1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

The Girl with the Pig's Ears

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por imported_Wilson, 31 Ago 2009.

  1. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    “I was born with ears shaped as a pig’s. It is not my fault that I have this condition. When I was young my abusive father used to fornicate with me. My mother never said a thing. My sisters would not introduce me to their friends, and for most part of my childhood I was held in chains in the basement of our house. I never saw a priest. Never saw a doctor. Never went to school. I know of these words only because of a pile of rugged stained magazines that were fed to me. Yes, my family fed me paper. Paper and potatoes and water. I killed them. I chopped off their limbs with an axe and I burned down that house. Cleaned myself in the river and stormed on through the road where you found me. I saw you were scared of me, old man. I may have only known contempt and disgust in this life, but I have read of fear and I can smell it. But you were kind. Where others saw a monster, you saw a helpless little girl. Just another creature from your God. You brought me to your home and gave me shelter. You read me the Bible and offered me a warm bath, clothes from your absent daughter, soup, bread and clean water. But now that you’ve seen me old man, I will have to kill you too. And I am not sorry at all. For sorrow I do not know.”

    Versão ilustrada
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Tem mais impacto, eu acredito.
     
  2. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Porquê em inglês?
    Leio todos os textos de destaque do mês, mas esse não vou tentar ler, desculpe.
     
  3. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    A história agora se chama "Tamara Y Dios" e a versao completa e ilustrada dela está aqui:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Tudo bem, Clara, náo precisa se desculpar =) Eu mesmo nao leio a maioria dos textos da secao de prosa (por preguiça mesmo)

    Por que em ingles?... Sei lá... Acho que minha cabeça funciona assim. Quer dizer, estudei ingles desde os 6 anos de idade, a maioria dos filmes que eu vejo sao em ingles, durante a faculdade quase todo material que eu lia era em ingles, e já li bastante ficcao em ingles tambem. A ideia surgiu assim e eu apenas segui ela. Gosto bastante do texto e nao vejo problema em ser em ingles. Aliás, gosto bastante da lingua inglesa. E só nao escrevo em espanhol e em frances tambem porque nao conheco o suficiente da lingua. :P

    Legal voce ter questionado isso. Eu pensei em traduzir a historia para o portugues, mas nao acho que ficaria a mesma coisa.
     
  4. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Então Wilson, meu inglês não é lááá essas coisas, ainda leva um tempo pra eu entender direitinho um texto.
    Mas legal você conseguir pensar e criar num outro idioma, quero poder fazer isso também, quem sabe um dia, em outro ano... em outra vida. :rolleyes:
     
  5. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Haha, achei que você estava sendo ufanista do tipo "isso aqui é um forum em portugues, se vc escreve em ingles eu me recuso a ler!", haha... o que seria bem estranho :rolleyes:

    Maaaas, se houver algum tradutor de plantão aqui no Meia interessado em traduzir a história, eu ficaria bastante curioso para ver o resultado.
     

Compartilhar