1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Substituição da pena de prisão por tratamento para usuários de narcóticos

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 1 Ago 2014.

?

Você concorda com o PLS?

  1. Sim

    0 voto(s)
    0,0%
  2. Não

    0 voto(s)
    0,0%
  3. Em partes

    100,0%
  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O senador Demóstenes Torres (DEM/GO) apresentou um PLS (Projeto de Lei do Senado) nº 111/2010 onde pretende substituir penas de encarceramento por tratamento para usuários de drogas.

    O projeto modifica a Lei de Drogas, para punir as condutas relacionadas ao consumo pessoal de droga e sua substituição por tratamento especializado.

    O SISNAD (Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas) terá um novo objetivo: combater o tráfico de drogas, incluindo as Forças Armadas no combate ao tráfico de drogas nas fronteiras do Brasil

    Aquele que adquirir, guardar, ter em depósito, transportar ou trazer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização, sofrerá a pena de detenção, de 6 meses a um ano.

    Receberá a mesma pena aquele que para seu consumo pessoal, cultiva ou colhe plantas destinadas à preparação de pequena quantidade de substância ou produto capaz de causar dependência física ou psíquica.

    O juiz poderá substituir a pena de prisão por tratamento especializado, com base em avaliação de uma comissão técnica. Para isso, o juiz vai observar a natureza e a quantidade da substância apreendida, o local e as condições em que se desenvolveu a ação, as circunstâncias sociais e pessoais, além da conduta e os antecedentes do usuário de drogas.

    O juiz poderá, a qualquer momento, encaminhar o acusado para tratamento especializado, depois que a comissão for ouvida. O juiz também determinará ao Poder Público que coloque à disposição do condenado, gratuitamente, um estabelecimento de saúde para o tratamento especializado.

    Segundo o deputado, o projeto foi feito com a ajuda de internautas, através de e-mails e do microblog Twitter. O objetivo é possibilitar e garantir a penalização do usuário de drogas, que é transformada em internação. Deixando de lado a penalização, deixa-se de lado conseqüentemente a internação obrigatória do usuário, que acaba sendo algo à sua escolha. Além disso, o projeto tem por objetivo incluir as Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) no combate às drogas, e obrigar o poder público a tomar medidas e estratégias antidrogas.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    A iniciativa é válida, mas a prisão precisa ser mantida: o cara recebe tratamento enquanto estiver preso.
    Se a moda pega, a negada vai continuar traficando em pequenas quantidades, porque sabe que 'não vai dar nada'... E saber que vai se safar da cadeia com tanta facilidade será um prato cheio.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Pois é, até porque estando fora da cadeia não são todos que pensam em se curar e sim fugir e sendo algo fora da estrutura de uma penitenciária exige uma boa estrutura de segurança interna também.
     

Compartilhar