1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Tezuka Osamu

Tópico em 'Anime & Mangá' iniciado por Primula, 15 Ago 2003.

  1. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Primeiro que é uma vergonha... tantos tópicos de tantos mangás que vão cair no esquecimento daqui a um ano... e nenhum de Tezuka Osamu

    Tenho de fazer um resumo do capítulo Tezuka Osamu... uma outra hora eu edito este primeiro post e coloco no ar.

    Mas enquanto isso, dêem uma olhada no lançamento da Editora Conrad

    O Nascimento do Osamushi – Osamu Tezuka
    Tezuka Productions e Toshio Ban

    Conrad lança biografia em quadrinhos do deus do mangá.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Miyu

    Miyu Usuário

    nossa, mto loko! (se eu tivesse grana ... >.<)

    realmente ... o kra eh soda! ele simplesmente inventou o manga e fez pessoas lerem e rirem em uma epoca de trevas ...

    infelizmente eu naum conheço mta coisa, soh li ribon no kishi q saiu em portugues ... uma historia simples mas mto boa!
     
  3. Fox

    Fox Visitante

    Tenho mais o que ler desse cara ainda, Pri.

    Mas sei que ele não é só mestre japonês. É de nível mundial mesmo.

    E é interessante que comparem ele com o Disney em termos de qualidade, já que a influência de traço é clara. Vendo inclusive o storyboard da Branca de Neve, fiquei até assustado.

    Mas a influência que mais me agradou foi a do Max Fleischer (até cinco minutos atrás, pensava que ele era americano :oops: :mrgreen: ), desenhista que fez as animações originais do Popeye, Betty Boop e Super-Homem.

    Essas duas influências combinadas com aquele rolo de papiro japonês, onde a história se desenrola literalmente (Pri, qual o nome!? :oops: ), deram uma ótima base pra essa figura de boina e cheio de criatividade. :clap:
     
  4. Washu_Hakubi

    Washu_Hakubi Usuário

    Nem que eu não compre...vou dar um jeito de ler :mrgreen:
    Mas queria comprar...T_T Deve ser uma das coisas mais instrutivas que teremos chance de conhecer...
     
  5. Fox

    Fox Visitante

    Ah, de tanto tópico perfeito pra ir pra segunda página, vocês deixam logo esse ir!?

    :|
     
  6. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Na verdade a "origem" do mangá está no século 12, onde monges já faziam desenhos humorísticos, mas o mangá começou a ser levado a sério, como negócio, após a Segunda Grande Guerra. Em 1905, o mangá começou a ganhar forças, com a publicação da Tokyo Puck, uma Shonen Jump da época que continha charges e quadrinhos de conteúdo político. Após a Segunda Guerra, durante a reconstrução, certos artistas se voltaram para o o mercado das publicações de mangás, no qual investiram tudo como projeto de vida. Um deles era Tesuka, cujo mérito foi o de ajudar a consolidar o império da indústria do mangá.

    Osamu Tesuka criou os primeiros grandes ícones de exportação do mangá, vide o Astroboy (uma espécie de Pinóquio do Futuro), o macaco Gokou (inspirado na lenda chinesa, "A Viagem para o Oeste" não se assemelha a Dragonball senão por mera propositalidade em vários aspectos) e o leãozinho Kimba, que foi descaradamente plagiado pela Disney ao lançar Rei Leão, protagonizado pelo leãozinho Simba. Nesse caso era tanta coincidência que Tesuka abriu processo contra o estúdio americano por plágio. Que acabou não indo adiante, pois em 1999, depois de um acordo na Justiça, a Disney voltou a faturar pesado com o seu leão amarelo, numa versão luxuosa em vídeo e DVD.

    O legado de Tesuka diz respeito a estética, que ele consolidou, ao tratamento novo dado aos seus quadrinhos, um tino comercial incomum (ele aproveitou o momento certo e criou um produto vendável e exportável numa época em que tudo o que vinha do Japão era considerado produto vagabundo) e pavimentou o caminho para que outros pudessem levar a influência do seu legado, nos quadrinhos japoneses, os mangás, por todo o mundo.

    Não, não foi Osamu que inventou o mangá. Mas ele certamente ajudou a torná-lo um fenômeno.
     

Compartilhar