1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Seria possível uma criatura maléfica se arrepender?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Curunír 'Lân, 20 Abr 2009.

  1. Curunír 'Lân

    Curunír 'Lân Mensageiro do Rei enviando um

    Bem, existem várias criaturas que foram desviadas do caminho certo pela ação de vilões como Melkor e Sauron, mas eu tenho essa dúvida...
    É possivel que uma criatura se arrependa e volte ao seu estado original?
    O que vocês acham? De acordo com Tolkien seria possível?

    Pois se isso pudesse ocorrer Gollum voltaria a seu estado original, Smaug voltaria a ser o que era e assim por diante, apenas bastava se arrepender... Mas será que isso não ocorreu por se orgulharem muito?
    Os Valares e Eru, concediam o Perdão?
     
    • Gostei! Gostei! x 3
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Provavelmente se ocorresse o arrependimento, na certa este seria perdoado, mas não crieo que se isto ocorresse o ser voltaria a ser como era antes, não acho que sua aparência mudaria, somente sua forma de pensar e suas ações.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Como não há registro de tal ocorrido que eu me recorde eu creio que não seja possível.
    Me parece bem claro a ideia de Tolkien sobre "voltar", voltar a ser o que era, como algo utópico e irreal, veja o que ocorreu ao Frodo, ele voltou ao seu lar, mas depois de tudo o que viver estava marcado e modificado pra sempre. Não só o mal, mas qulquer fato que ocorre em nossas vidas nos transforma, e essa é uma das mensagens mais fortes de Tolkien para mim, quando você coloca os pés para fora de casa, nunca sabe para onde vai, ou como irá voltar, mas as mudanças são inevitáveis.
    Agora vendo sua questão por outro lado, apenas o de se arrepender e voltar a ser "bom" é também uma possibilidade complicada, exatamente pelo o que vem a ser bom e mal, nessa dicotomia, e até mesmo o sentimento de culpa que essa mudança traria, como católico creio que Tolkien acreditava na redenção e arrependimento, ou própria mudança de planos, mas como já disse em outros tópicos essa coisa bem/mal, é tratada de forma complexa nas obras de tolkien, não podendo ser assim simplificada.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Belfalas

    Belfalas Ele é legal

    Acredita-se que Sauron quase tenha se arrependido de tudo depois da queda de Morgoth, mas se não me engano ele teria recusado ir a julgamento por medo dos Valar.

    Quanto a Smaug, eu acho que não teria como, por ser uma criatura criada por Melkor. Não recordo se os dragões eram espíritos corrompidos ou somente uma extensão da malícia de Melkor.
     
    Última edição: 20 Abr 2009
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. *Ceinwyn*

    *Ceinwyn* Ogra rosa

    Acho que não seria possível que uma criatura maléfica do mundo criado por Tolkien pudesse se arrepender.

    Como a Prímula disse, a possibilidade do perdão estava entre aqueles que escolheram o bem, tanto que Melkor, com tudo o que tinha feito, chegou a ser perdoado. A questão aqui não é o perdão, mas a capacidade das criaturas malignas se redimirem, o que em momento algum aconteceu.

    Criaturas boas sim, fizeram besteiras e se arrependeram, como o Borgomir. O máximo que acontece.

    E é, o Smaug não tinha como se redimir, dragões são originalmente malignos.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  6. Curunír 'Lân

    Curunír 'Lân Mensageiro do Rei enviando um

    O Post de Prímula me lembrou bem o caso de Heráclito e Parmênides
     
  7. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    O professor em uma de suas cartas falou em não acreditar que existissem seres irremediavelmente maus e que não pudessem se redimir. Mas como já foi dito para que isso acontece é preciso que o indivíduo esteja arrependido, e que acho que seres como Melkor ou Sauron não se arrependeriam, somente por causa de seu orgulho.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  8. Excluído032

    Excluído032 Excluído a pedido

    Acho q sim, como tudo nessa vida pode mudar,diria q seria algo quase impossivel,mas ainda possivel.Acho q os valar iriam perdoar mas até um certo ponto.

    TUDO MUDA O TEMPO TODO
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Mûrazor

    Mûrazor Jogando CS com um

    Mas sobre a aparência...Gollum não ficou feio,magro e cabeçudo pelo fato de ser corrompido pelo Anel ? Porque antes ela tinha a aparência de um hobbit comum.E se depois da guerra do anel ele se arrependesse,não voltaria ao seu físico normal ?:think:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Curunír 'Lân

    Curunír 'Lân Mensageiro do Rei enviando um

    Se tudo Muda, será que seria possível mudar a natureza de Smaug?
     
    Última edição: 20 Abr 2009
  11. Belfalas

    Belfalas Ele é legal

    Ai acho que não. Não foi somente pelo anel, os longos anos debaixo das montanhas contribuiram bastante, creio eu.
     
  12. Gollum passou muito, muito tempo vivendo pelo anel, não acredito que sua aparência tenha se transformado exclusivamente ou principalmente por forças mutantes do Anel, e sim como Belf disse, por outros fatores externos que mudariam o físico de qualquer ser. o Gollum acabou se exilando e abandonando certos hábitos de vida, e adquirindo outros mais animalescos e a isso seu corpo foi se adaptando, essa ideia não bate com os conceitos biológicos que temos hoje, está mais pra Lamark do que pra Darwin (biólogos me corrijam se assim for necessário!), mas de qualquer forma foi assim que foi, Gollum iniciou com comportamentos animalescos que lhe deformaram, lhe dando a aparência conhecida por Frodo. Na questão do Gollum o que sempre me intrigou foi o fato dele ser "alérgico" a corda élfica, sempre julguei que fosse um pouco de frescura da parte dele, como uma artimanha para se ver livre da "coleira".

    Quanto ao Smaug, sempre vi os dragões em Tolkien como seres muito próximos aos animais selvagens, esses sim, diferente de homens e outras criaturas que poderiam escolher seus princípios já os tinham pré determinados pela sua natureza, assim como os orcs. Não uma maldade nata, mas uma natureza de destruição, cobiça, e falta de remorso e culpa por fazer o mal para atingir objetivos próprios.
     
  13. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Eu acho que em algumas ocasiões existem criaturas malignas que se arrependem de alguma coisa sim.
    Porém logo depois elas não deixam passar muito tempo e vêem que podem se aproveitar de alguma coisa, e esta ai o ato maléfico que vem depois do arrependimento.

    Ou seja, elas não conseguem ficar 'arrependidas' por muito tempo, e é por esta forma que os bons acham que os maus mudaram e que não irão mais dar problemas ou fazer atos malignos.
    Em cada coração há uma sementes de escuridão, escondida de todos. Os maus podem conviver com os bons, porém já foram corrompidos, e com isso começa a crescer a inveja dentro deles dos atos bondosos feitos pelos bons e com isso é o início para se tornar maligno novamente.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  14. Elmarien

    Elmarien Mighty Mane Thorin

    Acho que seria possível que uma criatura maléfica acabasse arrependida de seus atos, mas não acho que voltaria a ser como era antes. A criatura arrependida poderia tentar compensar seus tempos de maldade sendo excessivamente boa, ou coisa parecida.

    E, de acordo com Tolkien, seria possível, sim. No SdA, na parte que Gollum fica arrependido de seu plano, é dito que ele parecia um 'velho e arruinado hobbit' (acho que não foi exatamente isso que estava escrito).
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Belladona Tûk

    Belladona Tûk Do what thou wilt shall be the whole of the law

    Gollum, em meu ponto de vista, só poderia se arrepender verdadeiramente ainda na trajetória até Mordor, depois de o Anel destruído, seu arrependimento para mim não valeria muita coisa. Claro que não o julgaria por isso e já estando, enfim, o mau destruido, não me preocuparia com ele, poderia até ajudá-lo.

    Claro que é possível uma criatura maléfica se arrepender, seja por algo que fez que se rebateu para si própria ou alguem/algo que ama ou vendo o resultado de seus atos. Mas na saga de Tolkien isso realmente não parece muito provável, ou somente aqueles seres maléficos em si, tinham essa capacidade, mas não a enxergavam... Até mesmo Sauron poderia se arrepender, mas agora, Melkor, duvido muito. O pai de todo o mal que anda sobre Arda ou sob ela, cheio de ódio e a cada tapa seu coração, se é que há um, se enche mais dela. Desejo de vingança não lhe falta, daria para preencher mais de 1000 Terras com ele, não é exagero, e ele riria para a fome, para a pobreza, para a morte de entes queridos (se tivesse). Para um ser assim, não há possibilidade de arrependimento!
    Agora, Sauron poderia se arrepender depois de sua derrota, se tivesse chance para isso, mas não valeria muita coisa tambem.

    Os valar, vendo que era real o arrependimento, creio que acolheriam de maneira normal o ser, ou o encarariam dessa maneira. Mas julgo que os seres arrependidos nunca mais seriam como antes, assim como não somos como éramos ontem antes de ler aquele livro e descobrir aquelas coisas. Cada experiência nos muda de alguma forma, agora, imagine uma experiência obscura, eles saberiam e teriam visto muitas coisas, coisas ruins, e até acho que ficariam a vida toda temendo, aguardando-as...
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  16. Thorin Escudo de Carvalho

    Thorin Escudo de Carvalho Part-time Ninja



    Vocês alguma vez ja se perguntaram se os nazistas se arrependeram?

    Assim como deve ser dificil para um Nazista admitir que perdeu a guerra, deve ser dificíl pra Sauron compreender que seu Senhor morgoth fora derrotado, da mesma forma que é Difícil para Gollum admitir que perdeu seu precioso. Certamente teria se arrependido, mas no final perceberia que poderia se aproveitar disso.

    No caso de Gollum, é difícil dizer se houve arrependimento ou não, mas quando este viu que poderia recuperar seu precioso, suas sementes do mal voltaram a brotar.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  17. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Temos dois exemplos claros de situações de perdão devido a um certo "arrependimento", Melkor quando da queda de Utumno é um exemplo de perdão depois do julgamento e cumprimento de pena e séculos mais tarde com Sauron, quando recebeu a notícia de ir até Aman para julgamento, cumprir a pena e ser completamente perdoado.
    Ambos tiveram a faca e o queijo na mão, mas não quiseram e escolheram o caminho errado.
    Acredito que com outros seres dentro das possibilidades, seria sim possível, mas eles não quiseram.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  18. Veänis

    Veänis Lempe ou Sleestak?

    Acredito que dependa do quanto o mal está enraizado a ela. E para se arrepender há que se lembrar que é preciso muitomais que a própria pessoa veja que cometeu um grave erro do que aprender com outras.
    No fim, acho muito difícil que isso aconteça.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  19. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Possível é, basta ter uma grande força de vontade, talvez alguns outros fatores...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. Elfo Anão

    Elfo Anão Usuário

    Eu acho que não: Gollun tentou e não conseguiu.
     
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar