1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Tolkien e a Natureza

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por marizajp, 7 Mar 2008.

  1. marizajp

    marizajp Usuário

    Gente, nas obras do Tolkien sempre esta em evidencia a natureza, ou relatando as belas paisagens e florestas, ou mostrando a destruição causada pelos homens, orcs e tudo mais...

    Tem tb a presença de pessoas preocupadas em cuidar do meio ambiente: Beorn, Tom Bombadil, Babarvore, Elfos etc.

    Será que Tolkien ja tinha uma preocupação com uma futura degradação da natureza e os problemas ecologicos que enfrentamos hj???:think:
     
  2. camila*

    camila* Usuário

    Re: Tolkien e a Natureza..

    Provavelmente. Ele destacou bem a beleza, o mistério, a importância e até a vingança contra a poluição e destruição, vide Orthanc e os Ents.

    Não só isso, como usou os elfos para mostrar o quão bela a casa-natureza era. E como a preservavam. E até o ódio pelos orcs e anões quando destruiam as árvores. Afianl, se Tolkien não tivesse se importado com isso, não teria criado os Ents e Entesposas e feito tão lindas descrições e usado espíritos da Natureza e histórias com animais nobres.
     
  3. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Re: Tolkien e a Natureza..

    Peso eu assim.
    A natureza para Tolkien significava o apego as coisas antigas. Era como provavelmente ele queria que o mundo fosse. Sem muita teologia, sossegado e etc...
    Era como ele via, quando pequeno, o local onde morava e como, depois de crescer, aquele lugar tinha sofrido várias mutações pela ação do homem e suas máquinas.

    Creio que Tolkien não era um membro do "greenpeace" mas se importava com a natureza mais pelo o que ela remetia a ele do que pelos conceitos naturalistas.
    Claro que ele não era nenhum chucro que não sabia a real importância da natureza para os seres viventes.
     
  4. Imrahil

    Imrahil Kyknos kyknón

    Re: Tolkien e a Natureza..

    Dêem uma lidinha nas Cartas que vcs verão a profundidade da preocupação ambiental do professor.

    Ele via a natureza como boa em si mesma, não como uma coisa que a gente pudesse usar ao nosso bel-prazer.

    Abraços,
     
  5. Re: Tolkien e a Natureza..

    Sim, como Imrahil disse, nosso Professor era um homem preocupado com a natureza, além das plantas conhecidas que ele "plantou" em todos os lugares da Terra-Média, houve também aquelas que ele mesmo inventou: As flores de Athelas, Elanor e lógico os inesquecíveis Mallor.

    Mas eu gostaria de saber se nós como leitores, temos idéia de como são realmente essas plantas. Por exemplo: Alguém sabe o que é um nenúfar ou um miosótis... Pois é eu também não sabia, por isso vou deixar umas imagens para quem quiser matar a curiosidade!

    As duas primeira imagens são de um nenúfar a flor que Tom Bombadil segurava nos braços quando encontrou Frodo e seus companheiros na Floresta Velha, a flor azul é um miosótis, que Tolkien comparou a cor às roupas de Tom Bombadil, e esta é uma árvore chorona que protagonizou o Salgueiro-Homem!
     

    Arquivos Anexados:

    • Ótimo Ótimo x 1
  6. Thorondil

    Thorondil Usuário

    Re: Tolkien e a Natureza..

    Caraca! Valeu mesmo pelas fotos, Sara!

    Olha, na minha opinião muita gente (inclusive eu) vê os cenários da Terra-Média como uma utopia.
    Os elfos, em primeiro patamar, construindo e vivendo em meio a florestas com um impacto ambiental imperceptível; casas ou palácios em árvores ou dentro da terra, costumes e cultura totalmente compatíveis com o meio em que vivem, louvor aos Valar, que têm ligação direta com o ambiente.
    Depois, hobbits sossegadões, que, se poluem alguma coisa, o pior dos seus males é a fumaça dos cachimbos [nem tanto, mas deu pra entender]. Acredito que praticam uma agricultura longe de ser latifundiária, e pecuária familiar.
    Os anões até possuem uma história um tanto conturbada bem no princípio de sua existência, quando cortaram milhares de árvores para suas construções nas montanhas onde "chegaram". Mas isso já foi-lhes logo em seguida avisado e já receberam a devida "ameaça".
    Homens também não fogem dessa política, em geral, sustentável. Construções do maior porte, como Minas Tirith, dependem de estruturas físicas da natureza (no caso, Methedras [não sei se é esse mesmo o nome, não estou com o livro aqui]). E não só dependem como coexistem em perfeita harmonia.

    Como todos sabem, os orcs aparecem pra serem o cúmulo da ignorância. Por exemplo: não só no filme, mas, mais importante, no livro, quanto aos preparativos dos exércitos de Saruman, há inconformação geral da "parte do bem". Ou seja, acham aquilo absurdo, inaceitável.

    Mas o meu ponto de vista é que, num mundo como aquele, no estado de desenvolvimento em que se encontrava, seria muito difícil alguém (com exceção dos elfos) pensar em algo parecido com o que nós chamados de sustentabilidade. Acredito que os cuidados com a natureza aconteciam, por parte da maioria, por motivos divinos e de plena crença. Sabiam dos poderes que o mundo tinha, outros ainda sabiam que tudo aquilo foi feito por seres superiores, os quais nem pensavam em irritar; ou, melhor ainda, desrespeitar.

    Os elfos provavelmente, devido às condições de longa vida, além da consciência divina, devem ter presenciado mudanças drásticas (não pensar em Guerra da Ira, que acho que cai em outro caso) no ambiente e sabem da responsabilidade que têm. Vem disso o motivo de não acreditarem completamente na atitude dos homens.
    Se num mundo como o nosso os homens já são difíceis de se convencer, imaginem em um mundo onde sobra de tudo na natureza.
    (Não que sejam os mesmos homens, mas dá pra fazer uma analogia legal)

    Até mais!
     
  7. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Re: Tolkien e a Natureza..


    Creio que ele se preocupava.
    Mas vou seguir o conselho do Imrahil. Assim que puder vou ler as cartas de Tolkien.

    As fotos da Sara são muito interesante mesmo.

    Sua explicação também foi muito interessante :joinha:
     
  8. Gabriel Souza

    Gabriel Souza Usuário

    Re: Tolkien e a Natureza..


    Excelente idéia Sara, eu sempre tive esse mal lendo Tolkien: às vezes, o professor fazia comparações com coisas que eu nem conhecia. Sobre o nenúfar, é aquela flor meio esbranquiçada? Eu não entendi muito bem, de acordo com as fotos, parece igual a vitória-régia.
     
  9. Re: Tolkien e a Natureza..

    Isso mesmo!

    Essa planta aquática exite em vários países, por sua adaptabilidade em terrenos alagadiços e pantanosos. Aqui conhecemos como Vitória-Régia, no Europa é conhecida como Nenúfar, e nos países que tem o budismo como religião é a conhecida flor de Lótus.

    Sua característica é viver apenas 24 horas ou menos dependendo do terreno. Ela é assim adorada, por habitar terrenos estéreis e se manter bonita e mandar um odor adocicado em todo o ambiente que ela domina!


    Ela pode ser branca e rosa!

    Vou tentar disponibilizar outras imagens da botânica de Tolkien!:mrgreen:
     
    Última edição: 8 Mar 2008
  10. Gabriel Souza

    Gabriel Souza Usuário

    Re: Tolkien e a Natureza..

    Muito legal saber que os três são a mesma coisa. Nunca iria adivinhar que minha cultura sobre botânica seria aumentada num tópico sobre Tolkien, heheh.

    Pra tentar também adicionar algo cultural, olhem só esta lenda:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Observação: espero não estar prejudicando o tópico falando sobre isso!
     
  11. Re: Tolkien e a Natureza..

    Outras imagens:

    1 - Boca-de-leão: é uma planta anual e precisa de replantio.

    2 - Girassol: Além de bonita, é uma planta utilíssima, pois dela tudo é aproveitado!

    3 - Nastúrcio ou Calêndula: É uma flor comestível e ornamental.

    Todas faziam parte do jardim de Bilbo Bolseiro em Bolsão!
     

    Arquivos Anexados:

  12. Re: Tolkien e a Natureza..

    1 - Carvalho: Há várias referências dela no SdA. Muito comum em toda a Europa e conseqüentemente na Terra-Média. Ela era sagrada, seus bosques eram preservados nos tempos da cultura Celta. Os druidas e druidesas a utilizavam para suas poções mágicas. Sobre o Carvalho nascia um parasita (que também aparece no SdA: O Líquen) deste era feita uma poção alucinógena, que eles acreditavam que ao toma-la recebiam revelações divinas. O Carvalho também era usado para se fazer as varas de condão para a execução de encantamentos. Os druidas também usavam-no para seus cajados e colocavam nele sinais sagrados chamados Ogam.

    2 - Pinheiro: Existe em toda a Europa, são de várias formas e tamanhos. Esta é a que estamos mais familiarizados! Por ser muito abundante na Europa, havia a creça de que elas podiam conversar umas com as outras. Por isso não era bom falar nenhum segredo perto de um Pinheiro. Essa árvore esteve abundante no caminho de Bree até Valfenda.

    3 - A Aveleira: Era a árvore da Festa do Condado!
     

    Arquivos Anexados:

    • CARVALHO.jpg
      CARVALHO.jpg
      Tamanho do arquivo:
      30,5 KB
      Visualizações:
      17
    • PINHEIRO.jpg
      PINHEIRO.jpg
      Tamanho do arquivo:
      67 KB
      Visualizações:
      16
    • AVELEIRA.jpg
      AVELEIRA.jpg
      Tamanho do arquivo:
      100,1 KB
      Visualizações:
      20
    Última edição: 8 Mar 2008
  13. Re: Tolkien e a Natureza..

    1 - Flor-de-Liz: Muito conhecida também em toda a Europa. Ela simboliza a espada de São Jorge a qual ele derrotou o terrível dragão. E é o simbolo da realeza tanto francesa como inglesa! É muito abundante em riachos e quedas d'água. Nós a encontramos no famoso Campo de Lis, onde foi encontrado o anel, e foi morto Deagol, por Smeagol!

    2 - Azevim: É uma planta muito famosa também em toda a Europa. Seus frutos não são comestíveis, mas eram usados como ornamento e em colares para altares dos povos de cultura celta e nórdica. Geralmente são plantas rasteiras, chegando no máximo a 15 cm de altura. Mas há também uma variedade que pode ser até bem grande e as vezes se parece com uma árvore. Eram sagradas para os deuses nórdicos e sua protetora era Frigga esposa de Odin. Essa espécie recepcionava todos os visitantes na entrada de Moria. (o azevim são as duas últimas imagens)
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição: 8 Mar 2008
  14. Hellchan

    Hellchan Bad things with you...

    Re: Tolkien e a Natureza..

    Legal as imagens^^

    E concordo com vocês, ele apresenta a natureza exatamente como ela é, viva. Algo que se preocupar, e não só ocupar.
    Acho essa consciência muito legal. To achando interessante inclusive ler esse topico.^^

    Bjus
     
  15. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Penso da mesma forma que o Mene e sei bem do que o Cisne tá falando! Tolkien deixa bem claro em suas Cartas o respeito que tinha pela natureza, principalmente pelas árvores, pelas quais ele era apaixonado!
     
  16. CirdanDoOeste

    CirdanDoOeste Lord sobre Mithlond

    Sim, tinha sim, muito por sinal.
    Quanod pequeno ele borava no interior , com floresta, muito verde, mas logo que sua mãe morreu ele foi com seus irmãos morar na cidade junto com um padre. E lá era apenas chamines e fumaça, estilo Londrino de Segunda Revolução industrial.
    Por isso ele gosta muito de enfatizar essa questão em suas obras. Uma coisa marcante disto é a ideia que ele passa em relação a existencia dos Ents. Onde ai ele quer mostrar a força da natureza, que algum dia ela pode se vingar.

    e è isso...

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 8 Mar 2008
  17. Glaunir

    Glaunir Usuário

    Sem dúvida que o professor co-relacionava destruição da natureza com degradação moral. Toda sua infância e juventude foi em lugares belíssimos repletos de verde, houve muita ligação com este tipo de ambiente.
     
  18. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    provavelmente sim, ainda mais que ele era apaixonado pelas árvores em especial.
    é interessante essa ligação de tolkien com as árvores, as matas, os bosques... gostaria de saber mais sobre isso dele...
     
  19. Glaunir

    Glaunir Usuário

    É. Sabe Sindar Princess, você falando isso me lemrou muito o papel importante que Barbárvore deveria ocupar para Tolkien, embora o ent não apareça muito.
     
  20. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Creio que ele se apegava e se preocupava coma natureza sim, como, isengard e mordor são dois exemplos de degradação da natureza por busca de riqueza e poder, no tempo do mestre já havia sim uma preocupação com a natureza da terra, não tão forte quanto hoje mas havia, e ele em suas obras demonstra a importância e a belza das árvores, flores, a delicia dos frutos que a terra nos dá, isso tudo junto sem dúvida é um amor e apego pela natureza, e também como foi falado, é uma parte das lembranças de sua infância e crescimento.
     

Compartilhar