1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)
  1. Oi gente td bem como cestâo?
    Bem eu fiz,uma teoria sobre esses dois reis elficos
    Elrond: apesar de simples ele é um rei ,basta só uma roupa discreta e uma coroa,gente fina e amigo de todos ,temperamento sociável ,acolheu os anões quando chegaram com Gandalf,cansados e com fome na terra amiga ,uma pessoa totalmente dócil eu li em um blog que ele é metade elfo e metade humano (isso procede?) é daí que vem os cabelos negros? ( eu tinha a ilusão de que todos os elfos fossem loiros SQN) no quesito luta ele ,pelo que pude ler não participou de muitas guerras,há quem diga que ele é mais novo que o Thranduil,o que não sei como comprovar,já que não existe relatos sobre a idade e data de nascimento e falecimento de Thranduil
    Thranduil: ostenta beleza,riqueza,luxo e tem um mal humor dos infernos(deve ser falta de sexo,já que em Mirkwood não tem mulher,só a Tauriel ( mas acho que ela não faça o tipo dele,mas do legolas sim kkkkll) prendeu os pobres anões sem direito a pão e nem água ( no filme não ,mas no livro sim eles os alimentou e a comida não foi muito bp) eu li ontem num site,que o Thranduil tem raiva dos anões pq ele desenhou um colar para a falecida esposa dele e que os anões se recusaram a entregar pq ele se recusou a pagar o valor exato (caloteiro tbm?) quanto a raça ele descende da classe sindar os elfos cinzentos ,bom dai vem seus cabelos loiros ou brancos sei lá,hora tá branco ou dourados ( será que muda de cor no sol? Kkkk) e somente ele e o Legolas tem cabelos claros agora me pergunto seria a Galadriel uma sindar tbm,uma parente distante de Oropher pai do Thranduil? No quesito luta ele foi nota dez na BD5E ... Ou seja esses distintos reis tem seus pontos altos e baixo...e,então galera a minha análise procede?
     

    Arquivos Anexados:

  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Apesar de não levar a titulação (como a que seguiu a família de Gil Galad), os modos de Elrond são principescos por fatores muito importantes. Por ser filho de Earendil, o renomado que levava a Silmaril pelo céu em um barco voador depois de cumprir missão em favor dos homens e dos elfos, e de ser descendente direto de Idril que foi herdeira do reino de Gondolin ( e que casou com um homem).

    A esposa que ele tomou para si trouxe consigo a preservação da linhagem de Thingol, Melian e Lúthien, que foram os governantes (pai e filha) de Doriath.

    Como se não fosse o suficiente, seu irmão Elros foi agraciado como o primeiro rei dos homens de Númenor.

    Mas não é só isso, na primeira era quando ele sobreviveu ao período de guerra das jóias e guerra contra Melkor ele foi criado por um príncipe também quando um dos filhos de Fëanor o recebeu e o educou (ataque de Maedhros e Maglor).

    Em poucas palavras, a tradição de receptividade e relação com mais de uma família foi sendo forjada dentro dele ao ponto de se tornar numa "Casa Amiga" não apenas de direito, mas de fato, recebendo com conselhos homens, elfos e anões (Noldor daquela região antigamente conversavam bem com eles também). Elrond, no meu entender equivale a um príncipe.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 25 Abr 2016
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. J. Hercules

    J. Hercules Usuário

    Olá Ackia.

    Sim. Elrond é um meio-elfo, pois seu avô paterno é Tuor da casa de Hador e seu bisavô materno é Beren da casa de Bëor.
    Sobre seus modos a resposta de Neoghoster Akira deve te ajudar.

    Não existe nenhuma regra absoluta sobre a cor dos cabelos dos elfos, não acredito que a cor do cabelo seja apenas pelo fato de ser descendente de homens. Pois existem elfos puros que tem cabelos escuros. Celegorm filho de Fëanor por exemplo tinha a alcunha de "O Louro", não faria sentido ser chamado assim se todos os elfos fossem loiros.


    Elrond participou de muitos acontecimentos da Segunda e Terceira Eras da Terra-média.
    Uma grande guerra que ele participou foi a guerra da Última Aliança. Mas no quesito habilidade creio que não era um grande guerreiro, mas não deixa de ser um dos elfos mais poderosos de sua época.

    Infelizmente não há relatos sobre a idade de Thranduil, mas se for para fazer compararções entre os dois posso dizer que Elrond era mais poderoso que Thranduil.

    Não me recordo dessa história. Me lembro de uma história em que Thingol rei de Doriath, pediu para os anões colocarem uma Silmaril em Nauglamír (colar feito por anões que pertencia a Finrod rei de Nargothrond). Os anões fizeram o serviço e depois exigiram o colar, pois ele foi feito por anões para Finrod, e Finrod estava morto. Thingol percebeu que os anões só fizeram o serviço pois procuravam um motivo para exigir a Silmaril ele ficou furioso e mandou os anões embora sem pagamento, mas.... Acabou morrendo ali mesmo hehehe.


    Creio que Oropher e Thranduil não são descendentes (parentes) DIRETOS de Galadriel pois a única filha de Galadriel foi Celebrían que se casou com Elrond e Galadriel só foi ter netos na Terceira Era (Oropher e Thranduil já estavam vivos então a árvore genealógica não se encaixa). Porém é possível que Oropher tenha algum ancestral em comum com Galadriel. Mas nada sobre isso é citado e não acredito que a cor do cabelo seja motivo para acreditar que compartilhem o mesmo ancestral.

    Espero ter ajudado.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4.  

  5. Nossa me ajudou muito obgda ;)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Hey Ackia

    O único modo de Oropher ser parente de Galadriel seria se ele fosse descendente de Thingol ou Elmo, já que Eawern (mãe de Galadriel) é filha de Olwë, irmão de Thingol e Elmo. Oropher era um sindar de Doriath, mas não há informações de que ele seja descendente de algum dos dois.


    Quanto aos cabelos... Os cabelos dos Noldor são tipicamente escuros, os Vanyar tem os cabelos dourados e os Teleri podem ter cabelos escuros ou prateados. Elrond pode ter herdado os cabelos escuros tanto de sua linhagem Noldor e Teleri ou da casa de Beor e Haleth.
    Galadriel é uma Noldor, mas possui os cabelos dourados de sua avó Vanyar com o toque de prata de sua mãe Teleri.
    Você deve levar em consideração que nos filmes os tons de cabelos dos elfos não foram representados iguais aos livros (cabelo da Galadriel é o maior exemplo disso), então não fique pensando que só pq os cabelos deles estão parecidos nos filmes quer dizer que eles são aparentados.
     
  7. Obrigada galera vocês me ajudaram muito.
    :*
     
  8. ACGrigori

    ACGrigori Visitante

    "A esposa que ele tomou para si trouxe consigo a preservação da linhagem de Thingol, Melian e Lúthien, que foram os governantes (pai e filha) de Doriath."

    Na verdade, quem carrega essa linhagem poderosa no sangue é o próprio Elrond, pois Idril (a herdeira de Gondolin) era mãe de seu pai Eärendil. Sua mãe era Elwing, filha de Dior, portanto era bisneto de Beren e Lúthien, sendo Thingol e Melian seus trisavós. A sua esposa Celebrían, é filha de Galadriel e Celeborn.
     
  9. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Pode parecer incrível, mas me referia a outro aspecto que faz da escolha de um parceiro ou parceira élfica ser especial em meio ao destino rígido dos elfos.

    Quando um elfo escolhia alguém ele tinha premonição ou intuição do que viria a ser o seu destino com aquela pessoa e que eleger alguém diferente poderia abortar o futuro de alguém essencial em outras gerações, como no caso da união da futura esposa de Aragorn que foi Arwen. Eu encaro esses elfos e elfas que se envolvem no destino dos humanos de uma forma muito especial mesmo. Da forma como Arwen vê o futuro filho dela com Aragorn.

    Famílias élficas muito machucadas, traumatizadas que fossem de disposição não amistosa com homens não serviriam como antepassados de Arwen, penso eu. As mulheres dessa famílias mistas eram muito notáveis. Galariel era imensamente sábia, Celebrían casou com alguém que não vinha de sangue 100% elfo (Elrond), Arwen fez o mesmo. é como se a força que canalizava naquele sangue apontasse naquela direção. É como a Deedlit de Lodoss War, a maioria dos elfos no mundo dela ou trata os homens com arrogância ou foge deles, mas ela era diferente porque tinha um destino e uma vontade diferente da média do povo dela.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. ACGrigori

    ACGrigori Visitante

    Sim! Imagino que Celebrían viu algo em Elrond, a poderosa linhagem deles dele ligada a linhagem de Númenor tinha o que era preciso para restaurar o mundo.
    Elrond estava destinado a grandes feitos, assim como seus filhos imagino eu.

    As vezes me pergunto como seria se Aragorn tivesse tomado outra esposa, Éowyn por exemplo.
     
  11. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Podemos imaginar que Eowyn precisasse antes cumprir um salto grande no destino para poder se unir a Aragorn.

    Numenorianos de modo geral estão separados por terem recebido poder puro dos Valar. A esse fator se adicionava que Aragorn era parente (distante, é verdade) de Elros e precisaria assumir o papel de rei de reis/Rei dos Homens. O Passolargo tinha traços daqueles heróis gregos que descendiam de deuses que não o permitia escolher tão livremente.

    Mas acredito que também seja verdade que Éowyn tinha uma força a seu favor muito parecida com a de Arwen e ela tinha chances. Enquanto a índole de Arwen equilibra a vontade de Elrond (de se afastar dos homens) empurrando-a para Aragorn (a força que vem dos elfos igual a vontade Finrod interessado nos homens), a índole de Éowyn a atrai na direção de Aragorn porque os homens médios são antepassados dos homens altos e nos médios há a mesma força e o potencial que levou os homens a lutarem contra Melkor na época da Guerra da Ira (a força que vem dos homens igual Tuor interessado nos elfos) .

    A canção, de Éowyn para Aragorn então, seria nesses moldes. Em Lodoss War a elfa Deedlit toca uma música para Parn que é mais ou menos o que a Éowyn teria que fazer para alcançá-lo. Por exemplo, no Silmarillion Beren pela primeira vez ouve Tinúviel em Doariath por meio da música. Lúthien canta para Beren e alivia seu pesar e sua dor. Nos apêndices se conta que a história de Aragorn e Arwen caminha na sombra de Lúthien:

    Música no violão da elfa Deedlit para o cavaleiro Parn:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A história de Tolkien e sua esposa é como canção também, os dois eram órfãos e quando na natureza os temas reverberam a magia acontece.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 29 Mai 2017
    • Gostei! Gostei! x 2
  12. ACGrigori

    ACGrigori Visitante

    Eu não consigo concordar com "Arwen e Aragorn vivem a sombra de Beren e Lúthien" sempre me incomodo um pouco ao ler isso!
    Sabemos que se não fosse Beren e Lúthien o destino da TM seria totalmente diferente! Mas pessoalmente não consigo ver esse casal projetado em Arwen e Aragorn (deixando de lado o fato que se Beren e Lúthien não tivessem ficado juntos provavelmente Arwen e Aragorn nem teriam nascido), vejo a Lúthien como um exemplo de coragem e força, sempre esteve ao lado de Beren, que enfrentou seu destino movido pelo amor, apenas juntos eles foram capazes de vencer as muitas provações e viver com as consequências das suas escolhas. Ao passo que Aragorn teria inevitavelmente se tornado rei, não apenas para ser um companheiro valoroso, mas para fazer frente ao mal que dominava o mundo.
    Diferente da Arwen a Lúthien não aceitou gaiolas ou proibições, guiou-se pelo seu coração, um traço muito presente na Éowyn.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    De certo modo temos que a enorme importância que Tolkien deu para a história de Beren e Lúthien para Aragorn e Arwen veio das experiências particulares dele. Tem uma imagem por aqui no fórum com uma lápide aonde estão escritos o nome do casal com os nomes dos personagens embaixo dos nomes das pessoas verdadeiras Tolkien (Beren) e Edith (Lúthien). Tolkien lutou na guerra, casou com uma órfã sendo ele também órfão, esteve forçado a estar separado da esposa para cumprir missão para o país, trabalhou com inteligência evitando as ciladas do inimigo, etc...

    A escolha se deu num contexto em que o conto de Beren, que também fora chamado de libertação do cativeiro, descreve a luta pela liberdade (também buscada por Ewoyn mas em escala menor) mas de uma luta que é elevada a sofrimentos sobre humanos, muito superiores aos da guerra do Um Anel custando a vida de ambos em um mundo alienígena às pessoas comuns (aonde há um nível médio de maldade e escravidão). Para o autor este foi o exemplo mais extremo/sublime encontrado de sobrevivência do amor entre um homem e uma mulher que conseguiria produzir (um amor combatendo algo pior que Sauron ou ainda em sua biografia que superasse as agruras do período da guerra). A roupagem simbólica veste Lúthien como um pássaro (Tinúviel) que busca a liberdade e canta uma música que tende a cativar ou aprisionar o coração de Beren por meio do destino élfico/maia (a prisão do desejo). Mas como ele era homem, por direito livre entre os poderes do mundo segundo a palavra de Eru, podia escolher ser cativado ou não mas prefere ser cativado porque ele também amou Lúthien de todo coração independente de sua magia (Beren conseguia ver por entre os enganos da magia, do cinturão de Melian e dos terrores de Sauron e Ungoliant). Ela percebeu e retribuiu correspondendo com um amor a altura. Quer dizer, para além do imenso encanto e magia de Lúthien ser a mais bela dos filhos de Eru, eles souberam (por meio da música) que cada um tinha uma canção no mundo e lhes competia quebrar o destino antes de obter a libertação.

    Por exemplo, quando Bombadil encontra na floresta velha a árvore atacando os hobbits ele comenta que lembrava da canção para controlar a árvore. Que havia uma canção para cativá-la e fazê-la dormir. Quando Beren ouve Tinúviel na floresta ele escuta e depois a chama. Ao invés de dormir como Thingol e Melian ou Melkor ele embarca numa aventura ainda maior. É então que Lúthien também se apaixona por Beren (quebrando o destino élfico e rompendo outro cativeiro) e em troca ela abre mão da existência eterna como elfa para acompanhar Beren na morte como mulher humana (a morte é outro elemento associado a liberdade).

    Esta é portanto a sombra de que Tolkien fala quando Arwen e Aragorn vivem. Que Aragorn herdou a personalidade, talentos e destino de romper grilhões do mundo que o aproximavam (em escala menor) de Beren da mesma forma que Arwen se aproximava das escolhas de Lúthien (Arwen abre mão dos dons élficos para ser mortal num ato de grandeza que tem o mesmo valor do de Lúthien, porque ambas elfas são atraídas por amor). Dizem os apêndices que o maior rastreador de seu tempo foi Aragorn, capaz de ver a verdade e se precaver de enganos mágicos e físicos de um jeito muito parecido ao de Beren que foi o último de sua família devido a essa habilidade renascida em Aragorn. O Palantir obedecia a ele.

    Pouca gente no mundo conseguiria imaginar o tormento de Aragorn. O que sugere que Tolkien também tinha um molde em mente para juntar casais (era uma preocupação muito grande na Inglaterra juntar casais do "mesmo nível"). Seria difícil encontrar assuntos e acompanhar alguém que foi criado em Imladris igual o Dúnadan. Em todos os cenários, tanto Éowyn quanto Arwen sacrificariam algo muito caro de qualquer maneira para estar com ele. Éowyn, que tinha expectativa de vida menor que os Númenorianos, morreria mais cedo que Aragorn deixando-o sozinho por décadas e a duração de sua vida poderia ser encurtada para conseguir acompanhá-lo e agradar com seu amor.

    Em resumo, Tolkien nutria simpatia enorme pela conto que ecoava sua vida e que dentro de seu mundo tinha uma coerência que dava força a história. Ela trata de amor Agape e Eros ao mesmo tempo.

    Em uma passagem a mãe de Aragorn se conforma com o peso sobre ele e seu filho e diz em nome das outras mulheres humanas "dei esperança ao mundo, não guardei nenhuma esperança para mim". A missão sobrepunha-se ao indivíduo, como um sacrifício. Começa com a mãe dele, passa por ele, e começa a cobrar sacrifícios de outros indivíduos como Arwen e Eowyn.

    Tolkien espelhava um bocado essas histórias do velho mundo tinham aflição e sofrimento inimagináveis nos dias de hoje. As princesas do mundo antigo nas referências podiam sofrer destinos terríveis e diferentes dos destinos mais felizes dos contos de fadas pós-anos 50. Por exemplo, quando a rainha e sacerdotisa Himiko no Japão é condenada 200 mulheres são forçadas a morrer enterradas junto com ela para servi-la do outro lado.

    Alguns autores de mitologia comentam que no mundo antigo as ações das pessoas não se moviam pelo conceito de lógica/razão, mas pelo conceito de precedência. Por exemplo, Arwen e Aragorn seguindo o que outros fizeram ao invés de buscar alternativas.
     
    Última edição: 2 Jun 2017
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  14. Nienna...

    Nienna... Worrier/Warrior

    Ia entrar na conversa, mas fiquei completamente sem palavras...
     
    • LOL LOL x 2
  15. Darkness

    Darkness 悪の天使 Usuário Premium

Compartilhar