1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Técnico do século", Rinus Michels morre aos 77 anos

Tópico em 'Esportes' iniciado por Ecthelion, 4 Mar 2005.

  1. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    "Técnico do século", Rinus Michels morre aos 77 anos
    Das agências internacionais
    Em Amsterdã (Holanda)

    Escolhido em 1999 pela Fifa como o "técnico do século", Rinus Michels, holandês que criou o conceito de "Futebol Total" e chamado de "O General", morreu nesta quinta-feira aos 77 anos. Michels comandou a seleção holandesa que foi vice-campeã da Copa de 1974 e maravilhou o mundo com um estilo de jogo inovador, logo apelidado de "carrossel".


    Arquiteto do "Futebol Total" e melhor do século pela Fifa, Michels morre aos 77
    De acordo com a KNVB (Associação de Futebol da Holanda), o ex-treinador havia sido internado recentemente para a realização de uma cirurgia no coração. No entanto, a causa da morte não foi divulgada.

    "Ele foi um dos maiores técnicos da história", disse o porta-voz da entidade, Frank Huizinga. "Ele foi o homem, que ao lado de Johan Cruyff, fez o futebol holandês se tornar grande", comentou o secretário de saúde e esporte da Holanda, Clemence Ross-van Dorp.

    Marinus Hendrikus Jacobus Michels nasceu no dia 9 de fevereiro de 1928, em Amsterdã, nas proximidades do estádio Olímpico que, no mesmo ano, recebeu as Olimpíadas.

    BIOGRAFIA


    Rinus Muchels

    Nascimento: 09/02/1928
    Local: Amsterdã (HOL)

    Como jogador
    1946-58: Ajax, atacante, 269 jogos, 121 gols. Campeão holandês em 47 e 57

    Holanda: cinco jogos

    Como técnico
    1965-71: Ajax, campeão holandês em 66, 67, 68 e 70, campeão Copa da Holanda em 67, 70 e 71, vice da Liga dos Campeões em 69 e campeão em 71

    1971-75: Barcelona, campeão espanhol em 74

    1974 (março/julho): Holanda, vice-campeão mundial

    1975-76: Ajax, diretor técnico

    1976-78: Barcelona, campeão da Copa da Espanha em 78

    1978-80: Los Angeles Aztecs

    1980-83: Colônia, campeão da Copa da Alemanha em 83

    1984-86: diretor técnico da KNVB

    1986-88: Holanda, campeão da Eurocopa em 88

    1988-89: Bayer Leverkusen

    1990-92: Holanda, semi da Eurocopa em 92

    1999: escolhido pel Fifa como "Técnico do século"
    Ele iniciou sua carreira no futebol dentro dos gramados. Sua primeira partida com a camisa do Ajax aconteceu a 9 de junho de 1946, aos 18 anos. A equipe venceu o ADO por 8 a 3, com cinco gols de Michels.

    No total, ele disputou 269 jogos como atacante do Ajax nas décadas de 40 e 50 e anotou 121 gols. Além disso, defendeu a seleção holandesa em cinco oportunidades.

    Depois de se aposentar da bola, ele entrou para o exército no cargo de instrutor de esportes. A passagem representou o início de sua carreira como técnico.

    Sua primeira experiência como treinador aconteceu em 1965, à frente do Ajax. Em 1971, levou o time, que tinha em campo Johann Cruyff, à conquista da Liga dos Campeões da Europa pela primeira vez em sua história, derrotando os gregos do Panathinaikos na final, no mítico estádio de Wembley, na Inglaterra.

    O título fez com que o treinador fosse contratado pelo Barcelona. Na Espanha, comandou a equipe na conquista do Campeonato Nacional de 1974.

    No mesmo ano, Michels dirigiu a seleção da Holanda na Copa do Mundo. A equipe, que ficou conhecida mundialmente como "Laranja Mecânica" e se tornou exemplo do "Futebol Total", no qual os atletas não mantinham posições fixas e atacavam e defendiam em bloco, chegou ao vice-campeonato, perdendo a decisão por 2 a 1 para a Alemanha, em Munique.

    Michels ainda passou pelo Los Angeles Aztecs, dos Estados Unidos, entre 1978 e 1980, Colônia, da Alemanha, de 1980 e 1983, e Bayer Leverkusen, também da Alemanha, em 1989.

    Um ano antes, Michels voltou a comandar a seleção holandesa. Com Ruud Gullit, Marco van Basten e Frank Rijkaard em campo, o time conquistou o título da Eurocopa em 1988.

    Entre 1990 e 1992 retornou pela terceira vez à seleção holandesa, chegando à semi da Eurocopa-92, perdendo nos pênaltis para a Dinamarca, que viria a ser campeã.

    ........................................................................................................
    Dia triste...
    A "Laranja Mecânica" era sensacional, uma pena não ter ganho uma Copa... :disgusti:
     
  2. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Engraçado, é que essa tática do Carroussel já era usada por um time brasileiro... mas era um time de pouca expressão(talvez o Juventus de SP) e obviamente nunca foi dado crédito a isso.

    Engraçado é ver entrevistas do Zagallo já fanfarrão em 1974 dizendo que só faltam 3(sim, ele já tinha essa mania) e que o brasil expremer essa laranja mecanica e fazer uma laranjada.
     
  3. ?

    ? Banned

    O Mogi-Mirim era chamado de Carrossel Caipira, mas isso foi na época do Rivaldo

    De qualquer forma é uma pena. Desde aquela época que ninguem tenta revolucionar o futebol, taticamente falando.
     
  4. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Queria saber algum time ou seleção que tenha conquistado um título importante armado taticamente nesse estilo Carrossel.

    Eu era recém-nascido em 74, mas na Eurocopa de 88 a Holanda jogou basicamente o 3-5-2 clássico sem nenhuma ousadia por parte do Michels. Ganhou o título com Van Basten e Gullit no auge da melhor forma fisica e técnica, mas pouco tempo depois na Copa de 90 acabou sendo uma grande decepção.

    Um grande técnico, mas não acho o maior como afirma a FIFA.
     
  5. the lonely bard

    the lonely bard Usuário

    confesso q nunca vi um jogo dele no comando, e q quando ganhou a eruocopa de 88 eu era pequeno de mais pra acompanhar futebol... mas reconheço o valor dele pro futebol, mas tb naum acho q seja o maior de todos...
    mais um time fantastico q naum ganhou, como o brasil de 82 e a hungria de 54...
     

Compartilhar