1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sistema CODA

Tópico em 'RPG' iniciado por Patrício Silva, 17 Jun 2017.

  1. Patrício Silva

    Patrício Silva Usuário

    Olá a todos! Sou novo no fórum e tenho muitas dúvidas sobre SdA. Por exemplo: a região de Harad e Rhûn foi descrita de forma concisa pelo mestre Tolkien ou foi invenção de fãs? Tipo a Dark lands?
    Agradeço a oportunidade e abraço a todos!!!!
     
  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    De punho de Tolkien, infelizmente inexistem dados detalhados e aprofundados a respeito de Rhun e Harad.

    Segundo o material deixado as histórias dos livros ("O Hobbit", "Senhor dos Anéis", Silmarillion, etc,) são descritas a partir de um ponto de vista "elfocêntrico" em que outros povos (homens, anões, hobbits, ents, etc) apareçam apenas como convidados em um palco aonde são descritas apenas as regiões habitadas pelo elfos mais notáveis.

    De sorte que a região compreendida entre a Montanha Solitária e Beleriand estão geograficamente a oeste e norte de Arda que são as áreas aonde os principais inimigos dos elfos (Melkor e Sauron) se instalaram para atacá-los.

    No máximo uma estimativa de mundo chegou a ser feita no Atlas da Fonstad mas nada aprofundado ou além dos livros é descrito sobre essas regiões.

    Normalmente, em projetos recentes para outras mídias uma pessoa é contratada para preencher de maneira não oficial/extra-canônica e da forma mais camuflada possível certas lacunas deixadas pelo autor.

    Esse tipo de coisa ocorreu com o idioma dos Orcs nos filmes do Hobbit em que o idioma não havia sido completado por Tolkien e pediram para alguém fazer as construções e frases.

    Gandalf expressa o baixo interesse do autor por certas áreas ao dizer que "para o leste eu nunca vou".

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  3. Patrício Silva

    Patrício Silva Usuário

    Cara, valeu mesmo!
    Estava pensando em usar essas regiões como palco central de uma crônica de RPG (sistema CODA). Talvez esse mapa ajude com alguma luz.
    Abraço!!!!
     
  4. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    De nada, para campanhas os mapas do Atlas são interessantes porque em áreas não descritas por Tolkien a autora estima com bases críveis da profissão dela "educated guess" como se diz já que a autora é geóloga. É útil porque se não me engano o Tolkien teve que ler manuais de marchas militares na época da guerra com os tempos de deslocamentos entre regiões e para descrever os movimentos do personagens entre as paisagens isso era requerido.

    Comparando com nosso mundo, sobre o qual muito da terra média foi erguido, culturalmente e etnicamente falando, é possível colocar o condado mais ou menos ali na região do Reino Unido. Quer dizer, indo para para o leste e sul, depois de passar pelo leste europeu ou península ibérica se adentra em regiões aonde as pessoas tem a pele e os cabelos mais escuros e por aí vai. Inspiração para referências visuais semelhantes para povos orientais e sulistas são encontradas em trabalhos de quadrinhos também tipo do Howard com o Conan. No mapa do continente Hiboriano o oeste e norte é uma região mais caucasiana e Tolkien vai na mesma toada.
     
  5. Patrício Silva

    Patrício Silva Usuário

Compartilhar