1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Tolkien e o Cristianismo – Ainulindalë e Quenta Silmarillion

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Artigos Valinor, 25 Jun 2005.

  1. Artigos Valinor

    Artigos Valinor Usuário

    Tolkien nasceu em uma família cristã devota. Sempre ia as missas aos domingos, foi batizado, fez crisma, etc. Com a morte de sua mãe( seu pai já havia morrido 8 anos antes), Tolkien passou a ser criado pelo Padre Francis Morgan, que era grande amigo de sua famí- lia e já conhecido de dele. Esse ambiente certamente fortaleceu a crença cristã de Tolkien.
    <P class=CorpoTexto>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Com tamanha devoção religiosa, é inevitável que seus livros tenham semelhanças com a mitologia bíblica. </P>
    <P class=CorpoTexto>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Talvez a maior influência esteja na própria forma que os livros foram organizados: Silmarillion representando o Antigo Testamento(AT) e o Senhor dos Anéis representando o Novo Testamento(NV).Não apenas porque o Silmariilion é “antes” e o Senhor dos Anéis “depois”. As formas narrativas também são muito similares. O Silmarillion tem uma história da criação universal e se utiliza de vários personagens em várias épocas, assim como o AT. Diferente do Senhor dos Anéis, que tem a história centralizada em alguns personagens em uma época. </P>
    <P class=CorpoTexto>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Nesta primeira parte deste ensaio irei falar sobre o Ainulindalë e Quenta Silmarillion . Numa Segunda parte falarei de Númenor e o Senhor dos Anéis. </P>
    <P class=CorpoTexto>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Começando pela própria criação do mundo e a existência de um deus único e todo-poderoso. Alias, o próprio Tolkien ficou dividido nessa parte, pois a idéia das mitologias nórdicas ( que era o principal molde para os seus livros) de que muitos deuses existem contradizia com sua ideologia cristã, tornando assim o livro “pagão”. A solução que ele arrumou foi a de que um deus existiria, e este seria onipotente, onipresente e onisciente (assim como o deus cristão) e este possuiria vários “semi-deuses”, os Valar. Na verdade, uma imagem que se assemelha mais aos Valar seria a dos Arcanjos. Estes são anjos superiores e que são lideres, cada um de uma tropa de Anjos, que aqui poderiam ser encaixados como os Istari e os Maiar. Os Istari ( Gandalf, Radagast, Saruman, Pallando e Alandar) são enviados com o pretexto de salvar o mundo do mal, semelhante aos anjos. </P>
    <P class=CorpoTexto>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    E assim como Anjos e Arcanjos, também temos os Anjos Caídos. A História de Morgoth lembra a de Lúcifer. Ambos tinham pretensão de mudar a criação aos seus próprios moldes, ambos odiavam todos os seres vivos e ambos são presos no final( Morgoth no Vazio e Lúcifer no Inferno). Os próprios Istari foram corrompidos(com exceção de Gandalf). Radagast pela Natureza, Saruman pela ganância e pelo Anel e os Azuis pelo Sauron (isso é teórico). </P>
    <P class=CorpoTexto>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Indo agora para o Quenta Silmarillion, temos a história do despertar dos elfos. Eles tem que atravessar uma grande distância para chegar a Arda, e tendo que atravessar o Grande Mar, Ulmo leva-os numa ilha. Passagem que lembra muito Moisés que tem que guiar seus povo ate a Terra Prometida, atravessando o Mar, com ajuda divina. </P>
    <P class=CorpoTexto>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    A Revolta de Fëanor e o exílio dos Noldor, é parecida com Adão e Eva, que perdem o paraíso(Arda) por desobediência a Deus (Valar).</P>
     

Compartilhar