1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Timidez: doença ou não?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Lu Eire, 12 Jan 2011.

?

Para você, timidez é uma doença?

  1. Sim

    0 voto(s)
    0,0%
  2. Não

    8 voto(s)
    72,7%
  3. Talvez (justifique)

    3 voto(s)
    27,3%
  1. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Estávamos a discutir no Clube de Leitura o livro Orgulho e Preconceito, e como bom livro que este é, rendeu vários assuntos assuntos até agora, e um destes é a Timidez.

    Por sugestão do JLM, resolvi abrir um tópico para falar só desse assunto, pois como ele mesmo disse, não cabia falar só disso no tópico do livro.

    Então, vamos conversar sobre a Timidez e já começando com uma enquete! Votem e expressem a opinião de vocês.
     
  2. imported_Shiryu

    imported_Shiryu Yippie-ki-yay...

    Votei errado, nabice... Anyway, acho que timidez não é uma doença, mas um traço da personalidade, mas que quando é excessiva, tipo a pessoa nem tem coragem de falar com os outros, daí se torna doença.
     
  3. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Mas você acha que é algo de que a pessoa consegue se livrar?
     
  4. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    qdo ataco a timidez, ñ é aquela natural q todos nós temos em algum momento ou outro. essa é normal. oq sou contra é a timidez excessiva.

    como já disse lá no clube da leitura, acredito esse tipo d timidez é uma doença social. o tímido ñ é tímido pq quer, justamente o contrário, todos os tímidos gostariam de ñ ser. isso pq sabem q perdem mtas oportunidades por causa dela. é a garota q gostam e ñ tem coragem de chegar e vem outro e leva, é a dificuldade de apresentar trabalhos na escola e faculdade, é ñ conseguir interagir com quem ñ lhe é íntimo e até com estes ñ conseguir tratar d assuntos sensíveis e embaraçosos.

    no meu caso, era uma questão d adquirir experiência e, com isso, autoconfiança. d 1 cara q corava só de ouvir chamarem o nome em público passei a ser aquele q intimida, mesmo não propositalmente, somente com o olhar, aqueles q estão ao redor. hj consigo reconhecer qdo 1 indício de timidez quer voltar e a combato conscientemente.

    mas acredito q como toda doença, a timidez tem cura. ñ necessariamente a mesma q a minha, pois só veio após a adolescência. a questão é, existem outros paliativos para a timidez excessiva sem ser o tempo?
     
  5. nanamft

    nanamft Usuário

    Concordo que ninguém gosta de ser tímido. Mas tratar a timidez como doença é, ao meu ver, complexo. A timidezo faz parte da personalidade da pessoa e claro que, com o passar do tempo e com força de vontade, possa ser superado. Entretanto, quando a timidez começa a exceder, de modo que a pessoa não consiga ter um mínimo de convivência social, pode ser tratado como transtorno de personalidade, da mesma forma que a paranoia, ansiedade e o perfeccionismo, por exemplo.
     
  6. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    segue 1 artigo médico interessante sobre a timidez patológica. reparem nas situações sociais em q ela se manifesta.

    fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  7. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    eu acho que boa parte da minha timidez foi superada em duas situações:
    1. Um curso de oratória que fiz no início da faculdade, e me ensinou certas posturas e entonações que ao menos disfarçam o tremor na voz e nos joelhos que me dá ao falar em público.. e,

    2. Trabalhar em banco. Depois de 10 anos lidando com clientes mil, ficou muito mais fácil interagir com o próximo...

    Mas mesmo assim, depois de uma apresentação de trabalho ou numa ocasião em que tenho de falar em público, meus joelhos tremem tanto que mal posso caminhar...
     
  8. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    Legal esse artigo que o JLM postou!

    Timidez é um problema que pode ser resolvido? Talvez. Eu acho que é uma doença sim, vou contar o porquê.

    Quando eu tinha 13 anos, namorei uma pessoa 7 anos mais velha do que eu. Lógico que esse relação só me trouxe problemas, e um deles foi a gastrite nervosa: sempre que brigávamos ou eu ficava ansiosa quando marcávamos para "conversar sobre a relação", eu vomitava. Isso me fazia muito mal, mas infelizmente não foi só fisicamente.

    Desde então eu nunca mais consegui "chegar" em homem nenhum. Sempre que alguém demonstra algo por mim eu fico desconfiada, não me mexo e até prefiro que a pessoa desista. Tentei algumas vezes ir atrás ou então corresponder interesses, mas eu penso tanto que acabo sofrendo, não consifo perdoar faltas bobas =, e desisto de novo.

    Isso é timidez? Sim, talvez misturada com outras coisas, ainda estou tentando me entender. Mas fato é que estou há anos sem nem encostar direito em outro homem, e não é por falta de vontade. Conheço outras pessoas com esse tipo de problema, algumas em outros setores, como Família e Profissão, por exemplo.

    E se a timidez passa conforme o tempo, acho que é preciso ver cada caso. No meu, infelizmente ainda não passou.
     
  9. Tayana

    Tayana Usuário

    Eu acho q dá sim pra se livrar, o próprio JLM (Jeff) disse que era tímido, eu acho q tenho um tipo de timidez, algo meio contraditório, tipo, sou tímida mais uso o meu jeito descontraído pra esconder tal fato, ou melhor, faço determinadas coisas...
     
  10. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Marquei talvez, porque a verdade é que qualquer coisa em excesso é algo doentio
     
  11. Rachel

    Rachel Usuário

    Eu tbm marquei talvez, acho q timidez demais ou de menos (tbm é o caso) é doença, especialmente se causa sofrimento. De tudo isso que foi listado no artigo do JLM o único q ainda não venci é falar em público. E nem sei se quero me curar, afinal só falo em publico em reunião de condomínio. XD
     
  12. aces4r

    aces4r Usuário

    Já fui muito tímido, mas acho que vou morrer e não vou me livrar disso totalmente.
     
  13. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Marquei "Talvez".
    Porque pra algumas pessoas (e pra mim, em determinadas situações) é realmente sofrido, quase impossível de suportar e muitas vezes deixei de fazer e/ou falar coisas por causa da timidez; então acho que é patológico mesmo.

    Por outro lado tive momentos de superação.
    Na maioria das vezes fiquei muito orgulhosa disso, já em outras, um tempo depois, pensei bem e concluí que teria sido melhor permanecer na timidez mesmo... :timido:
     
  14. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Acho que falta de vergonha é o chamado "sem noção", né?
    Mas é aquela parada: muito mais fácil conviver com pessoas "sem noção", que você pode simplesmente ir "reeducando", do que viver com gente tímida que não tem pretensão de sair da zona de conforto que a timidez cria.
     
  15. imported_Sun

    imported_Sun Usuário

    Não considero timidez como doença porque talvez eu nunca tenha tido algum problema mais sério relacionada a ela e não conheça casos.

    Hoje em dia, eu sou um pouco tímida mas para determinadas coisas, como falar com pessoas que não conheço. Não consigo ficar puxando assunto de cá e de lá se a pessoa também insistir na conversa.

    Quando eu era criança, eu falava com poucas pessoas e não gostava de quando a professora pelo menos citava meu nome já temendo que fosse me perguntar algo. Mas o meu negócio é quando OS outros vem falar comigo. Porque sempre tinha aquelas crianças mau educadas ou sem senso que me chamavam de quatro olhos cdf, entende. Tinha pavor de me comunicar com as crianças por causa disso, e era , por isso, um pouco isolada e tímida.
    Com a pre adolescencia vieram meus amigos de verdade e conversas saudáveis. Tive sorte de meus dois melhores amigos de infancia serem muito extrovertidos e eles não gostavam que eu fosse timida. Me transformei com eles, e hoje eu nao tenho medo de falar nada. Eu sou o que muitas pessoas não gostam: sincera. Se alguém me pergunta Isso tá bom? digo: Olha...eu não acho. Mas se você quer, tá ótimo..... Solto as coisas sem querer e não deixo nada sem resposta.

    Dizendo isso, eu acho que timidez se trata de uma coisa ainda não resolvida. De tentativas falhas de se ajudar àquela pessoa, e falta de ânimo para encarar o que está acontecendo à sua volta por temer algo, ou coisas. Como Lu Eire disse: que não chegava mais em homem nenhum, por tristeza no passado. Assim como eu: evitava as outras crianças pelo mal psicológico que aquelas outras me fazíam..
    Acho que da mesma forma que as piores coisas do mundo (e que ainda têm cura, dependendo da vontade da pessoa) a timidez excessiva pode ser deixada de lado, e que a timidez só em pequeníssimas coisas, como às vezes em dar um seminário, é bem normal, pela nossa reputação em frente aos outros e pelo fato de sermos inseguros quanto à reação do próximo.
     
  16. Rachel

    Rachel Usuário

    Mas se quem está dentro desta zona de conforto está feliz, não prejudica nem a ela e nem os q estão de fora, por que não?
    Se minha timidez não interfere em minhas relações afetivas e proficionais, vou poupar energia p melhorar muitas outras coisas que, acredite em mim, faz o convívio com os outros muito mais difícil.
    Acho muito mais difícil conviver com os "sem Noção" do q com uma pessoa tímida e acredito que somente ela pode se reeducar, isto se ela quiser.
     
  17. Breno C.

    Breno C. Usuário

    a zona de conforto geralmente é criada por falsos momento de felicidade, onde a gente tem a tendência acreditar que está seguro e controlando tudo. Pode notar que zonas de conforto são criada com a ajuda de algo que ocupe nosso tempo o máximo possível e tire a atenção para momentos de reflexão pessoal.

    Uma queda dessa zona de conforto pode gerar momentos depressão tão fortes quanto a depressão ligada a auto depreciação. Mas eu digo isso tudo só com o conhecimento da vivencia, porque não sou psicólogo e nem aspirante a.
     
  18. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Caralho, acho que sou fóbico social.

    Tou ferrado.
     
  19. lucsbuen

    lucsbuen Usuário

    Estava um dia desses conversando com uma colega da minha faculdade, e estavamos falando sobre nós mesmos, e eu sempre tive um estilo próprio meio anti-social que nasceu de uma infância tímida mas que aos poucos fui aprendendo a lidar e hoje em dia não tenho mais nenhuma dificuldade quanto a isso e não chega a me atrapalhar de forma alguma, mas enfim eu acabei falando para ela que era tímido por costume, e depois eu fiquei pensando, a timidez é hoje em dia relacionada a falta de personalidade, autoconfiança e covardia, ou seja é sim uma doença, pode dar mil e uma explicações mas é isso que as pessoas pensam e reparando em outras tímidos é lamentável você ver ele lutando mas sempre esbarra no mesmo problema(acha que o mundo inteiro está analisando cada gesto dele), timidez é sim uma doença, mas uma doença curável, acho que o primeiro passo é entender que apesar desta dificuldade isto não te torna menor que qualquer outra pessoa, e você deve ter seu estilo próprio, porque boa parte do que faz outras pessoas se interessarem por alguem não é o que você tem de igual e sim o que você tem de diferente.
     
  20. Calib

    Calib Visitante






    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar