço enorme na série de ficção-científica da Nintendo. A caçadora de recompensas Samus Aram ganhou novas habilidades e agora pode correr, se pendurar nas paredes, atirar em mais direções e se abaixar.


São tantas pequenas inovações que fica difícil jogar o "Metroid" original depois que você se acostuma com a versão do Super Nintendo.


O game consagra o formato de exploração não-linear dos estágios e inclui também traz itens bacanas para Samus. O visual caprichado dos inimigos é outro ponto que faz "Super Metroid" um jogo inesquecível.




7 - Street Fighter II: The World Warriors
Lançamento: 1992 | Distribuidora: Capcom



"Street Figher II" para Super NES ainda é o game mais vendido da Capcom


O maior fenômeno dos fliperamas, "Street Fighter II", chegou ao SNES de forma avassaladora: até hoje, é o game mais vendido da Capcom e foi o grande responsável pelo sucesso comercial do console da Nintendo. Há quem diga que "Street Fighter II" seja a razão para o Super Nintendo possuir um controle de 6 botões.


Apesar de não ser idêntico ao arcade, com um elefante a menos no estágio da Índia e menos quadros de animação, o game reproduzia a emoção das lutas entre Ryu, Ken, Chun Li e os outros guerreiros mundiais. O SNES também recebeu as edições "Street Fighter II: Turbo" e "Super Street Fighter II".






6 - Super Mario World 2: Yoshi's Island
Lançamento: 1995 | Distribuidora: Nintendo



Baby Mario tem o choro mais irritante dos videogames


Mais do que uma sequência para "Super Mario World", "Yoshi's Island" era um jogo completamente novo, em que você controla o dinossauro Yoshi e carrega um Mario bebê através de uma ilha desenhada como em uma pintura.


"Yoshi's Island" merece ser jogado pela inovação, a mecânica de jogo baseada nas habilidades do dinossauro ao invés do uso de power-ups e pela exploração de seus 54 estágios (incluindo 6 fases bônus). Difícil é aguentar o choro do Baby Mario!




5 - Rock'n Roll Racing
Lançamento: 1993 | Distribuidora: Interplay



Clássicos do rock sintetizados dão o tom das corridas em "Rock'n Roll Racing"


Mais conhecida atualmente por "World of Warcraft", "Diablo" e "StarCraft", a Blizzard produziu também essa jóia do Super Nintendo. "Rock'N Roll Racing" é um jogo de corrida futurista, com visão isométrica.


Para vencer é preciso atrapalhar os adversários, disparando lasers e mísseis ou deixando minas e poças de óleo pelo caminho. Não é o único bom jogo de combate veicular do SNES, mas a trilha repleta de hinos como "Born to be Wild" e "Bad to the Bone" garantem o lugar de "Rock'N Roll Racing" nessa lista.




4 - Super Mario World
Lançamento: 1990 | Distribuidora: Nintendo



O dinossauro Yoshi fez sua estréia em "Super Mario World"


Quem teve um Super Nintendo, com certeza jogou "Super Mario World", afinal, o game acompanhava o console.


A primeira aventura de Mario em 16-bits impressionou os jogadores com os cenários detalhados e a estréia do dinossauro Yoshi.


Itens especiais, como a capa de Super Mario e outros power-ups davam habilidades especiais ao encanador, permitindo a exploração do jogo em busca de seus segredos, como passagens por trás do cenário e até um mundo secreto.




3 - Legend of Zelda: A Link to the Past
Lançamento: 1991 | Distribuidora: Nintendo



Explorar o reino de Hyrule é só o começo da aventura em "A Link to the Past"


Um dos melhores jogos produzidos pela Nintendo, "A Link to the Past" é um retorno às origens de "Legend of Zelda", mas com todo o capricho visual e sonoro que o SNES permitia.


No game, Link precisa encontrar a Master Sword e enfrentar um feiticeiro, que, por sua vez, cria um portal de Hyrule para o Dark World, um mundo sombrio onde a verdadeira aventura começa. Um clássico que deve ser jogado por todos que apreciam os videogames.




2 - Donkey Kong Country
Lançamento: 1994 | Distribuidora: Nintendo



"Donkey Kong" surpreendeu com seus gráficos de ponta


Lançado pela Rare no fim da vida do Super Nintendo, "Donkey Kong Country" mostrou que o console da Nintendo ainda era capaz de surpreender: embora fosse um jogo de plataforma com deslocamento lateral, seus gráficos eram pré-renderizados em 3 dimensões, um visual digno da "nova geração" que surgia no horizonte.


Na aventura que redefiniu o papel do gorilão nos jogos da Nintendo, Donkey Kong e o pequeno Diddy Kong precisam recuperar suas bananas, roubadas pelos crocodilos Kremlings.




1 - Chrono Trigger
Lançamento: 1995 | Distribuidora: SquareSoft



"Chrono Trigger" é, ainda hoje, uma aula sobre como fazer um RPG japonês


"Chrono Trigger" é considerado por muitos um dos melhores games de todos os tempos. A SquareSoft reuniu um verdadeiro "time dos sonhos" dos RPGs nipônicos para desenvolver o jogo: Akira Toriyama, de "Dragon Ball" e "Dragon Quest", criou os personagens; Hironobu Sakagushi, de "Final Fantasy", foi o produtor; a trilha sonora ficou nas mãos de Nobu Uematsu, também da série "Final Fantasy".


"Chrono Trigger" é uma jornada épica envolvendo viagens no tempo, personagens carismáticos, 14 finais diferentes, sistemas inovadores de combate e que ainda por cima, faz piada com as convenções do gênero. O melhor RPG do SNES introduziu o conceito de New Game +, que permite começar o jogo novamente após terminar, mas preservando o progresso dos personagens.

Fonte: http://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2011/09/20/uol-jogos-indica-10-jogos-imperdiveis-do-super-nintendo.htm



E aí, concordam com a lista?

Particularmente, eu não mudo nada nela. Estão aí os games mais geniais do SNES, e meu favorito de todos os tempos encabeçando a lista.
 

Sentinela

.............
Excelente lista.

Talvez eu tirasse Yoshi Island e colocasse Top Gear, mas mesmo assim as escolhas foram muito boas.
 

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
Yoshi's Island era legal. Só não o colocaria tão alto assim no ranking.
E nunca gostei de Rock'n'roll racing. Trocaria por Mario Kart ou Star Fox como lembrou o Turgon.
Dos DK, eu achei o 2 uma evolução muito boa do primeiro. Apesar do impacto maior ser do primeiro pelos gráficos impressionantes para a época.

Esse castlevania era muito legal. Mas acho que preferia Demon's Crest.

Época boa essa. Muitos games bons. Ainda tinha os hack'n'smash bons do SNES também vindos do fliperama. Simpsons, Battletoads, Final Fight, etc.
 

Turgon

ワンピース
Final Fight e Double Dragon eu jogava bastante, além de Tartarugas Ninjas (pizzaaa! :lol:). Esses joguinhos de luta e passar de fase eram muito divertidos jogando com um amigo.

DK era clássico! Amava ficar jogando. Divertido demais.
 

Fëanor

Fnord
Usuário Premium
Estava reanalisando aqui, e acho que o único que eu teria realmente coragem de tirar seria Yoshi's Island. No lugar poderia entrar algum outro jogo de luta, como MKIII ou Killer Instinct. Ou talvez um futebol, como o ISS. Ou mesmo o Mario Kart.

Mas enfim, a lista ficou bem fodona. Eu era viciado demais em RR Racing, DK, Metroid...
Street Fighter eu joguei bastante e curtia, mas dos jogos de luta do SNES era minha terceira opção, atrás dos que mencionei ali em cima: MKIII e Killer Instinct.
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Dessas aí eu já joguei Super Mario (vários, não me lembro de quais exatamente), Donkey Kong, Street Fighter, mas colocaria na lista Mortal Kombat, Mario Kart.
 

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
5 jogos da própria Nintendo.
Ela era e ainda é a softhouse mais importante pra evolução do mercado.

Uma pena que a Rare decaiu bastante depois que foi pra MS. Quase todos os jogos dela no Snes e N64 eram instant classics.
 

Galford Strife

Jedi Master
Eu tiraria o Yoshi e o Metroid (esse por não ter jogado mesmo) e colocaria Top Gear e Final Fight 3, gostava mto de jogar final fight com os amigos...
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo