1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

SOBRE MINHA REPULSA AO HOMEM QUE NÃO LÊ (Janer Cristaldo)

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por imported_Raphael, 9 Jan 2009.

  1. imported_Raphael

    imported_Raphael Usuário

    http://cristaldo.blogspot.com/
     
  2. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Nossa!
    Conheço tantas pessoas (na faculdade, inclusive) que não lêem, nunca leram e proclamam isso com orgulho! ¬¬
    Acho que pra eles, ler, adquirir cultura, é coisa de otário, de quem não tem o que fazer...
    Mas isso é muuuuito comum!
     
  3. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    O gde problema é q temos uma cultura de informação e não de formação.
     
  4. Anica

    Anica Usuário

    Pior no meu caso. Eu vira e mexe chego com um livro novo embaixo do braço quando vou dar aula, e meus alunos sempre reparam nisso. E eu sempre escuto coisas do tipo "Teacher, você é louca. Ler livro é muito chato!" ou ainda "Eu só leio o que a professora manda!" (o que outro invariavelmente responde, cheio de orgulho: "Eu nem isso leio!"). Todos alunos de escolas particulares muito bem educados pelos pais. A velha história de que não é só o dinheiro que faz parte da equação da falta de hábito de leitura no Brasil.

    Ouch. =/
     
  5. [align=justify]
    Verdade.Eu estudei em escola particular ate os 14 anos.E a Biblioteca vivia empoeirada porque ninguém ia.Pior: a Escola tinha uma Biblioteca Maravilhosa que ninguém usufruía, e coitada da professora de Português que tentava em vão fazer com que os alunos lessem.A questão é cultural mesmo, no nosso país, fica aquela impressão que quem lê é nerd, e tá perdendo tempo na vida...[/align]
     
  6. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    E ainda tem a questão de que aqui todo estudo, ou algo que chegue perto de ser um estudo, só é bom se for "útil" pra vida da pessoa, o que na maior parte das vezes não é. Meu namorado é analista de sistemas e o que eu ouvia de alguns colegas de faculdade dele é que ler é inútil, não vai levar a lugar nenhum, então pra que ler? Bom, pra um analista de sistemas, que só vai lidar com softwars e afins a vida inteira, ler realmente não tem utilidade prática - e daí vem a repulsa de alguns que se orgulham disso.

    Outros não foram bem estimulados - ou em casa, ou na escola, ou em ambos - a ler. O que é comum é os pais não darem o exemplo, não estimularem, e os próprios professores não estimularem - pq eles próprios não lêem, como foi dito aqui. Geralmente quem gosta de ler foi estimulado desde pequeno, não é todo mundo que, a partir de leituras obrigatórias da escola, se estimula a ler.

    Eu não tenho repulsa a quem não gosta de ler.Eu simplesmente não consigo conversar com uma pessoa assim, o papo não flui.

    Eu fico chocada é quando um professor não uma biblioteca mínima em casa, isso sim me choca. Que não seja enorme, vá lá, manter uma biblioteca muito grande é muito caro (por conta do espaço que exige) - e sempre existe a possibilidade de ser sócio de algumas bibliotecas e pegar livros emprestados qd for necessário . Mas pelo menos um cômodo da casa destinado a livros, acho que todo professor tinha que ter... =p
     
  7. Tilion

    Tilion Administrador

    Esse negócio de "não serve pra nada" é provavelmente a desculpa mais idiota dessas pessoas. Gostaria que elas me dissessem, então, para que serve assistirem jogos de futebol e novela ou ouvir música, por exemplo. No que fazer essas coisas as ajuda em suas profissões? Em praticamente 100% das vezes não ajuda em nada, mas ainda assim elas continuam com essas práticas. Porque essas práticas as entretêm. E é a mesma coisa com a leitura.

    A pessoa não precisa trabalhar com literatura para ver a aplicabilidade de uma leitura. Ler, além de divertir, faz com que a pessoa melhore seu vocabulário, o que se reflete na própria escrita; faz com que ela adquira mais cultura, conhecimento sobre coisas diversas que não teria só vendo tv; desenvolve (ou pelo menos deveria desenvolver, isso já vai da capacidade de cada um) o senso crítico sobre variados assuntos - em suma, ensina a pessoa a pensar.

    "Pouca" coisa, não?

    E, como a Cein, não consigo conversar com gente que não lê. E nem é pelo fato de não poder conversar sobre livros com essas pessoas, mas por ficar claro que não se pode conversar sobre mais nada com elas, que costumam ter argumentos pífios (quando os têm) sobre qualquer outra coisa.
     
  8. Isso é fato.
     
  9. sammynewton

    sammynewton Usuário

    Você resumiu tudo o que poderia ser usado de argumentos em poucas palavras Tilion, perfeito.

    A diferença de quem lê para quem não tem o hábito só fica evidente na hora do indivíduo se pronunciar sobre algo. Quem não lê, não consegue formular um texto de forma coerente, falta-lhe literalmente conteúdo e discernimento.

    O resultado? Declarações imbecis como as citadas pela autora do artigo vindas da figura máxima do Estado brasileiro. Incrível, cada vez que ele abre a boca sai uma dessas pérolas.

    Claro que existe muito sensacionalismo na mídia, mas ignorar as notícias não vai resolver os problemas da crise, nem evitar que soframos as consequencias dela.
     
  10. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Essa citação é ótima mesmo, genial.
     

Compartilhar