1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Série - A Roda do Tempo] O Olho do Mundo (Robert Jordan)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Clara, 11 Nov 2013.

  1. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Só fiquei sabendo dessa série porque o primeiro livro publicado no Brasil estava em promoção no site brasileiro da Amazon (Kindle).

    Robert Jordan (cujo nome verdadeiro é James Oliver Rigney, Jr) começou a escrever a série (The Wheel of Time) em 1984, e o primeiro livro O Olho do Mundo (The Eye of the World) foi publicado em 1990.
    Ao que parece o autor planejava escrever seis livros, mas acabou se estendendo por doze volumes.
    O autor faleceu quando começava a escrever o décimo segundo (e que seria o último livro da saga) e as anotações foram entregues a outro escritor e fã de Robert Jordan, Brandon Sanderson que acabou por desmembrar o último livro em três.
    A série ficou então composta por um total de quatorze livros.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    promete publicar todos os livros da série, dois por ano.
    A tradução parece ser bem cuidada, como a gente pode ver em parte da entrevista abaixo, com perguntas de fãs feitas para editora:

    E, ainda de acordo com a entrevista acima, que pode ser lida na íntegra
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , manterão as capas padrão da série, com o símbolo da Roda do Tempo:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    (Que olhando de longe lembram o Mickey. :lol: )

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    =================

    Sobre O Olho do Mundo (The Eye of the World) que acabei de ler na semana passada.

    Como foi escrito acima é uma série de fantasia, que se passa em um mundo próprio, com sua história e idiomas próprios.
    Então é claro que a comparação com Tolkien é inevitável.

    No começo da história confesso que fiquei bem incomodada, quase irritada mesmo, com as semelhanças de O Olho do Mundo com O Senhor dos Anéis.
    Trollorcs/ Orcs; camponeses adolescentes/hobbits; Campo de Emond/o Condado; Meio-homens/Nazgul; Lan/Aragorn; Magos (Istari)/Aes Sedai; Homem Verde/Barbárvore etc. (põe bastante etc, viu?).
    É muita coisa parecida. =/

    Mas se você conseguir deixar isso de lado e mergulhar na história penso que vale a pena ler as cerca de 800 páginas do livro (Tudo isso? Ler no kindle engana a gente mesmo!) porque Robert Jordan sabe escrever uma história de aventura. :yep:

    Principalmente nas partes de ação e/ou fugas; na descrição dos sonhos nos quais o Tenebroso (vilão maior da história) aparece pra alguns personagens, fica aquela vontade de não parar mais de ler, de saber o que acontece depois e essas coisas bacanas que a gente só encontra em boas histórias.

    A história de Olho do Mundo tem começo, meio e fim.
    Mas fica evidente que existe uma continuação, mesmo que o leitor não saiba que é uma saga, no final ele vai saber que tem continuação sim, ou melhor, precisa ter uma continuação.

    Tentei não inserir spoilers nas observações abaixo, mas se alguém não quiser saber nada, nada mesmo da história antes de ler, melhor evitar o texto que segue:
    .
    .
    .
    .
    .
    .

    Coisas bacanas: os sonhos com Ba´alzamon (o Tenebroso); a cenas de fuga e lutas; os Mantos-branco, espécie de cavaleiros Templários e Santa Inquisição (ao mesmo tempo); os amigos dos lobos; as Aes Sedai.
    Coisas chatas: personagens e situações tolkenianas demais; a Sabedoria (ô mulézinha chata!); as historias de amor (muito nhé, sem sal nem açúcar) algumas explicações sobre motivações de personagens bem mixurucas; e principalmente:

    o bocó do Rand nunca, em momento algum, perguntar o motivo de o símbolo da garça em sua espada causar tanto furor por onde ele passava.
    Moleque trouxa! :gotinha:
     
    Última edição: 11 Nov 2013
    • Gostei! Gostei! x 5
  2. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Comprei ontem o livro e comecei a ler hoje. As comparações com Tolkien são inevitávies, afinal, os volumes de HoMe são praticamente os pilares da Fantasia moderna. Até mesmo o vilarejo de Dois Rios tem uma mistura de Bri com O Condado.

    Hoje em dia, já não me incomoda mais essas semelhanças e o fato de já ter todos os volumes completos já é um alento para quem acompanha a saga da Guerra dos Tronos e fica a ver navios de quando o próximo será lançado :lol:

    E pretendo acompanhar essa saga, também.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • LOL LOL x 1
  3. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Queria saber se alguém me recomenda comprar a edição em português da Intrínseca. Tô com medo de acontecer com essa série aquela coisa comum de começarem a publicar um volume, depois outro e aí parar de vez.
     
  4. Lucas Ferraz

    Lucas Ferraz Usuário

    Quando vi o tamanho dessa série desanimei de começar a ler. Ainda vou fazê-lo mas não por um bom tempo.
     
  5. Calib

    Calib Visitante

    Olha, @Bruce Torres , isso aí aconteceu com a editora anterior à Intrínseca, que só traduziu os volumes 1 e 2.
    Mas acho que a Intrínseca entrou nessa justamente pra fazer o que a outra não fez... Seria muita queimação de filme de uma editora grande abandonar o projeto. Eu recomendaria, sim, a compra. Inclusive também quero comprar (apesar de ter os dois volumes da outra edição aqui à disposição...)
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  6. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    • Gostei! Gostei! x 2
  7. Calib

    Calib Visitante

    É; vou acabar comprando, mas por ora não tenho pressa.
    Quero ainda ler O Senhor dos Anéis e depois, se pá, A Guerra dos Tronos.
    Só mais tarde eu me aventuro nisso aí.
     
  8. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    OSdA tá em casa. Não li nem O Hobbit. Shame on me.
    Vou comprar esse pela Martins Fontes, que é onde tá mais barato.
    ACdGeF vou ler só depois q tiver tudo lançado. :lol:

    EDIT: Exemplar comprado, @Calib Kérberos Kupo . ;)
     
    Última edição: 13 Mai 2014
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Spartaco

    Spartaco James West

    Fiquei também interessado nessa série. Vi que o segundo volume já está a venda.

    P.S.: @Clara V. e demais foristas que já leram o volume dois, o que acharam? O que me aconselham, será que vale a pena começar a ler esta enorme saga?
     
  10. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Ainda não li o segundo volume @Spartaco , estou esperando aparecer em oferta pra kindle, no site da Amazon. :dente:

    E, tirando os pontos fracos que enumerei no primeiro post, acho que vale a pena ler sim.
    Achei bem bacaninha. :yep:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  11. @Clara V., acabei de ler o segundo livro (A grande caçada) e posso garantir que as semelhanças com a saga do anel desapareceram (ainda bem). Os personagens ficam mais interessantes, apesar de os garotos continuarem um tanto bobos, embora menos. Eu creio que, em breve, (no quarto ou quinto livro) eles terão amadurecido o suficiente, o que, a longo prazo, talvez se torne um ponto positivo para a série, pois desta forma o autor nos terá permitido acompanhar toda a evolução dos protagonistas...

    Eu, francamente, gostei muito da série, da ambientação, dos personagens e do estilo do "Robert Jordan", que me parece uma mistura bem sucedida de Tolkien com Cristopher Paolini (guardadas as devidas proporções). O texto é bem fluído e, como você mesma disse, os trechos de ação são frenéticos e envolventes. É difícil parar de ler e é difícil voltar do mundo criado pelo autor depois que você entra nele.

    Para aqueles que se queixaram do tamanho das obras (800 p OodM e 7oo p Agc), eu garanto que isso não será problema algum, pois a leitura é tão fluida e descontraída, que quase não percebemos o passar das páginas até alcançarmos os capítulos finais. Eu mesmo li os dois livros nestas duas últimas semanas de férias, isso porque eles demoraram uns 3 dias para chegar.

    Concluindo, recomendo fortemente a série para quem gosta de literatura fantástica, sem restrição de idade ou de gênero.

    @Spartaco eu acabei de ler o segundo volume. Eu achei fenomenal. Tem bastante tensão e as partes de ação são bem bacanas. O ritmo do segundo volume é bem legal. Os personagens ficam mais interessantes. Você descobre muito mais sobre a trama. Mas ainda fica com um monte de perguntas (justamente como tem que ser). Resumindo: Recomendo fortemente, pois o segundo volume continuou a história do primeiro de forma bem orgânica, nada forçado!!!

    Mal posso esperar pelo terceiro.
     
    Última edição por um moderador: 1 Ago 2014
    • Ótimo Ótimo x 4
  12. Uma curiosidade: eu havia dito que o estilo do "Robert Jordan" parece uma mistura bem sucedida de Tolkien com Cristopher Paolini (guardadas as devidas proporções). Esta realmente foi uma das impressões mais nítidas que eu tive durante a leitura. Mas era apenas uma comparação, obviamente que com caráter meramente ilustrativo, ou seja, servia apenas para dar uma ideia do estilo de escrita do autor.

    Mesmo assim, resolvi pesquisar se essa impressão tinha alguma base real, ... e não é que para minha surpresa descobri uma coisa interessante. Acontece que, conforme assumiram os autores, a principal influência de Jordan foi Tolkien, mas isso todo mundo já sabe, agora o curioso é que a principal influência do Cristopher Paolini (Eragon), foi justamente o Robert Jordan. Isso fecha o triângulo e resolve o motivo dessa impressão tão nítida que me arremeteu. Curioso né?!
     
    Última edição: 1 Ago 2014
  13. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Curioso mesmo, Marcel.
    Eu ainda não li nada do Paolini apesar de adorar as capas dos livros dele. :lol:

    E fico contente em saber que o volumes seguintes da saga A Roda do Tempo as "referências" tolkenianas diminuem bastante.
     
  14. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Angústia da influência, diria Harold Bloom. :P
     
  15. Spartaco

    Spartaco James West

    Obrigado Marcel pelas respectivas considerações. Fiquei agora mais interessado em ler os dois volumes que comprei; só vou esperar terminar alguns outros livros que estou lendo para começar o primeiro volume.

    Abraço.
     
  16. Quem quiser conhecer um pouquinho do universo sem risco de esbarrar em spoilers, eu estou ajudando a administrar uma página direcionada no facebook, o link é facebook.com/RodaDoTempoBrasil. Todos são bem vindos.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Acabei de comprar o volume dois que está em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (e-book).
    E soube que já foi lançado o volume três.
    Fiquei animada porque a maioria dos leitores, na página da Amazon brasileira, diz que a história só melhora a cada volume. =]

    Capa do terceiro volume:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  18. Calib

    Calib Visitante

    Quando tiverem publicado uns seis volumes eu começo a comprar e a ler... XD
     
    • LOL LOL x 2
  19. Ilmarinen

    Ilmarinen Usuário

    Sem querer jogar muita água na fervura, talvez seja bom vcs saberem de antemão alguns probleminhas da série Wheel of Time que, entre os aficionados da fantasia que compravam os paperbacks , abundantes e fáceis de achar nas Siciliano na década de noventa, já foi tema de muita discussão e sátiras impagáveis como a
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    feito por um ex-entusiasta do material...


    É praticamente unânime entre meus conhecidos que leram a saga da Roda do Tempo que ela vai muito bem até o quarto livro mas , entre o quarto e o sexto a coisa tende a deteriorar e a catedral gótica de subplots meio que soterrou o andar da carruagem.

    Virou anedótico como a leitura das resenhas dos livros nove ao 11 na Amazon eram mais divertidas do que os próprios livros pq, virtualmente, "nada" acontecia.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Nas linhas gerais: Robert Jordan criou uma ambientação intensamente imersiva fazendo um World building digno de Tolkien e Frank Herbert ( as principais referências, junto com Fionnavar Tapestry do Guy Gavriel Kay e Brumas de Avalon) mas seus cacoetes como escritor e o que parece ter sido repercussões meio....lúbricas* da sua crise de meia idade transformaram os livros mais lá pra frente num novelão soap-opera meio "Kudzu plot" cheio de Claremontismos ( tiques do escritor de X-Men nos setenta e oitenta) onde novos itens, ambientes e histórias pipocando sem resolução dos componentes pré-existentes incharam a trama até um nível que faz Jogo dos Tronos parecer novelinha do Enrola e Desenrola.

    *
    Como vcs devem saber, Robert Jordan faleceu antes de concluir a saga e os últimos três ou quatro livros foram feitos pelo Brandon Sanderson em cima do plot deixado pelo autor.

    Uma resenha feita por uma fã devotada
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Outras resenhas muito mais
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    Última edição: 3 Dez 2015
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 2
  20. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    Valeu pelo post, @Ilmarinen . Só comprei o primeiro até agora - e ainda não o li, rs -, mas acho que agora tenho uma ideia do que espera por mim. Veremos se estarei à altura do(s) desafio(s). :lol:
     
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar