• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Star Trek (e o mundo) só tem a ganhar com a volta de Patrick Stewart à TV

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Roberto Sadovski
06/08/2018 03h19


Por essa ninguém – ninguém!!! – esperava: Patrick Stewart vai voltar ao mundo de Star Trek numa nova série desenvolvida para a rede CBS. Por anos o ator emprestou seriedade, nobreza e complexidade ao capitão Jean-Luc Picard, provavelmente o personagem mais celebrado da série depois (e não tão longe assim) do icônico Spock. Primeiro em A Nova Geração, que recuperou o lugar de Trek na cultura pop nos anos 90 (abrindo espaço para as séries Deep Space Nine e Voyager, situadas na mesma época), depois ao fazer o salto para o cinema em quatro aventura que, embora inconsistentes em qualidade, geraram ao menos um dos grandes filmes da série no cinema: Primeiro Contato, de 1996.

O retorno de Stewart, anunciado em uma convenção de Star Trek em Las Vegas, gerou um abalo sísmico de esperança e otimismo que promete consequências reais entre entusiastas da boa ficção científica – e também no mercado pop. O mundo encontra-se em meio a uma divisão política e social brutal – e não existe ninguém mais adequado para devolver um pouco de bom senso à discussão do que Picard.

"Durante os últimos anos foi com orgulho que ouvi muitas histórias sobre como A Nova Geração trouxe conforto à muita gente em períodos difíceis de suas vidas, ou como Jean-Luc Picard foi um exemplo para tantos seguirem seus passos em busca da ciência, exploração ou liderança", escreveu Sir Patrick, notadamente emocionado, pouco depois do anúncio. "Eu sinto que estou pronto para reencontrá-lo pelos mesmos motivos, para pesquisar e experimentar essa luz de conforto e mudança que ele pode projetar nesses tempos tão sombrios." Star Trek, claro, vai muito além da ficção científica.

Em todas as suas encarnações, seja na TV ou no cinema, o senso de aventura sempre emoldurou uma preocupação com a condição humana, com enxergar quem nós somos, qual nosso papel no mundo e que tipo de sociedade podemos construir juntos, longe de conceitos ultrapassados de raça, credo e poder. Star Trek sempre foi um holofote para o melhor da humanidade, e Picard surgiu como exemplo máximo, ainda que imperfeito e disposto a aprender e a crescer, de nosso melhor.


Patrick Stewart anuncia sua volta a Star Trek em Las Vegas

A volta do capitão mais carismático de toda a série (sorry, Kirk…) também aponta um caminho ousado para a série. Desde o fim de A Nova Geração, que encerrou suas viagens no cinema em 2002 com o pouco visto Gênesis (que trazia um jovem Tom Hardy como vilão), todas as novas interpretações de Star Trek olharam para o passado. Primeiro em Enterprise, exibida entre 2001 e 2005, que trazia as aventuras de uma tripulação quase um século antes das viagens da equipe original. Discovery, exibida atualmente pela Netflix, existe entre Enterprise e a série original, aproximadamente uma década antes de Kirk assumir o comando da espaçonave. O próprio reboot promovido em 2008 por J.J. Abrams (que rendeu mais dois excelentes filmes em 2013 e 2016), de certa forma retomavam personagens conhecidos e consagrados com uma nova roupagem, mantendo o conceito de ficção científica hardcore que sempre foi sinônimo com o programa.

O novo Star Trek com Picard à frente terá liberdade para ir fundo em temas (e planetas, e civilizações) que de fato nunca foram vistas em toda a história da série. É a melhor maneira de Trek "audaciosamente ir onde ninguém jamais esteve".

Outro motivo para aplaudir o retorno de Patrick Stewart é fazer com que Star Trek volte a se conectar com seu público. Fato: os fãs da série, os trekkers, podem ser os mais apaixonados do mundo geek, mas também podem ser virulentos e possessivos, agindo como se os conceitos tecidos nos anos 60 por Gene Roddenberry pertencessem exclusivamente a eles, bloqueando qualquer interpretação que, a seus olhos, escapasse do "adequado" e "canônico". As encarnações modernas de Trek são o melhor exemplo.

O reboot de J.J. Abrams é uma aventura incrível, antenada com a sensibilidade da platéia do século 21, mesmo sem perder o gancho poderoso de ficção científica e exploração que permeia a série. Sua continuação, Além da Escuridão, pecou com uma campanha de marketing que privilegiou segredos que os fãs telegrafaram meses antes, mas em nada isso diminuiu sua qualidade. O terceiro destes "novos" filmes, Sem Fronteiras, é Trek raiz, mesclando todos os elementos que fazem da série um colosso. Mas nada aplacou a fúria de parte dos trekkers, furiosos com a nova direção narrativa, com o novo elenco assumindo personagens icônicos, com a continuidade bolada por Abrams. Trazer Patrick Stewart em uma nova série pode amarrar o velho e o novo sem ferir a sensibilidade dessa turma, que com certeza se sentirá estimulada com carinho ao ver um de seus favoritos de volta a este universo.


Stewart com Tom Hardy em Gênesis, sua (então) despedida do personagem

É curioso observar que, quando A Nova Geração foi anunciada, lá na metade dos anos 80, a reação destes mesmos fãs foi igualmente violenta, já que basicamente Star Trek deixaria as mãos de Kirk, Spock e McCoy para singrar pelo espaço com uma nova tripulação. O tempo fez maravilhas, e muitos consideram A Nova Geração até mais complexa, melhor desenvolvida e com mais camadas do que a série original.

O que deixa tudo ainda melhor é devolver o foco a Picard. Na interpretação de Stewart, o capitão nunca foi um aventureiro impulsivo. Era um artista, um diplomata, uma pessoa ponderada e de imensa generosidade e nobreza, preferindo sempre o caminho do diálogo do que o poder de um phaser.

Nesse momento de ruptura tão aguda na sociedade, é papel fundamental da fantasia e da ficção científica entregar o protagonismo de um programa tão popular a um personagem que representa o melhor de nós, para que ele possa ser um espelho de inspiração e um respiro no cinismo e na desolação que muitas vezes – e não por acaso – dominam as séries que habitam a TV moderna. Uma vez em São Paulo, perguntaram a Patrick Stewart, que interpretou líderes tanto em Star Trek quanto em X-Men (ele foi o telepata Charles Xavier em cinco filmes da série), qual seria a melhor qualidade para alguém em comando. "Empatia", respondeu, depois de uma certa introspecção. "Quando nos colocamos no lugar de quem segue nossa liderança, e experimentamos seus medos e suas incertezas, podemos conduzir a todos para um lugar melhor." Bem vindo de volta, Jean-Luc! Sentimos sua falta.

https://robertosadovski.blogosfera....a-ganhar-com-a-volta-de-patrick-stewart-a-tv/

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
Por um lado é obviamente bom esse retorno dele, para que possamos ter mais estórias com o Picard. Por outro é um pouco "ruim", porque provavelmente é motivado devido à má aceitação e retorno da Discovery.
Aposto que vão mostrá-lo trabalhando em arqueologia, uma de suas paixões, antes dele retornar ao posto de comandante de uma nave.
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
PRODUTORES TRAZEM NOVIDADES SOBRE PRODUÇÃO DA SÉRIE PICARD

Após o painel NYCC de Star Trek: Discovery, o site TrekMovie teve a chance de falar com produtores executivos Alex Kurtzman e Heather Kadin a respeito da série baseada no personagem Jean-Luc Picard. Veja as mais mais recentes novidades sobre este novo projeto. Veja também mais um membro do elenco de A Nova Geração desejando participar da série.

EM PRÉ-PRODUÇÃO
Durante o painel, Kurtzman falou muito brevemente sobre a série Picard, dizendo que a sala dos roteiristas está funcionando e acrescentando o tempo em que estão trabalhando “estamos por quatro semanas”.

Falando para o site TrekMovie, após o painel, Kadin e Kurtzman confirmaram que as gravações da série Picard, ainda sem título, devem começar em abril de 2019. Eles não puderam fornecer estimativas sobre quando a série seria lançada, mas se seguir o mesmo padrão de Discovery, ela poderá estrear no início de 2020.

Os produtores falaram também que esperam lançar várias séries na expansão planejada da franquia. Quando perguntado sobre os comentários de CBS Studios David Stapf de agosto dizendo que “deve haver algo de Star Trek o tempo todo no All Access”, Kadin confirmou com o TrekMovie que o plano é não ter as séries de Star Trek sobrepostas. Ela também observou que eles planejam ter intervalos entre as várias séries, para aumentar a expectativa dos fãs.

SEM LIGAÇÃO COM DISCOVERY
Kurtzman falou ainda que a série de Picard, não se relacionará com Discovery e nem haverá sobreposição de datas de apresentação das séries, “(a série) não entrará nessa temporada [de Discovery ], isso será coisa sua”.

Isto é, a série será uma exploração do próximo capítulo da vida de Picard, mas não se conectará narrativamente a Discovery.

PLANEJANDO VÁRIAS TEMPORADAS
Alex Kurtzman e Heather Kadin revelaram que a CBS está procurando tornar o projeto centrado no Picard uma série em andamento, com Kadin acrescentando que várias temporadas já estão no planejamento.

A confirmação de que a série Picard não será limitada a um único episódio, é fortalecida pelos planos da CBS em garantir uma série Star Trek no ar pela CBS All Access ao longo de todo o ano.

WIL WHEATON QUER PARTICIPAR
Outro membro do elenco de A Nova Geração, Wil Wheaton, que interpretou Wesley Crusher, declarou que adoraria integrar o time da nova produção da CBS. (via ComicBook)

“Quando eles anunciaram a série nova com Picard eu fiquei animado de um jeito que eu não fico desde a última temporada de Deep Space Nine”, disse Wheaton durante um painel na Baltimate Comic Con. “Eu fiquei muito empolgado porque eu amo Patrick e eu amo esse personagem e a linha do tempo de A Nova Geração, que também é a linha do tempo de Deep Space Nine. Pode ser algo muito pessoal, já que eu fiz parte dessa linha do tempo, então estou emocionalmente envolvido nisso, mas eu era um fã antes de fazer parte da série e estou muito feliz que nós vamos conseguir ver o que Picard está fazendo agora. Estou animado com isso“.

Wheaton diz que acha improvável que ele seja chamado, mas definitivamente estaria pronto para isso se fosse solicitado.

“Acho muito improvável que eles me peçam para participar”, disse Wheaton. “Quero dizer, acho que é extraordinariamente improvável que me chamem para a série, mas se eles fizessem, eu diria ‘sim’, é claro. Acho que todos nós, se tivéssemos a oportunidade de colocar os trajes espaciais novamente, ir trabalhar juntos e trazer esses personagens de volta, mostrando como eles seriam 30 anos depois, todos nós diríamos ‘sim’. E eu não acho que é porque precisamos do dinheiro. Não acho que seja porque não temos outras coisas para fazer. É porque nos amamos muito e uma oportunidade, mesmo que por um dia, de retornar emocionalmente a alguns dos melhores momentos de nossas vidas, seria incrível.”

Uma cena deletada de Nemesis (que você pode ver abaixo) estabeleceu que Wesley havia se juntado à tripulação da USS Titan, sob o comando do capitão Will Riker, o que não deixa de abrir possibilidades. Nunca se sabe.


Fonte: Trek Brasilis
 

Bilbo Bolseiro

Bread and butter
A série já tem uma previsão de estreia:

CBS VISA SÉRIE PICARD PARA FINAL DE 2019

Esta semana tivemos uma atualização a respeito da série Picard. A notícia veio de David Nevins, diretor criativo da CBS Corporation, durante a 46ª Conferência Anual Global de Comunicação e Mídia da UBS. Foi lá que o executivo disse que a nova série já teria uma previsão de estreia.

Durante a Conferência, David Nevins falou com investidores sobre vários temas relacionados ao estúdio e compartilhou alguns pensamentos sobre o status da expansão de Star Trek.

O executivo comentou que colocar Discovery na plataforma de streaming CBS All Access foi uma “decisão definidora da marca”.

Quando perguntado sobre a expansão da CBS All Access para 2019, Nevins mencionou várias séries, incluindo a de Picard.

‘Star Trek: Discovery’ temporada 2, em janeiro, está em um ótimo lugar. Há uma enorme expectativa por ‘Picard’ – que é um dos personagens mais amados de ‘Star Trek’ de todos os tempos, interpretado por Patrick Stewart. Isso será no final do ano de 2019, então haverá algo na agenda lá. E então nós estamos fazendo esses curtas-metragens [‘Short Treks’] no meio.

A série animada Star Trek: Lower Decks não foi mencionada por Nevins, durante sua apresentação de 45 minutos.

Quando falou sobre a rede CBS, Nevins disse aos investidores: “É a rede mais mainstream, e não vejo isso mudando.”

Atualmente, a série, ainda sem título, está sendo escrita por um grupo de roteiristas incluindo: Michael Chabon, Kirsten Beyer, Akiva Goldsman, Diandra Pendleton-Thompson e James Duff, além do próprio Patrick Stewart.

Stewart estará reprisando seu icônico personagem Jean-Luc Picard. A série se situará 20 anos após os eventos do filme Nemesis, último longa de A Nova Geração.

Fonte: Trek Brasilis
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Como Patrick Stewart foi convencido a voltar para "Star Trek" após 16 anos



Patrick Stewart como Jean-Luc Picard em "Star Trek: A Nova Geração" Imagem: Divulgação


Rodolfo Vicentini
Do UOL, em São Paulo
09/01/2019 21h01

Os fãs de "Star Trek" foram pegos de surpresa quando descobriram em agosto de 2018 que Patrick Stewart voltaria para a saga como o capitão Jean-Luc Picard.

O anúncio foi feito 16 anos desde a última vez que o ator de 78 anos apareceu como o icônico personagem, na série " -- desta vez em uma nova série produzida pela CBS.

O produtor executivo Alex Kurtzman, supervisor toda a programação da saga intergaláctica para a emissora norte-americana, contou a Variety como convenceu Stewart a retornar para a franquia.

"Nós fizemos a proposta a ele. Ele sentou e ouviu cuidadosamente como sempre faz. Então disse, 'Obrigado, me deixa pensar sobre o assunto'", explicou o produtor.

"Pensamos que tínhamos falhado. Mas na segunda seu agente ligou e disse, 'Ele está interessado e gostaria de saber mais [sobre a ideia da nova série]. Você pode escrever o que tem?'", acrescentou.

Kurtzman e sua equipe expandiram o roteiro de quatro páginas que tinham para praticamente um livro de 34 páginas antes de mandar o conceito a Stewart, explicando como a queda do Império Romulano impactou o capitão da Starfleet.

O inglês foi protagonista de "Jornada nas Estrelas: A Nova Geração", série que ganhou o status de cult e foi exibida entre 1987 e 1994. Sua última participação como Picard foi no filme "Jornada Nas Estrelas: Nêmesis", lançado em 2002.

A nova série do universo "Star Trek" vai chegar ao serviço CBS All Access no final de 2019 e se passará exatos 20 anos após os acontecimentos de "Jornada Nas Estrelas: Nêmesis", mostrando o capitão em uma nova fase de sua vida.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Produção de Star Trek de Picard começa essa semana

A nova série de Star Trek sobre Picard, ainda sem nome oficial, começou hoje suas filmagens.
O roteirista e produtor Michael Chabon compartilhou nas redes sociais uma foto anunciando que as filmagens da série da CBS começam hoje, dia 22 de abril.

Alison Pill (American Horror Story), Harry Treadaway (Penny Dreadful) e Isa Briones (Hamilton) se juntaram ao elenco da série de Star Trek do Capitão Picard (Patrick Stewart). A informação é do THR.

Detalhes sobre os papéis dos atores ainda não foram revelados.

Alison Pill recentemente participou de American Horror Story: Cult. Já Harry Treadaway viveu o Dr. Jekyll em Penny Dreadful. Isa Briones, por sua vez, participou do musical Hamilton.

Ainda pouco foi revelado sobre a série de Picard. Mas sabe-se que Patrick Stewart retornará ao clássico papel que interpretou em Jornada nas Estrelas: A Nova Geração.

Ainda não há previsão de estreia para Star Trek: Picard.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Amazon exibirá nova série de 'Star Trek' estrelada pelo capitão Picard


Patrick Stewart como Jean-Luc Picard em "Star Trek: A Nova Geração" Imagem: Divulgação

A Prime Video, o serviço de streaming da Amazon, exibirá a nova série "Star Trek", produzida pela CBS, fora dos Estados Unidos e Canadá, em um acordo de vários anos anunciado hoje pelos dois grupos.

Em um comunicado, a Amazon Prime Video anunciou que será a plataforma de transmissão exclusiva desta série em mais de 200 países.

Cada episódio estará disponível dentro de 24 horas após sua transmissão nos Estados Unidos.

Esta nova série vai se concentrar em um novo capítulo na vida de Jean-Luc Picard, um dos personagens mais famosos do universo de Star Trek e protagonista do primeiro spin-off da série, "A Nova Geração".

O ator britânico Patrick Stewart, que interpretou o capitão Picard sem sete temporadas e no cinema nos anos 1980 e 1990, retomará o papel.

O título e a programação de lançamento desta série da CBS Television Studios, anunciada em agosto de 2018, ainda são desconhecidos.

O comunicado afirma, no entanto, que a nova série reunirá "muitos talentos", incluindo Alison Pill ("The Newsroom"), Harry Treadaway ("Penny Dreadful"), Isa Briones ("American Crime Story: Versace"), Santiago Cabrera ("Salvation"), Evan Evagora ("Newcomer") e Michelle Hurd ("Blindspot").

Nos Estados Unidos, a série estará disponível exclusivamente na plataforma online do canal CBS, a CBS All Access.

A série original "Star Trek", transmitida de 1966 a 1969 e exibida até os dias de hoje, é um marco na história da ficção científica e uma das mais bem sucedidas franquias do gênero, que rendeu inúmeros filmes para cinema, spin-offs e uma série de produtos derivados.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.225,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo