1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Técnica, velocidade ou força?

Tópico em 'Música' iniciado por Tingaralatingadun, 5 Set 2002.

  1. inominavell

    inominavell Usuário

    meu caro, excesso de técnica pode se passar por feeling ;)
     
  2. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Não, Inomi! ;) Eu também acho que é o contrário do que você disse. Os discos mais recentes do DT estão realemente bem mais emocionais, mas sem eles deixarem de fazer questão absoluta de mostrarem que sabem e podem demais! O Scenes From a Memory está cheio de músicas extremamente emocionais; na verdade, esse disco é sensacional, completo. Instrumental perfeito, letras inteligentes, muita técnica e emoção demais.
     
  3. Excluído032

    Excluído032 Excluído a pedido

    Tecnica ou velocidade. Força é desnecessario pra se tocar bateria. Eu acho impressionante caras como Joey Jordison e sua incrivel velocidade, mas a tecnica do Neil Peart, Eric Carr[só pra citar dois] são impressionante.
     
  4. Hamfast

    Hamfast Melodia e distorção

    Técnica sem sentimento é apenas matemática, pode resultar em acordes perfeitos, mas que não trasmitem absolutamente nada. Por outro lado, feelling sem técninca pode resultar em um bom músico, mas nunca em um músico extraordinário. Os músicos mais conceituados são aqueles que usam a técninca como uma ferramenta para transmitir o que estão sentindo. Basta lembrar de grandes nomes da música como Jimmi Hendrix, John Bonhan, etc.
     
  5. Daisy_Lee82

    Daisy_Lee82 Humano, Demasiado

    Acho que feeling é mais pertinente que força, velocidade e técnica... o exemplo do Malmsteen foi bom, pois apesar da vida inteira ser dedicada a música, falta uma boa dose de criatividade no trabalho dele...
    Penso que se a coisa não estiver em harmonia, ténica, força e velocidade não bastam! Há momentos que não há a necessidade de força, às vezes nem a a necessidade de velocidade (mesmo no metal)... vai do músico perceber isso na sua criação: estar de acordo com o próprio desenvolvimento criativo, com seu próprio tempo...
    Além disso, velocidade, técnica e força não são as únicas coisas a serem levadas em conta nesta discussão...
     

Compartilhar