1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sendo chato: Erros de História em B4ME II

Tópico em 'Jogos Tolkienianos' iniciado por Tecumseh, 14 Ago 2006.

  1. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Quem jogou B4ME II pode constatar duas coisas:

    1) É um jogo com gráficos excelentes, boa jogabilidade e com um belo pano de fundo de "Senhor dos Anéis".

    2) Estupraram a história de "Senhor dos Anéis".

    Peguei pesado, é verdade. "Estupraram" é um pouco demais para o que fizeram em vários aspectos do jogo, mas não está longe disso.
    A EA Games retratou fielmente tudo que foi possível, como Mithlond, Minas Tirith e Minas Morgul, mas naquilo que não foi possível ser fiel ao livro, por causa da falta de detalhes deixados por Tolkien ou pura e simples dificuldade, a coisa foi bem diferente.

    Não quero criticar os programadores do jogo ou dos artistas que ajudaram no seu desenvolvimento por não terem seguido à risca os livros, por que nem sempre é possível (veja qualquer filme baseado em algum romance que você leu), e por que fizeram um excelente trabalho mesmo assim. O que eu quero é discutir os erros cometidos no desenvolvimento das facções e o que deveria ter sido feito.

    Aqui vai:

    Goblins:

    - Dividiram os goblins como uma raça ou sub-raça dos orcs. Pelo que sei, "orc" e "goblin" em SdA são apenas nomes diferentes para a mesma coisa;

    - As aranhas de Mirkwood e Laracna se tornaram aliadas dos Goblins (e até se tornaram montaria para eles!). Elas nunca fariam isso, por que não são servas diretas de Sauron (indiretas talvez);

    - Dragões nos exércitos goblin. Na época da Guerra do Anel, eles estavam praticamente extintos, e os poucos sobreviventes se escondiam e evitavam conflitos onde pudessem morrer (mas não deixavam uma chance de pilhar uma vila indefesa passar). Além disso, nenhum dragão conhecido servia Sauron. Talvez respeitassem-no por ser o antigo Segundo em Comando de Morgoth, mas isto é tudo;

    - Inventaram os Gigantes da Montanha (Mountain Giants). Eu adoro a idéia deles, gosto de pensar neles como versões ampliadas dos Trolls, mas eles infelizmente não existem oficialmente no Universo de SdA;

    Elfos:

    - Árvores Mallorn são as "fazendas" dos elfos (geram recursos). Não curto muito esta idéia, e acho improvável que Tolkien pensasse que pudessem ser;

    - Criar as unidades com base nos locais da Terra Média: Lanceiros de Valfenda (Rivendell Lancers), Arqueiros de Lórien (Lorien Archers), Vigilantes de Mithlond (Mithlond Sentries), Arqueiros de Mirkwood (Mirkwood Archers). Dá a impressão de que todos estes locais são apenas cidades de uma grande nação unificada por um único rei. Não é bem assim;

    - Muita árvore. Uma base élfica é praticamente uma floresta. Enche o saco;

    Anões:

    - Homens de Dale (acho que é Valle em português, mas não tenho certeza) como arqueiros dos anões. Não são todos os anões que moram em Erebor;

    - Catapulta das Colinas de Ferro (Iron Hills Catapult). Os anões das Colinas de Ferro só entraram em contato com o Oeste na Quarta Era;

    Isengard:

    - Sharku e Saruman são a mesma pessoa, e não duas pessoas diferentes. Vamos dar um desconto desta vez por que a facção de Isengard não tem hérois de chega, mas ainda enche o saco;


    Bem, com certeza tem mais erros do que isto, mas não consigo me lembrar no momento. Mais uma vez, gostaria de dizer que não quero criticar o jogo por criticar, mas para que da próxima vez (Battle for Middle Earth III) eles não ocorram (não que a EA leia meus posts em um fórum em português, mas a idéia fica).

    Alguma outra coisa para apontar?
     
  2. Edu

    Edu Draper Inc.

    É triste mesmo... mas é a EA, fazer o quê? Nunca gostei dos jogos feitos lá. Nenhum jogo sobre livro ou filme deles é fiel à obra.
    Bem, eu aindanão joguei o Battle II, mas pelo que você disse a história foi bem deturpada mesmo. Mas só uma coisa: os gigantes da montanha, pelo que eu me lembro, aparecem n'O Hobbit, quando Bilbo e comitiva estão perto da caverna dos orcs, nas montanhas.

    Maldita EA! :issoaih:
     
  3. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Os gigantes existem? Dessa eu não me lembrava.

    Olha, o jogo é bom. Tem seus defeitos, mas acho que vale a pena fazer vista grossa para eles, jogar e ser feliz.
     
  4. Edu

    Edu Draper Inc.

    Achei a parte dos gigantes n'O Hobbit: "Quando espiava os clarões dos relâmpagos, via os gigantes de pedra do outro lado do vale, lançando pedrasum sobre os outros, como num jogo (...)" [O Hobbit, pág. 58].

    Eu vou ver se compro o Battle, mas estou ansioso mesmo é pelo White Council. :babar:
     
  5. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Ainda não tenho o jogo, mas já li sobre ele e concordo com quase tudo o que você disse. Quanto aos Goblins, eu entendi eles como se representassem os perigos da Terra-Média, os inimigos dos povos livres que não sob controle direto de Sauron, embora seja absurdo falar em montadores de aranhas, dragões nos territórios do sul, e sobretudo de tudo isso agindo junto, coordenadamente.
    Realmente, eles apelaram ao juntar as raças e fazer unidades desse tipo, de acordo com os diversos lugares. Eu acredito que o melhor a se fazer seria criar "grupos raciais", e dentro desses grupos vários pequenos reinos parecidos. Por exemplo, haveria os Elfos, com cavalarias, arqueiros, lanceiros e espadachins élficos, elfos com machados, etc. Dentro dessa categoria, você teria Valfenda, Lórien, Lindon e a Floresta das Trevas; cada um deles teria vantagens para uma unidade (por exemplo, a Floresta das Trevas teria arqueiros melhores).
    Outro problema, para mim, é que eles extrapolam e criam coisas como aquele bicho puxando um vagão dos anões ou montadores de aranhas, mas não usam o óbvio: anões arqueiros, elfos com machados, goblins com maças, coisas desse tipo.
     
  6. Aghan

    Aghan Usuário

    Na epoca da guerra do anel os dragoes estavam extintos se eu naum me engano. Smaug naum foi o ultimo deles?:think:

    Mas, voltando ao assunto, realmente a EA exagerou em mutos aspectos, por exemplo, colocando um rei goblin pra monta em um escorpiao gigante, ridiculo.:disgusti:
    O jogo em si, eu adoro, mas naum levando pro lado: fiel aos livros

    como assim os anoes da colina de ferro soh entraram em contado com o oesta na quarta era? Que q tu q disse com oeste? Porque grande parte dos anoes das colinas de ferro vieram para erebor depois da queda de Smaug.
     
  7. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Eldar King> Sua idéia é interessante: escolheriamos a facção (Lórien, Floresta das Trevas, Valfenda, Portos Cinzentos), e teríamos unidades semelhantes, porém com forças e desenho diferentes. Um mod para "Warcraft III" que eu acompanho tem uma idéia muito parecida.

    Não gosto muito de anões arqueiros, já que eu acho que a sutileza do arco não combina com eles. Um anão com uma besta (um arco semi-automático para quem não sabe) seria mais interessante. Anões que arremessam machados são legais, porém já são um lugar comum em histórias de fantasia.

    Aghan> As Montanhas de Ferro ficam a leste, e os anões que foram para Erebor vieram das Montanhas Azuis.
     
  8. Aghan

    Aghan Usuário

    Eu sei que as colinas de ferro ficam a leste, mas grande parte dos anoes que viviam la foram para erebor.
    Depois da queda de Smaug ocorreu a Batalha dos Cinco Exercitos, aos pes da montanha, onde participou um grande exercito vindo das colinas de ferro, liderados por Dain, em auxilio de Thorin.
    Ali Dain passou a morar com grande parte do seu povo, e tah tudo isso escrito nO Hobbit.
     
  9. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Bom, já faz algum tempo desde que eu li "O Hobbit". Mas acho que os homens só tiveram contato com os anões de lá (digo, chegaram lá) na Quarta Era mesmo.
     
  10. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Haviam dragões sim (embora não nas terras do sul, apenas nas Ered Mithrin), Smaug não era o último, só o maior; os dragões saquearam os reinos dos anões nas Ered Mithrin, e nada é dito sobre eles serem mortos ou mesmo expulsos.
    Quanto a anões arqueiros, no Hobbit a companhia de Thorin tinha arcos, e não creio que uma besta seria muito adequada para a Terra-média, por ser muito "mecânica", "tecnológica", mas é uma boa idéia.
     
  11. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Eu tenho uma idéia de que os anões são instintivamente tecnológicos, e que uma besta "encaixaria" no seu estilo de vida, ao contrário dos arcos.

    Na verdade, eu preferia que os anões tivessem bacamartes (rifles antigos), mas eu joguei Warcraft III demais já, e minha opinião neste ponto não conta!
     
  12. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Os anões não são inerentemente "tecnológicos" no SDA, ao contrário dos Orcs, que no Hobbit é dito que desenvolviam máquinas de guerra (implicitamente "culpando-os" por armas de fogo e bombas).
     
  13. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Eu sou suspeito, já disse: anões para mim usam machados e rifles como armas de guerra.
     
  14. Shazan

    Shazan siscapuliu

    Tecumseh, podia ter lido mair sobre o jogo. Desde o pré-lançamento, com resenhas na PC GAMER (melhor e mais completa revista sobre jogos de PC, na minha opinião), já estava sendo dito que o jogo teria muito aspectos extra-Tolkenianos, pois os próprios programadores estavam enfrentando um problema: LIMITAÇÂO por parte da história.

    Entre outras coisas, lembre-se que não se faz um jogo, assim como foi o caso do filme, para agradar somente aos fãs de SDA. Seria ótimo um jogo de acordo com a história, mas ele venderia bem? NÃO. E como eles poderiam fazer um jogo limitado com concorrentes imensos como a Warhammer, Rise of Legends, Warcraft, Age of Empires, Empire at War e tantos outros RTS inovando o tempo todo e com um zilhão de unidades e habilidades próprias à disposição? Os gamers querem o melhor, não o mais fiel.

    Eles tinham que expandir o leque de possibilidades no jogo para além do livro, afinal acredito que Tolkien nem tivesse idéia de que um dia sua história fosse se tornar um jogo de Estratégia em tempo real, para considerar aspectos que tornam esses jogos mais ricos, não é verdade? Os desenvolvedores tiveram que "brotar" muita coisa ali pro jogo ser digno de fãs de RTS, além de fãs de Tolkien...

    Não nego crítica alguma, só quero defender os gamers da coisa e dizer que o jogo, no quesito "rts", ficou muito bom. Fidelidade fica por conta de vocês.
     
  15. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Shazan> Sim, isto é verdade. Eu adoro o jogo, tanto em jogabilidade como em história e unidades. O que eu não gosto na história são os erros de continuidade (como o Boca de Sauron estaria liderando o assalto em Erebor? Ele deveria estar em Mordor em tempo para a Batalha do Morannon) e o fato de não ser muito coesa por si só (convenhamos, não é).

    Eu já trabalhei com jogos (mods, coisa de fã e tal, nada profissional) e já imaginava que eles teriam que "alargar" o universo do SdA para fazer um bom jogo. Cara, as vezes é difícil ser fiel com suas próprias idéias para fazer uma alteração particular em um jogo, quem diga fazer um completamente do rascunho!

    Não é minha intenção criticar por criticar, mas acho que muitos aspectos do jogo poderiam ter seguido mais a história (fazendas Mallorn, por exemplo, deveriam ter sido substituídas por outra coisa, como uma fazenda élfica).
     
  16. Asca

    Asca Usuário

    Tecumesh, onde você viu que o Sharku é Saruman?
    Ele é personagem do filme e tals (aquele que rouba o colar do Aragorn, em cima de um warg), agora não lembro de ver em lugar nehum que ele e Saruman são as mesmas pessoas. :eh:
    Tem como você mostrar?
     
  17. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Na verdade, eles não são a mesma pessoa no filme, mas no livro, Saruman é chamado de "Sharkey", uma corruptela de "Sharku", por seus comandados no capítulo "O Expurgo do Condado".

    ("Sharku" significa "Homem Velho" em dialeto Orc)

    Pensando bem, não é um erro gravíssimo, já que é possível que o líder dos montadores de Wargs se chamasse assim.
     
  18. Asca

    Asca Usuário

    Ah sim, eu levei em consideração o fato deles terem pego outros personagens do filme, então. Esse seria mais um.
     
  19. Arthas

    Arthas The Lord of Two Races

    Ae Tecumseh você tá desenvolvendo um mod pra o Warcraft III?
    Me manda uma mp falamdo sobre...:loser:
     
  20. Tecumseh

    Tecumseh Andarilho

    Não, não estou desenvolvendo nenhum mod pra WCIII. Por que?
     

Compartilhar