1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Senadores já defendem mudar o acordo ortográfico

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Ana Lovejoy, 21 Dez 2012.

  1. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Um grupo de senadores e de professores já articula mudanças no novo acordo ortográfico após o governo federal adiar para 2016 a entrada em vigor das novas regras.

    O adiamento foi revelado pela Folha ontem. A implementação integral do acordo, adotado pelos setores públicos e privados no país desde 2008, estava prevista para o início do próximo mês.

    Para pessoas envolvidas no processo, o adiamento acontece para que discordâncias em relação às mudanças na grafia das palavras em português sejam resolvidas, tanto no Brasil como no exterior.

    "Há descontentamento. Se não tivesse, ninguém pediria um adiamento de três anos. Se fosse por problemas de aplicação, um ano bastaria", afirma o senador Cyro Miranda (PSDB-GO).

    A senadora Ana Amélia (PP-RS) também defende mudanças. "Não se quer mutilar o acordo. A gente quer aperfeiçoá-lo para que seja de boa aceitação", afirma.

    No entanto, o Itamaraty e o Ministério da Educação, pastas envolvidas na implementação da medida, dizem que a revisão do acordo não está em discussão.

    Eles sustentam que o objetivo do adiamento é alinhar o Brasil aos prazos de Portugal --que tem até 2015 para adotar plenamente as mudanças.

    Já o professor Ernani Pimentel, idealizador do movimento que defende a simplificação da língua portuguesa, afirma que o ministro Aloizio Mercadante está sensibilizado para a necessidade de alterações nas regras.

    Segundo Pimentel, é preciso acabar com a característica de "decoreba" do acordo. "Agora, é questão de a gente organizar a discussão."

    Procurado, o ministro Mercadante não falou. Mas o atual secretário de educação básica do MEC e futuro secretário da Educação da Prefeitura de São Paulo, Cesar Callegari, descartou

    ALTERAÇÕES

    "A posição do governo é no sentido de respeitar acordos, produzir os resultados que dele devem derivar e se colocar à disposição, quando necessário, em processos revisores", disse Callegari.

    O decreto que adia para 2016 a entrada em vigor do novo acordo ortográfico no Brasil chegou, ontem, à Casa Civil. A medida depende agora da assinatura da presidente Dilma Rousseff.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 4
  2. Henrique MP

    Henrique MP Usuário

    Pra que facilitar quando se pode complicar?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    :amem:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Calib

    Calib Visitante

    Por favor, alguém explique à ABL (que cometeu o VOLP) que uma palavra não pode ter espaço entre as letras.
     
  5. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    “Trema ( ¨ ) é um diacrítico usado em diversas línguas para alterar o som de uma vogal ou para assinalar a independência dessa vogal em relação a uma vogal anterior, constituindo-se às vezes em uma vogal própria e distinta no alfabeto.”
    Fonte: Wikipédia

    Eu nunca utilizei trema. Vou logo avisando ao senado federal que pretendo continuar não utilizando. Não acredito que esse acordo ortográfico dê certo assim na canetada. Falta maior participação de professores e maior tempo para adaptação.


    Qualé, Paganus! O povo te espera!:yep:
     
    Última edição: 22 Dez 2012
  6. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    mas é pelo acordo que a trema cai, não?
     
    • LOL LOL x 1
  7. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    É sim :yep: .Quando veio a proposta do acordo ortográfico "estou livre da trema" (se vai valer ou não) eu já não utilizava mesmo :lol:. Imagina a quantidade de pontos que perdi em redação na vida por causa desse "esquecimento" Na verdade sou relapso em acentuação.(Tento me policiar o tempo todo).
     
    Última edição: 22 Dez 2012
  8. Cantona

    Cantona Tudo é História

    Podiam acabar com a crase. Essa sim, o apêndice ortográfico.
     
    Última edição: 22 Dez 2012
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Não é uma má ideia, Cantona :yep: Sinceramente não sei se esse acordo vai vingar, mas vamos esperar pra ver.




    Qualé, Paganus! O povo te espera
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Calib

    Calib Visitante

    Para acabar com a crase, só se a gente escrever "aa".
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Estão querendo ou estudando "unir" o porque nas perguntas português/brasileiro por que? =Brasil , porque? = Portugal) Já que não podemos derrubar a crase :lol:, o travessão (O travessão (ou risca) é um sinal de pontuação que serve para indicar mudança de interlocutor... Fonte:wikipedia) já foi banido por Saramago e também poderia entrar nesse mata-mata ortográfico. Isso se não for revogado o novo acordo (deixando como dantes) que é bem possível em se tratando de política e políticos.
     
    Última edição: 22 Dez 2012
  12. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    acho que revogar não rola. as editoras vão fazer uma pressão lazarenta por causa dos livros que já estão de acordo com a norma.

    eu achava que tinha caído o acento do "tem" para a terceira pessoa do plural (eles têm). dava mó trabalho pra izze qdo ela revisava meus posts no meia, pq eu continuava com isso na cabeça, que tinha caído o acento.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Pips

    Pips Old School.

    Contanto que eles coloquem minha sugestão findessemana, findeano, findessemestre, etc., não reclamarei. Como nunca houve um bom relacionamento entre eu, o acordo antigo e o acordo novo, não tenho como aprovar ou reprovar essa nova mudança.
     
  14. Calib

    Calib Visitante

    Ó Seu Ricardo, travessão não tem nada que ver com ortografia.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    O" porque, por que"tem haver com ortografia, né :lol: Usei o exemplo errado, obrigado pelo aparte sô Calib. Quanto a revogar realmente vai ter pressão de editoras. Como não utilizava trema no antigo, rezo para que o novo venha logo ou sacramente definitivamente.
     
    Última edição: 22 Dez 2012
  16. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mas a crase é útil. Se eu galo: ele olhou a direita ou ele olhou à direita são coisas diferentes.
     
  17. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



     
    • Gostei! Gostei! x 4

Compartilhar