• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Documentário The September Issue (2009)

Clara

Perplecta
Usuário Premium
IMDb


O documentário cobre os bastidores da edição de setembro de 2007 da revista Vogue América, cuja editora chefe é a poderosa Anna Wintour.
Se você assistiu O Diabo Veste Prada deve saber que a diaba do título, Miranda Priestly, foi inspirada na Anna Wintour.
O filme é centrado em Anna, e desperta alguns sentimentos bem contraditórios com seus momentos às vezes artisticamente belos, outros engraçados e muitos bem sem noção que te fazem pensar na futilidade e falta de consistência do mundo fashion, cheio de glamour, criatividade, beleza e dinheiro; mas também repleto de personagens aduladores, meio idiotas e absurdos (wtf aquele André Leon Talley que parece um Titus Andromedon sem graça e irritante?) .

Mas, pra mim pelo menos, a grande estrela, a que faz o documentário valer a pena, é a fofa e talentosa Grace Coddington, que na época das filmagens era a diretora criativa da Vogue América (ela deixou o cargo em 2016) cargo que exerceu por mais de 20 anos e na qual elevou a fotografia de moda ao patamar de arte.
São famosas e fizeram escola suas produções refinadas, de clima onírico e repletas de citações a livros, músicos, quadros, cinema e personagens históricos:

gc1996.jpg

gc2003_Natalia Vodianova.jpg

gc2001.jpg

gc2013_Carolyn Murphy e Toby Maguire.jpg

gc2012.jpg

gc2011_Alexander McQueen.jpg

A gente sofre com ela quando vê a diaba excluindo fotos belíssimas produzidas com delicadeza e engenhosidade, sem nem ao menos (eu achei) olhar direito para as produções.
O contraste entre a negociante Anna e a artista Grace é bem visível, afinal, moda antes de qualquer coisa é dinheiro, comércio e vendas.
Assisti esse documentário duas vezes, a segunda só me concentrando nos trechos com a Grace, que merece um documentário inteiro sobre ela.
E sim, a Anna Wintour é uma escrota.

 
Última edição:

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.470,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo