1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Tolkien: épico ou não?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Nat, 30 Set 2010.

  1. Nat

    Nat Usuário

    Eu estava tentando enquadrar a obra de Tolkien sobre o anel (a trilogia, O Hobbit e O Silmarillion) em algum gênero literário. Mas isso é difícil porque o autor utilizou várias influências em seus trabalhos. Então eu queria saber se, apesar das semelhanças, a obra dele pode ser considerada um épico. Mesmo que a intenção tenha sido criar uma mitologia para a Inglaterra. Muitas obras épicas antigas são resultado de coletâneas de canções e poemas (Kalevala, Canção dos Nibelungos,...), e mesmo a obra de Tolkien sendo uma narrativa, tem gente que considera como épica. O próprio autor não considerava isso.
    Minha questão é: a obra de Tolkien pode ser épica? Ou é muito mais que isso, (já que Tolkien criou um mundo secundário verossímil o bastante, com suas línguas, genealogias e mitos)?
     
  2. Pim

    Pim God, I love how sexy I am!

    Bom, Nat, tomando o conceito aurélico de épico*, a obra de Tolkien pode sim ser considerada épica, apesar de não ser um poema. Em gênero literário a obra do Professor é do tipo narrativa (os outros gêneros maiores são lírico e drama), subtipo romance.

    Obra épica, ou epopeia, per se, é um estilo próprio composto por poemas que misturam narrativa histórica com mitologia e contam ações heroicas.


    *épico

    [Do gr. epikós, pelo lat. epicu.]
    Adjetivo.
    1. Respeitante à epopeia e aos heróis.
    2. Digno de epopeia
    3. Fam. Fora do comum; incomum, extraordinário, homérico
     
  3. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    É o que eu ia dizer. Mesmo não sendo um poema, mas contendo alguns poemas, no que diz respeito a epopeia de heróis, é sim um épico.
     
  4. zorba

    zorba VAI CORINTHIANS!


    aí esta... com certeza é épica... :yep:
     
  5. cpm22

    cpm22 Visitante

    Sim, Tolkien é épico. Criou um mundo, porém tirou muito de suas fantasias de obras mitológicas, como a nordica e seus derivados. Épico é tudo aquilo ''antigo'' ''real = nobreza'' ''guerras'' e um pouco de ficção. Porém Tolkien usou de sua fantasia realidade, fez uma junção da fantasia com a realidade. Tolkien é literatura épica sim!! Lewis escritor das crônicas de narnia é épico sim. Literatura épica é aquela que representa, fantasia, ficção, que envolve outros mundos, deuses e raças. =) Acho que fui clara, fácil de entender neh.:lol:
     
  6. Anwel

    Anwel Nazgûl Cavaleiro

    Eu estou lendo um livro muito interessante que aborda, entre outras coisas, o "enquadramento" das obras do Professor. O livro se chama "O Senhor do Senhor dos Anéis: O mundo de Tolkien", escrito por Lin Carter. Ele dedica um capítulo só para abordar as diferenciações que o rótulo "épico" sofreu com o tempo.

    Vou resumir o que ele escreve, se te interessar Nat, o livro tá por 10 reais no Submarino ;):

    "(...) a palavra moderna foi derivada do grego epikós, que em última instância teve sua origem em épos, - "um discurso, um conto ou uma canção".

    Os primeiros praticantes do épico tinham em mente que o épico era algo que se destinava a ser recitado, diferindo do drama somente no sentido em que era apresentado sem qualquer tentativa de ação imitativa."

    Ele cita épicos famosos, como Gilgamesh, " o primeiro grande poema do mundo", Homero com sua Ilíada e Odisséia, o Hino ao sol de Akhenaton entre outros...

    Todas essas obras unem alguns elementos: a concepção de mundo, uma paisagem ampla com guerras fantásticas e locais imaginários, habitados por monstros ferozes e fantásticos e povos curiosos, dominados por divindades de poderes sobre-humanos. Um conceito da história acontecida em um cenário puramente inventado.

    Então sim, segundo a opinião desse autor (e eu concordo com ele), as obras de Tolkien são um épico!
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  7. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Eu não tenho muito conhecimento literário para enquadrar a Obra do Professor literariamente, então vou me ater a uma coisinha e ser chato.

    Nat, a Obra de Tolkien como um todo não é sobre o Anel. O Um Anel é apenas um conto dentro de uma epopéia bem maior.

    É que você citou O Hobbit e o Silma como Obra sobre o Anel e, por mais que n'O Hobbit apareça o Um que no Silma tenha um capítulo totalmente dedicado aos Anéis de Poder, ainda assim eles não são livros sobre o Um.
     
  8. CaiÒ.ó

    CaiÒ.ó Usuário

    Eu acho que sim, e ele iria além disso com certeza...

    Acho que a obra dele é maior que 'épica'... Ele criou um mundo novo, muito bem pensado e elaborado...

    Imagino como seria se o Tolkien tivesse nascido... Hmm... Se ele fosse nascer daqui uns 30 anos, com uma técnologia 3d muito mais aperfeiçoada, ele teria criado uma realidade virtual quase que perfeita...

    Eu sei que esse exemplo aparentemente não teve nada a ver com o tópico, mais é só para exemplificar a grandiosidade de sua obra.... E Não a elogio assim por ser um fã... Mais sim por realmente achar isso...

    Afinal, não aprecio a obra por ser fã... Sou fã por apreciar a obra... Enfim xD

    :kiss:


    Tenken:lily:
     
    Última edição: 1 Out 2010
  9. Nat

    Nat Usuário

    Eu sei, é que tudo parece estar ligado ao Anel... Mas eu sei a diferença entre as histórias, é só que já tentei identificar vários aspectos dos gêneros literários em cada obra que acabo me confundindo.

    É isso. Realidade virtual. Muitos estudiosos que eu já li falam isso, como um mundo secundário. Mas verossímil o suficiente para que o leitor acredite na sua existência.

    Meu objetivo com esse tópico foi tentar identificar um gênero no qual coubessem as três obras. Tem um artigo que fala brilahentemente sobre o SdA ser um romance histórico, muito mais que um romance épico. Outros falam sobre saga, conto de fadas, e eu me confundo.
     
  10. Luz do leste

    Luz do leste Usuário

    Uma obra tão grande não pode ser rigorosamente classificada em um único gênero. Mas eu sempre achei que SDA tem características de novela (favor não confundir com a telenovela), que é o gênero em que vários acontecimentos são narrados ao longo da trama, enquanto que a história maior, o fio condutor se desenrola.

    E, só para contribuir com a minha opinião sobre o assunto que também foi falado aqui:
    Eu li uma reportagem da Época (nº 637, de 2 de agosto), que diz que, a partir do boom tecnológico, a criatividade das pessoas está diminuindo. É só uma especulação, mas, se esse for o caso, graças a Deus que Tolkien nasceu quando o mundo era ainda "natural".
     
  11. CaiÒ.ó

    CaiÒ.ó Usuário

    Eu entendi bem o objetivo do seu tópico, pois eu já me peguei pensando nisso muitas vezes, só não tive a idéia de por aqui para debate... Fica realmente dificil classificar sua obra... Meu objetivo com o comentário, não foi endeusar a obra ou o autor, mais só dizer o que penso (não to falando isso para ninguem especificamente, só para deixar claro xD)



    Pois é, depois de refletir um pouco, acho que se Tolkien tivesse nascido nos dias de hoje, ele talvez não tivesse, hmm, desenvolvido tanta criatividade ou tivesse se destacado tanto... Pois com a técnologia em suas mãos, ele teria uma criação diferente, ele seria mais 'acomodado' como nós somos... Afinal temos que admitir, hoje não precisamos ler e passar semanas vasculhando velhos livros afim de obter uma informação, basta digitarmos e a informação esta diante de nós ( muitas vezes extremamente resumida)... Acho que essa acomodação, faria o Sensei ser mais 'comum', e não ter desenvolvido tanto o seu talento...


    Tenken :lily:
     
  12. Então, como estudante de gêneros literários e Tolkien eu acredito que um dos méritos da obra do Tolkien é fugir de enquadramentos fechados. No meu terceiro ano de faculdade fiz um trabalho sobre os aspectos da poesia épica tradicional em O Senhor dos Anéis e encontrei muita coisa, mas não se pode chamar essa obra ou mesmo as outras "simplesmente" de épico, definitivamente é muito mais que isso.
    Caso alguém se interesse, posso enviar o trabalho (ele tá ruim!) por e-mail, só me avisar e há também uma dissertação de mestrado aqui na faculdade (UNESP de Rio Preto), de 1984, que faz uma aproximação de O Senhor dos Anéis de vários gêneros literários (epopéia, saga, etc) justamente pra mostrar que tem um pouquinho de cada coisa. Esqueci o nome, mas vou procurar e depois passo pra vocês.
     
  13. BeorZenni

    BeorZenni Usuário

    pra mim, uma mitologia épica
     
  14. Onã

    Onã Usuário

    já li em alguns lugares onde o Senhor dos Anéis é apresentado como contos de fadas,talvez um conto de fadas mais condensado

    não cheguei a ler as cartas,mas acredito que deva ter algo sobre isso lá

    mas particularmente em um todo,generalizando vejo Senhor dos Anéis como um conto de fadas,e assim rompendo com conceitos que alguma pessoas têm sobre contos de fadas ( eu mesmo achava que contos de fadas era uma coisa fresca e para crianças )
     
  15. Faerie

    Faerie Usuário

    Acredito que não vai ser tão cedo que alguem conseguira escrever tão bem quanto ele...
     
  16. BeorZenni

    BeorZenni Usuário

    conto de fadas são historias mitologicas sobre fadas...
    acontece que como a maioria das historinhas infantis mitologicas como peterpan entre outras, todas tinham fadas no meio, assim vulgarizou-se o nome dessas historias como conto de fadas

    mas na verdade os contos de tolkien sao mitologicos, e sao épicos
    assim como tambem, historias como a de hercules, aquiles, entre outros por exemplo, são uma mitologia épica
    a diferença é que essas foram contadas a muitos anos atras e muita gente chegava a acreditar que elas eram verdades
    ja as de tolkien sao mais recentes, em um tempo em que as pessoas ja tem uma mentalidade um pouco mais avançada para entender que sao apenas historias da imaginacao de alguem
    mas as duas nao deixam de ser mitologias épicas
     
    Última edição: 22 Out 2010
  17. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu considero sim, principalmente O Senhor dos Anéis.
     
  18. Shire

    Shire Usuário

    O gênero épico (epopeia) tradicionalmente se classifica por ser uma narrativa em versos que exalta grandes conquistas de um povo e um heroi (baseando-se na História ou em lendas).

    Acho que modernamente falando, SDA é considerado um épico, não pela sua forma, mas pelo seu conteúdo. Eu, particularmente, sempre considerei.
     
  19. Gimli Axefighter

    Gimli Axefighter The Goathead...

    As pessoas tendem a confundir contos com fundo "antigo" e/ou "medieval" com épico.
    Antes de mais nada, considero sim Tolkien épico pois tem em sua narrativa de aventuras e ações heróicas, onde um personagem ou mais se desenvolvem para se tornarem mais fortes e melhores no fim da narrativa.

    Mas aí vem uma questão aparte, já vi Tolkien ser classificado de "Fantasia Medieval", oque pra mim não confere, pois pra ser medieval isso deve ter ocorrido num passado distante e que o mundo tenha se desenvolvido, e isso não podemos afirmar.

    Um exemplo claro de classificações erroneas é alguem dizer que Star Wars é futurista, mas logo no começo do filme diz-se "há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante"... e isso poderia ser medieval do ponto de vista terrestre? Acho que não.

    Oque eu quis dizer com isso tudo, é que isso é subjetivo.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  20. lisseminte

    lisseminte Nox!

    Sim, acredito que seja um épico. O modo como os mitos da humanidade servem de referência, a trajetória dos personagens, que se vêem envolvidos em uma longa jornada que passa em diferentes locais (de florestas élficas à caverna de uma aranha gigante, por exemplo), que estão envolvidos em uma luta contra o mal e a defesa de Arda, são histórias de heróis, alguns pessoas comuns (como Frodo e Sam), mas que, dada a oportunidade, foram capazes de atos heróicos. O genêro das obras é fantasia e também aventura, o que está intimimamente relacionadas ao épico, na minha opinião.

    Também pouco adequado chamar literatura medieval a obra de Tolkien. Já o fiz antes, mas asseguro que tal denominação não é muito possível, pois a trama não se encontra na idade média, mas muito antes, em tempos imemoriais (primeiras eras do sol, claro, uma época fictícia). O máximo que podemos dizer é que Tolkien usa elementos medievais para compor as histórias.
     

Compartilhar