1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Série Darkover (Marion Zimmer Bradley)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Amaris, 25 Mai 2004.

  1. Amaris

    Amaris Usuário

    Alguém já leu a série Darkover da Marion Zimmer Bradley? Em português existem mais de 15 livros e os primeiros são os melhores.
    Eu adoro a série...
    Alguém já leu algum livro? O que achou?
    bb
     
  2. kilson Viegas

    kilson Viegas Usuário

    Eu ja li alguns livros da Serie mais o q mais gostei foi "Chegada em Darkover" q e o primeiro livro da serie explica muito sobre a futura cultura da sociedade Darkovana.
     
  3. Dwarven grunt

    Dwarven grunt Usuário

    Eu li A Casa de Tendara, e gostei muito, mas é preciso ter estomago pra ler esse livro, não é qualquer um que gosta de livros com tanta ficção entre outras coisas.
     
  4. Swanhild

    Swanhild Usuário

    He he. Não sei porque foi que eu nunca abri um tópico sobre essa série, pois me interessei bastante por ela antes de conhecer Tolkien.

    Dos livros eu só não li Os Herdeiros de Hammerfell, A Canção do Exílio e Traitor´s Sun (que até onde eu acompanhei a série não havia sido traduzido para o Português). Fiquei sem ler esses dois últimos porque depois de ler Shadow Matrix, cheguei à conclusão de que não valeria a pena ler os outros dois livros dessa fase mais recente: a Adrienne Martine-Barnes descaracterizou completamente a série neles. E Os Herdeiros de Hammerfell é considerado o livro mais fraco da série. Também li várias das antologias. Foi através dos fãs de Darkover e do trabalho deles na Internet que eu cheguei até Tolkien.

    Dos livros os que eu mais gostei foram A Herança de Hastur (claro :obiggraz: ) e o Exílio de Sharra. Aliás esses dois livros, pelo que eu me lembro, foram os únicos em que a Marion teve a decência de não fabricar inconsistências entre um livro e outro como forma de incentivar discussões (sinto se alguém discorda dessa visão, mas as inconsistências entre os livros são tantas que me parece impossível não pensar nisso... tipo, será que a Marion não consultava os livros anteriores quando ia escrever um novo?...). Dos demais, gostei de Forbidden Tower, A Casa de Thendara, A Corrente Partida e StormQueen. O Sol Vermelho é legalzinho (Kennard :grinlove: ) mas talvez seja o que tem a história com mais furos dentre toda a série; impossível não honrar o livro por esse "mérito" :mrgreen:. Antipatizei em particular com Dois para Conquistar (muito parecido com Brumas e a Melisendra chegou a me fazer pensar, em dado momento, que afinal de contas, Bard tinha um pouco de razão :disgusti: ). Do material das antologias o que eu mais gostei foi a história da Rohana Ardais, contada em Bride Price e Everything but Freedom. (Essas duas histórias são do nível de Herança e do Exílio; pra quem curte a série eu mais do que recomendo a leitura. Tá, eu sei que é um saco achar esses livros; já era difícil antes de a Marion falecer, eu imagino agora. Os meus eu cansei de procurar no original e acabei comprando na edição francesa; hoje eu tenho as antologias tanto em Francês quanto em Inglês.)

    Sobre a série como um todo. Bem, como a primeira série de fantasia que eu acompanhei, é difícil não guardar um certo carinho; fora que foi por causa dela que eu conheci os livros de Tolkien. E a despeito dos limites que eu vejo e via nela, eu ainda respeito a consistência que a Marion manteve das motivações e dos temas da série, que ela desenvolveu durante tanto tempo (e nesse sentido deploro o trabalho da Adrienne nos livros mais recentes, por ela ter depurado a série de seus temas mais característicos e praticamente a ter transformado numa novela gringa antiquada). A Herança de Hastur em particular é um daqueles trabalhos que me fazem parar e imaginar o prazer que a escrita do livro deve ter dado ao autor. Gosto muito da história e do modo como ela é apresentada; da maneira como a amizade e o impasse entre Lew e Régis é colocado e na importância dessa amizade e desse impasse para a história. Apesar dos limites da Marion como escritora, a história em si é boa e eu bem gostaria de saber como ela teria ficado na mão de um autor mais consciente do estilo.

    Bom, é isso. Escrevi bastante. Sobre os posts de vocês, alguns comentários:

    Amaris, creio que os melhores livros da série estão entre os que foram publicados de 1975 a 1983: de Herança de Hastur até A Casa de Thendara. Os primeiros, tanto em ordem de publicação quanto na ordem cronológica dentro da série, não me parece que sejam os melhores. Esses livros são, pela ordem de publicaçao, A Herança de Hastur, A Corrente Partida, Forbidden Tower, StormQueen, O Sol Vermelho (segunda versão), Dois para Conquistar, O Exílio de Sharra, A Dama do Falcão e A Casa de Thendara.

    Sem dúvida esse é um dos livros mais informativos da série. Mas o que é mesmo digno de nota são as tosquices que os caras fazem quando o Ghost Wind sopra. Eu rachei o bico em várias dessas partes. Mas fora isso acho o livro fraco.

    A série tem vários problemas, mas não acho que a fantasia esteja entre eles. Muito pelo contrário, vejo esse como um dos pontos positivos da série. Darkover tem uma temática, uma personalidade definida, e isso é algo positivo; e tem profundidade também. Para quem conhece por exemplo a estrutura de tempo do legendário tolkieniano (com a divisão em eras e contextos diferentes em cada era), Darkover tem algo semelhante, se bem que muito menos desenvolvido do que no Tolkien. Se esse material tivesse sido trabalhado por um autor de estilo mais refinado, poderia ter dado uma boa série.

    Agora, sim, tem coisas em Darkover que requerem um certo distanciamento. Mas aí a questão já é mais pessoal, não acho que tenha a ver com méritos ou deméritos dos livros em si.
     
  5. Lisavieta

    Lisavieta Usuário

    Há uns 3 anos trás eu lia essa série louca e desesperadamente :lol: O meu preferido é Os Destruidores de Mundo, agora eu num lembro direito de todos os personagens, mas eu lembro que mostra o Regis Hastur de a Hernaça de Hastur depois da luta contra Sharra, tem vários persnogens terráqueos, mas eu num lembro os nomes...eu sei que fala da salvação da raça dos telepatas.... tem um site que tem a cronologia completa em portug"^es, mas eu num sei o endereço procura por Darkover no google em português q vc acha....
    Accho q o mais importante na série é a parte psicológica....e convenhamos a série cheira a auto-ajuda, ou como se diz : experiência interior...cof cof...
     
  6. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Os Destruidores de Mundos é podre. Muito tosco aquele livro, mesmo levando em conta o contexto da série. :disgusti:

    E creio que 'experiência interior' é justamente um dos subtítulos da edição brasileira. Até aí, nenhum problema. 8-)
     
  7. Burzum

    Burzum Usuário

    Vou entrar nessa discussão apenas para pedir uma ajuda. Tenho vontade de conhecer melhor essa série, então gostaria de saber se tem um bom site sobre isso, onde eu possa achar informações. Tipo um valinor de Darkover :obiggraz:. Se alguem puder me ajudar eu agradeço.

    São quantos livros? E não entendi esse negócio de antologias que a Swanhild disse. Antologias seria uma reunião de estórias não é? Então quer dizer que existe estórias curtas sobre Darkover? Tipo contos? Eu pensei que fosse apenas estórias longas.

    Um abraço.
     
  8. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Esse é o site que eu consultava quando estava acompanhando a série, há uns seis anos atrás. Ele não é atualizado há um bom tempo, mas é bem completo (veja especialmente os resumos de cada livro e os comentários do webmaster sobre cada um, que eram bastante representativos da opinião geral do fandom da série na época; o site é tb bom para quem não conhece a série mas tiver alguma curiosidade saber mais ou menos quais são os temas que ela trata). Infelizmente o site só tem versões em Inglês e Francês; tnha uma parte dele em Português mas parece que tiraram =[.

    A série Darkover são 22 livros ao todo, dois dos quais (O Exílio de Sharra e O Sol Vermelho de 79) são versões atualizadas de livros anteriores que a Marion publicou depois de Herança de Hastur (os motivos pelos quais ela fez isso ficam meio óbvios se se levar em conta o estilo dos livros que precederam a publicação deste). Mas fora isso ainda tem as antologias, que são 12 coletâneas de fanfics organizadas e publicadas pela Marion ao longo da década de 80. Nessas coletâneas tem tanto histórias escritas por fãs quanto histórias da própria Marion; naturalmente tem coisas que só são explicadas nessas histórias e não aparecem nos livros. Um exemplo são as histórias sobre a Rohana Ardais que eu mencionei no meu primeiro post e a história O Outro Lado do Espelho, que faz o link entre A Herança de Hastur e O Exílio de Sharra (essa história é considerada cânon apesar de não ser de autoria da Marion).

    Ah, e é a Swanhild, ok, Burzum? :)
     
  9. Burzum

    Burzum Usuário

    Muito obrigado caríssima Swanhild. E perdão pela gafe :D (que já concertei).
     
  10. Amaris

    Amaris Usuário

    Olá Swanhild,
    Que legal encontrar alguém que conheça Darkover tão bem assim!!! Não li todos os livros até porque é muito difícil achá-los. Gosto muito dos primeiros livros da série, para mim, continuam sendo os melhores. Os que envolvem principalmente os Hasturs, como Herança de Hastur, Destruidores de Mundos, e outros não me atrairam muito.
    Eu soube que haverá um lançamento de novos livros, com outra autora, seria essa a Martine-Barnes? Porque se ela for uma autora tão ruim quanto a Julian May que tentou desastrosamente continuar a série do Trílio, prefiro nem ler! A Marion faz muita falta e apesar dos erros em Darkover, que ela mesma assume, ainda continua sendo minha escritora favorita.
    Alguns sebos no centro do Rio têm alguns dos livros e sempre que passo e encontro um trago para casa, um dia ainda completo a minha coleção. bb,
    Amaris
     
  11. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Eu tou um pouco desatualizada, mas pelo que deu para ver aqui, parece que foram lançadas mais três novelas de Darkover desde a morte da Marion, como colaboração entre ela e uma das autoras que ela publicou nas antologias, Deborah Ross - ou Deborah Wheeler, para os mais antigos. Os nomes das novelas são:

    A Queda de Neskaya, 2001
    A Forja de Zandru, 2003
    Uma Chama em Hali, 2004 (agosto)

    Todos eles em Inglês (eu traduzi os títulos). Eu não olhei se existem traduções. O período enfocado é o dos Cem Reinos, o mesmo de A Dama do Falcão e Dois para Conquistar.

    Eu apostaria alguma coisa na Deborah Wheeler. As histórias dela que eu conheço das antologias são legais, bem próximas do cânon e com o feeling da série. A Adrienne em compensação creio que escreveu apenas uma história, e não das mais importantes.
     
  12. Arringa Hrívë

    Arringa Hrívë um papo e um bom chimarrão... Usuário Premium

    Basicamente,eu acho que tem hoje em dia,tem uns 20 livros em Portugal e lógico no Brasil,(traduzidos,prontinhos).
    Eu ja li quase todos os disponíveis,caçei em todas as bibliotecas da area.:lol:

    Tudo começa com:
    (Aqui há somente um livro não disponível,que é A DESCOBERTA,que ainda não consegui).
    *A Chegada em Darkover
    (onde tudo começou,quando darkover foi descoberto e como aconteceu,e ainda como foi que pessoas de outro mundo puderam viver em um sistema completamente diferente)
    A Era do Caos

    (Entre esses dois há mais uns três livros que ainda não chegaram a portugal e muito menos ao Brasil)
    *Rainha da Tempestade
    *A Dama do Falcão
    E eses dois aqui,é preciso ter estômago e estar aberto a novas esperiências,e nunca esquecer,Marrion sempre dá um final diferente do esperado.Fala de duas mulheres,mais especificamente de duas garotinhas,que rebelaram-se,seus poderes enormes fardos,e grandes responsabilidades.
    Os Cem Reinos

    *Dois para Conquistar
    *Os Herdeiros de Hammerfell
    Conta as inumeras guerras que houveram por causa das várias repartições que Darkover tinha,cem Reinos,uns apenas cabiam o castelo e nada mais.Divididos por linhagem e sangue,pelo poder de cada família,cada família um poder derivado de Hastur e Cassilda,ambos diferentes.
    Recontacto (Contra os Terrestres: A Primeira Era)

    (Essa é uma das minhas eras prediletas,adoro todos estes livros, são os meus preferidos,mas ainda a Dama do Falcão não perde,me apaixonei por ela)

    *A Corrente Partida
    *A Espada Encantada
    *A Torre Proibida
    *A Casa de Thendara
    *Cidade da Magia
    **Estrela do Perigo (reservei para este mês)
    Todos eles tratam de imensas reviravoltas,de grandes descobertas com o Laran,alguns poderes enormemente grandes,possíveis sem o uso da matriz*algo raro*,e ainda várias mulheres conquistantdo seu lugar,*isso parece um Dejavu,se repetindo,porem na ficção*.Darkover é um mundo machista,ja vou falando,só muda aqui,na história destes livros,o resto elas eram como cavalos,vendidas pela melhor linhagem de sangue.
    Após os Comyn (Contra os Terrestres: A Segunda Era)

    (Entre estes dois também ha livros que ainda não foram traduzidos,ou ainda uns que eu não encontrei nem para comprar,nem em bibliotecas)

    *O Legado de Hastur (ou A Herança de Hastur)
    *O Exílio de Sharra
    Nesta Era,os livros contam e mostram o verdadeiro poder da Matriz,o verdadeiro poder do sangue de hasrtur,porem não puro,mas mesclado com o clâ de Elhalyn.Mostra o que os Terráqueos realmente queriam,e mostra Darkover finalmente se rebelando contra as forças da democracia.*recapitulando,Darkover vivia sob o domínio de Hastur,a família de Sangue Real,no caso deles,a família que tem o poder de Hastur e Cassilda,os criadores(para nós são como Adão e Eva,porem com os poderes de Deuses,que criaram o mundo e as pessoas.Dependendo da interpretação de cada um aqui).Resumindo,os Hasturs,tem o maior e mais forte poder.
    (Era Igualmente boa e ainda mais reveladora).
    Para quem estiver interessado em saber da linhagem de sangue,pode ver aqui.
    Não é a melhor das fontes,mas eu conferi nome por nome citado na lista do Comyn,estão corretos.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 8 Ago 2010

Compartilhar