1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sombra Negra sobre o Grande Rio

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por marktl82, 1 Abr 2010.

  1. marktl82

    marktl82 Usuário

    Primeiramente, gostaria de me desculpar caso o assunto desse tópico já tenha sido debatido. No entanto sou novo neste fórum e em uma busca rápida de 5 páginas anteriores não encontrei nada semelhante.

    Pois bem, com as considerações inicias feitas, estou agora relendo O Senhor dos Anéis após uns 10 anos e descobri o quanto tinha me esquecido. Mas o motivo da abertura desse tópico é uma dúvida que surgiu enquanto lia A Sociedade do Anel.

    No momento em que a comitiva deixa o último refúgio seguro de Lothlórien, existe toda uma viagem realizada com os barcos élficos. Em determinado momento, eles são atacados por Orcs posicionados na margem leste do rio. Devido a noite já ter se abatido, é sabido que o ataque obteve pouco sucesso, tendo como maior perigo uma flecha ricocheteada no colete de Frodo. Pois bem, em determinado momento, uma sombra negra se abate sobre a comitiva, tendo o formato de alguma ave (pelo que pude entender, era uma águia).

    Legolas no começo chega a pensar se tratar de um novo Balrog, mas Frodo descarta essa possibilidade. No entanto, não existe o complemento desse raciocínio, pois Frodo não chega a dizer, mesmo sabendo, que criatura era. No começo cheguei a pensar que talvez se tratasse de algum Nazgul em sua montaria alada. No entanto, em "As Duas Torres", Grishnákh diz que o mesmo não iria se aventurar depois do Grande Rio, e que sua função seria exclusivamente para a guerra e outras cositas más.

    Então minha dúvida retornou, o que seria a tal sombra negra que foi rechaçada com a flecha de Legolas? (espero que não tenha me confundido hehehe)
     
  2. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Sempre achei que fosse um nazgûl, e assim acredito até hoje, pois as movimentações naquela região, embora parecesse um deserto, na verdade estava em constante movimento de tropas vindas de Mordor e de Dol Guldur.
     
  3. Gui.

    Gui. Usuário

    Era , com toda a certeza, um nazgûl em uma das suas montarias aladas. A montaria foi abatida, mas o nazgûl não.

    Lembrando, nazgûls eram indestrutíveis a menos que o Anel fosse destruído.
     
  4. Meneldur

    Meneldur We are infinite.

    Não eram indestrutíveis, tanto que Éowyn matou um.
     
  5. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Sim, vc tem razão.

    Talvez o Gui quisesse dizer indestrutíveis no sentido de que mesmo caindo com a besta alada de centenas de metros de altura, tal queda não seria motivo de matar o nazgûl.
     
  6. Tuor

    Tuor Usuário

    marktl82, a única coisa em que penso é naquela montaria alada dos nazgûl. É até possível que se pense outra coisa, mas que coisa seria essa que nem ao menos na Guerra do Anel foi usada? Se fosse outra coisa grande e que traz medo, duvido muito que Sauron dispensasse. Só se conclui que seja um nazgûl mesmo.

    Grishnákh deve ter ficado com medo de virar o almoço do alado. :lol:
     
  7. Hum... muito tempo que não posto, muito tempo que não releio meu SdA. Mas me veio uma imagem do filme, que não é essa cena, mas que um bando de pássaros passam por sobre a comitiva como uma nuvem negra.
    Pensando no que foi dito no primeiro post e sabendo que o Legolas não reconheceu a forma, nem o Frodo passou mal (acho tudo isso pelo o que li que vocês escreveram, não me lembro realmente dessa passagem exata no livro). Imaginei que poderia ser uma águia gigante ou outro animal alado que estivesse sobrevoando a região para contar as novidades para o Sauruman... pois me parece razoável que o Frodo tendo conversado com o Gandalf soubesse de sua desconfiança sobre Sauruman.
    Ok, não lembro, não fui lá no livro conferir:roll:, mas é uma hipótese, se fatos que estou ignorando rebatem essa hipótese não deixem de postar!
     
  8. zorba

    zorba VAI CORINTHIANS!

    não, essa parte do "filme" é quando eles estão se decidindo sobre atravessar Caradharas ou passar por Moria....
    e essa nuvem negra, na verdade são pássaros negros que vem de Isengard para espioná-los, como vc mesma disse.....
    inclusive a parte do filme que o Boromir ta treinando os Pequenos é mtp hilária....:yep:.....

    quanto ao relato sobreo livro, creio que devia ser um Nazgûl mesmo...
     
  9. Biorn

    Biorn Fiz uns rock's com Iluvatar

    Voto em Nazgul \o É a teoria mais sensata ao meu ver. O orc poderia achar que eles não passassem por lá, mas o que um orc sabe das andanças dos servos mais poderosos do inimigo? Não creio que ele fosse importante o bastante pra isso, me parece que ele estava simplesmente dizendo por experiencia propria naquele local de que nunca vira um Nazgul passar por lá antes.
     
  10. angiuli

    angiuli Mentallion

    Também interpretei por ser um nazgûl, mas por não ser explicado diretamente fica a dúvida.

    Seria essa uma nova "asa de Balrog"?
     
  11. Biorn

    Biorn Fiz uns rock's com Iluvatar

    O mal toma varias formas, meu amigo :P
     
  12. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Sim, era um nazgûl que sobrevoava a região do Anduim. Lembrem-se de que os Nove haviam perdido seus cavalos na travessia do rio Bruinen e já estavam utilizando uma nova montaria. Agora, que bicho era, não arrisco um palpite. Sabe-se que era mortal pois caiu após a flechada de Legolas.
     
  13. §Sarah§

    §Sarah§ A Lua que encobre a noite...

    Creio que fosse o Nazgûl mesmo, embora a ideai de alguma criatura desconhecida seja realmente interessante e legal heheh^^
    Mas pelo fato da parte em do Frodo, em que se refere no livro, mencionando que ele
    "...teve uma sensação gelada e mortal na região do ombro, como a lembrança de um velho ferimento..."
    Me perguntei se seria sobre aquele ferimento causado pelo nazgûl...mas bem que no começo fiquei entre meio por causa desse trecho
    "...uma forma escura, como uma nuvem mas que não era uma nuvem, pois movia-se muito mais rápido..."
    Mas presumo que fosse mesmo um nazgûl. =/
     
  14. Gui.

    Gui. Usuário

    Célio:

    Não acredito que a Éowynn tenha realmente matado o Rei dos Bruxos. O que, na minha opinião, ela fez, foi aleijá-lo tanto que ele não pudesse mais tomar forma. Mas, matar, acho que só destruindo o Anel!
     
  15. darth-zemnas

    darth-zemnas Hearts scarred by envy

    creio que ele tenha morrido mesmo pois...

    Sendo um Nazgûl ou não,ele era Humano,sua alma ainda era terrena,estava apenas corrompida pelo poder de Sauron,e do anel que em seu dedo ele carregava.
    sua alma não exercia poder suficiente para se manter como a de Sauron,mesmo morto fisicamente seu espirito continuava vivo.
    o maximo que numa Grande hipótese a alma dele conseguiria seria ser uma alma atormentada,um Banshee,um espirito agourento,mas nada que tenha relacionamento com o anel apenas pelo fato dele ter morrido após tantos atos de maldade (afinal sendo um ringwraith ou nao, uma hora sua alma teria que pagar pelos seus atos!)

    ( dessa vez conseguiu ler e nao teve preguisa gui?)
     
  16. Meneldur

    Meneldur We are infinite.

    E não é essa a definição de 'morto' para um homem? Alguém impossibilitado de ter um corpo?
     
  17. Yullia_

    Yullia_ Miss Gabriela Vanessa

    Eu acho que ela pode sim te-lo matado.
    Afinal, como ja disseram, ele era um homem corrompido, mas ainda era um homem.
    Tudo que vive, morre.
     
  18. Gui.

    Gui. Usuário

    Pois não, Célio.

    Sauron estava impossibilitado de tomar forma novamente, depois da destruição do Anel, mas ele não estava morto , não é mesmo? Estava totalmente arruinado, desfigurado, enfraquecido e mutilado, mas não estava morto.

    Não acredito que o Rei dos Bruxos tenha realmete morrido. No máximo , aconteceu com ele o mesmo que aconteceu com Sauron.

    Eu acho que ele só "morreu" porquê o Merry deu um gigantesco dano nele, já que a espada númenoriana estava cheia de magias para a destruição do Rei dos Bruxos. É dito que ele jamais havia sofrido tão grande dano, "rasgando tendões invisíveis," etc.

    E não acredito que o Rei dos Bruxos preservasse qualquer traço de humanidade. Ele havia virado totalmente um espectro, e nem se lembrava o próprio nome ( Que nem a Boca de Sauron.) Por isso, não acho que a gente poderia aplicar os critérios de "morte humana" para ele e para os nazgûl!


     
  19. angiuli

    angiuli Mentallion

    Se não me engano, o Rei Bruxo e os outros nazgûls foram para uma espécie de "limbo", juntamente com Sauron; e então retornariam na Dagor Dagorath.
     
  20. Meneldur

    Meneldur We are infinite.

    O caso de Sauron é diferente do caso do Rei-bruxo. Sauron, como Ainu, não pode 'morrer', porque o fëa não precisa de um corpo para agir. O espírito dele é naturalmente desencarnado. Com ou sem corpo, pouca diferença há para um Ainu (embora no caso de Sauron a dependência corpo-espírito tenha se tornado grande). Essa questão é importante na definição de 'morte'. Um Ainu, enquanto ainda lhe restar poder, pode voltar (mesmo se ele estiver acabado, pode recuperar o poder e fazer um novo corpo, como diz Tolkien sobre Morgoth).

    Se formos analisar bem, o que aconteceu com o Rei-bruxo foi essencialmente o mesmo que acontece a qualquer outro homem quando morre: perde o seu corpo, o seu único modo, única chance de interagir com o mundo. Mesmo que o espírito do Rei-bruxo fosse impedido de ir a Mandos, ele não pode interagir com ninguém.
    Quanto a isso eu concordo: devido à 'mágica' do Rei-bruxo, era muito difícil matá-lo.
    Discordo. O Rei-bruxo mantinha a principal caracteística humana: o espírito, diferente dos espíritos de outras raças. O que define a raça não é o corpo que ela habita, mas o espírito. E como o espírito é imutável, uma vez nascido com o espírito de homem, para sempre espírito de homem, por mais desfigurado que o corpo e a mente estejam. Essas questões de morte dependem muito mais do espírito que do corpo.

    Assim, como o espírito dele não mudou, morre como qualquer homem.
     

Compartilhar