1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Tchekhov

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por imported_Wilson, 23 Dez 2008.

  1. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Não bastassem Tolstoi e Dostoievski, os russos ainda tinham que ter um dos melhores contistas de todos os tempos. Tchekhov era um mestre em construir narrativas curtas, conseguindo em poucas palavras o que muitos não conseguem em muitas páginas.

    Pra quem é fã do cara e pra quem quer conhecer, o tradutor dele nos EUA disponiblizou os contos dele na internet de grátis :)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (em inglês)
     
  2. Devotchka

    Devotchka Usuário

    Tenho um livro de contos dele (Um Homem Extraordinário e Outras Histórias) e posso dizer que gostei bastante. São textos relativamente curtos, cativantes e geralmente sobre o cotidiano. Achei bem legal.
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Escuto falarem muito dele, meus colegas pseudo-indeis principalmente.
    Sei que tem um ou dois contos que já viraram HQs (eu sou um viciado em HQS mesmo).
    Tem como você achar algum conteúdo dele free e em português?
     
  4. Anica

    Anica Usuário

    Breno, procure por projeto gutenberg no google
     
  5. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Tchekhov é um contista genial. Suas narrativas parecem girar sempre sobre o Zé Povinho russo de sua época, mas ele levanta através delas caracteres que marcam todo um povo. Não necessariamente são críticas sociais ou coisa do tipo (aliás, acho que ele trabalha com pouca alegoria deste tipo), são retratos de um cotidiano possível, não real, plausível, em que suas personagens delineiam o rosto de uma nação. O conto mais foda dele, IMO, é "Angústia".
     
  6. Felipe_al

    Felipe_al Usuário

    Eu tenho esse mesmo livro, li esse ano. Confesso que não entendi o sentido de alguns contos, mas no geral gostei bastante.
    Achei engraçado aquele conto rápido "Amor de Peixe".
     
  7. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Po, só tem os textos em inglês lá?
    Por que se for eu desisto. Ler em inglês funde a minha cabeça.
     

Compartilhar