1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sobre a cartilha "Politicamente Correto"...

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por str1ker, 6 Mai 2005.

  1. str1ker

    str1ker Usuário

    -->
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Pra quem tiver preguiça de ler, trata-se de uma cartilha organizada pelo subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Perly Cipriano, que segundo o site, "reúne 96 palavras, expressões e piadas consideradas pejorativas e que revelam generalizações e discriminações contra pessoas ou grupos sociais".

    Entre outras coisas, foram incluídas expressões como "a coisa ficou preta", atribuindo à cor preta, que significa, na frase, ruim, origem racial. Que eu me lembre, existe desde Gênesis a oposição Trevas x Luz, Preto x Branco, Mal x Bem. Além do fato de que a pessoa que diz tais expressões "preconceituosas", normalmente diz por hábito, e nem passa pela sua cabeça estar proferindo palavras preconceituosas.

    Pra finalizar, eu penso que é de um extremo preconceito.... contra os brancos. Seguindo a lógica da cartilha, a expressão "deu um branco" dá idéia de que todos os brancos são uns desmemoriados imbecis. Bem como "preto no branco" sugere dominação sexual dos pretos sobre os brancos. "voto branco" indiferença dos brancos quanto à política, e etc.

    Se é pra fazer a besteira, faça-a completa, IMO.


    E vocês, o que acham?
     
  2. ombudsman

    ombudsman O Eto'o brasileiro

    Faço das minhas palavras as do Joao Ubaldo Ribeiro.

    "Não podemos aceitar esse delírio totalitário, autoritário, preconceituoso (ele, sim), asnático, deletério e potencialmente destrutivo -- e, o que é pior, custeado com o nosso dinheiro”
     
  3. Denethor II

    Denethor II Pontífice Inquisidor de Gondor

    Se vc perceber, na edição de sabado da folha mostra que o lula comete varios desses erros, incluindo o termo "palhaço", "ladrão", "deficiente", "burro"...
    Ele tira a propria autoridade da porcaria
     
  4. Cara, eu acho isso uma palhaçada, diversas expressões já se tornaram incrustradas na língua e a muito perderam seus originais sentidos, passando a fazer parte da língua e, portanto, da identidade cultural do povo brasileiro, não importa se o modo como elas surgiram é preconceituoso ou não, desde que não o seja mais atualmente.
     
  5. Snaga

    Snaga Usuário não-confiável!!!

    Eu achei isso uma palhaçada. No Brasil já sensuraram de tudo e agora vão sensurar a nossa língua, nosso modo de falar?? :disgusti:
     
  6. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Isso tudo foi pra tentar conter as formas "hostis" de tratar com pessoas que sofrem de alguma forma de preconceito. Mas atacar a língua portuguesa ñ é o ponto ... Náo vai adiantar nada!
     
  7. vassily

    vassily Usuário

    A maneira como se tem tentado combater o racismo eh bem mais racista que o racismo que realmente existe !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Vide cotas e afins, além da supervalorização se expressões como as que vc citou.
    Acho que isso se mantido pode gerar uma profunda crise racial, porque, pelo menos eu, acho ridiculo o fato de alguém usar uma camisa 100%negro e ser adorado, enquanto outro usando uma 100%branco ser linchado e/ou preso ! Isso estendo para quase todas as formas do dito "orgulho negro" , se inventasse para cada um desse tipo de manifestação racista, um contrário branco, imaginem ?
     
  8. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Ora, isso é verdade .. muito bem colocado, IMO.
    Desconheço, por exemplo, músicas brasileiras de orgulho branco, etc ... Só de orgulho negro. As cotas tb ... a próprias sociedade/autoridade tem uma visão polêmica de raças, e faz uma clara distinção e segregação.

    Obs: as cotas tornam o Brasil um dos países mais racistas do mundo, pois faz uma distinção legal e educacional de negros e brancos
     
  9. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    :clap:

    Com todo respeito, mas aonde está o problema?

    Calma.

    Pra sabermos aonde está o problema seria mais que normal que soubessemos sobre o que exatamente estamos falando.

    A cartilha foi elaborada com um público alvo, sim, ao contrário do que saem espalhando aos quatro ventos... O público? Ora, jornalistas, pessoas que lidam com a comunicação, etc...

    Agora, quem sabe pensemos um pouco... o que é o CERTO, moralmente e éticamente falando.

    Eu consideraria um absurdo um jornal qualquer sair usando termos "chulos" como esses e por isso não tiro a razão da tal cartilha. O que não se entende é que em um meio de comunicação, um termo como "macaco", pode ter amplitude 10 vezes maior do que o mesmo termo dito ao seu melhjor amigo em tom de descontração, ou ainda o mesmo cantado na voz de algum pagodeiro.

    O que falta aí é diferenciar justamente o politicamente correto da balbúrdia. Nem tudo é festa, descontração, etc... em tanta luta por menos preconceito aparecem de tudo quanto é lado opiniões infundadas sobre algo que só visa cultivar o respeito, notem que não é "obrigar", mas sim "cultivar".

    E isso não tem relação alguma com censura, por favor. :roll:
     
  10. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Bom, eu estaria muito mais interessado em igualdade. Acho q a maioria dos negros não liga pro passado escravo deles, mas sofrem muito mais com o preconceito contemporâneo;
     
  11. str1ker

    str1ker Usuário

    Isto é uma tentativa de ironia, certo?
     
  12. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    O racismo não foi a razão para a escravidão, por isso não há sentimento de culpa da parte da raça branca. Era uma necessidade (ou quem sabe uma opção) para a época mercantilista, absolutista, enfim ...
    Com o advento do imperialismo, segunda revolução industrial e as mudanças do século XIX, essa necessidade foi morrendo ... É mais uma questão histórica do q propriamente racista.
     
  13. str1ker

    str1ker Usuário

    Isso é o mesmo que matar um garoto cujo pai cometeu um crime. Você faria isso?
     
  14. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Bobeira. Para que o racismo não exista mais, é necessário que se chame a pessoa negra de negra, tirando os aspectos negativos da expressão. Afinal, a ligação entre palavra e significado depende unicamente de nós.
     
  15. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    É?

    E como se tira o tom pejorativo da palavra que foi enraizada com esse sentido na nossa cultura?
     
  16. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Francamente, não sei. Só sei que chamar de afro-brasileiro não vai ajudar muito.

    Isso seria na verdade um processo de anos, talvez séculos. Mas podia ser começado agora, não é mesmo?
     
  17. Beriadar

    Beriadar And I will see it all before

    Imagino, como muita gente aki já citou, que o racismo não está ligando meramente com as palavras e seus sentidos. Que cada um fale o que quiser, usando o termo que quiser. O que vale é eliminar este sentimento da sociedade ...
     
  18. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    O ruim é que muitas vezes o próprio "discriminado" em questão acaba querendo ser "privilegiado", ou não ser chamado de certas coisas.

    Fugindo um pouco do exemplo do negro e usando o da mulher: tem mulher que acha cômodo ela receber a pensão, mesmo trabahando fora e podendo se suastentar bem. Pôxa, isso é quase um atestado de que a mulher é incapaz de se manter! :|
     
  19. vassily

    vassily Usuário

    Essa pergunta é realmente muito dificil de se responder, mas afirmo que não será com essas medidas tomadas pelo nosso governo contra o racismo elas só vão contribuir para a criação de um sentimento racista ainda mais profundo do que qualque um que exista em nosso país hoje.
     
  20. #Melian#

    #Melian# Usuário

    No dia da Abolição da Escravatura, nada melhor do que lembrar de que todos são iguais e que brancos e negros deveriam ser tratados da mesma maneira.
    Porém, ao invés de valorizar a igualdade, o governo acaba por valorizar ainda mais as diferenças ao enfocar termos considerados pejorativos apenas por lembrar algo ou alguém oprimido no passado ou nos dias atuais, como judeus e homossexuais. Desta forma, fazem com que as diferenças aumentem, pois demonstram apenas que os que "merecem" ter alguma gíria maldosa intrincada em seu nome ou em sua raça são realmente a minoria oprimida, e não todas as pessoas da sociedade.
    Ou alguém aqui acha que as pessoas andarão com essa cartilha no bolso e se repreenderão ao falar algo como bêbado ou judeu, palavra que por sinal não deveria ser pejorativa, já que se refere a um povo, a uma cultura, e não a algo vergonhoso ou sujo.
     

Compartilhar