1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sir Gawain and the Green Knight - Quem tem ????

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Enerdhil, 9 Mai 2004.

  1. Enerdhil

    Enerdhil Usuário

    Estou fazendo um levantamento das diversas edições do Sir Gawain and the Green Knight (que aparece em diferentes coletâneas de trabalhos de Tolkien) para verificar a propagação de um erro. Quem tiver acesso a essa obra, peço postar aqui a referência bibliográfica (título da coletânea, editora, local, ano, edição - se caso) e a informação se o texto está correto ou errado, abaixo seguem os detalhes:

    Na sua tradução (com Gordon) do SGGK, Tolkien usou uma palavra do inglês medieval (tressure - uma espécie de rede para prender os cabelos, oriunda de tressour), que na minha edição do SGGK (SGGK, Pearl, Sir Orfeo, Ballantine Books, New York, 1975 - edição "pocket book" em brochura) foi composta como 'treasure' na estrofe 69:


    But the lady in love-making had no linking to sleep
    nor to disappoint the purpose she had planned in her heart;
    but rising up swifly his room now she sought
    in a gray mantle that to the groun was measured
    and was fur-lined most fairly with fells well trimmmed,
    with no comely coif on her head, only the clear jewels
    that were twined in her
    tressure by twenties in clusters;
    her noble face and her neck all naked were laid,
    her breast bare in front and at the back also.


    Nesse verso, a palavra em destaque aparece como treasure, um erro de digitação ('s' e 'a' são muito próximos nos teclados) e/ou de revisão (já que cita jóias, pensou num tesouro - 'treasure').

    Há um ensaio de Tolkien sobre o SGGK, uma palestra ministrada na University of Glasgow, 15/4/1953, com o mesmo título e publicada na coletânea de ensaios "The Monster & the Critics and other Essays" (minha edição é da Harper Collins Paperback, London, 1997). Neste ensaio Tolkien descreve vários trechos do poema traduzido e inclui parte (com a grafia correta) dos versos acima listados (p.85).

    [Adendo: a influência desse trecho do Sir Gawain no SdA é vista na descrição de Arwen em Rivendell, que usava um adorno entrelacado de jóias nos cabelos. ]

    Enerdhil
     

Compartilhar