1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sem falar

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por imported_Cabal, 3 Mai 2011.

  1. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    As palvras ficam presas
    nada do que é dito adianta
    queria apenas ouvir o seu sorriso
    só isso

    Poder ser teu amigo
    continuar sendo poeta
    tú sempre fizeste com que eu me sentisse assim

    Amizade
    pura e verdadeira
    gostaria de cultiva-la
    na pétala da flor
    na linha da vida em minha mão

    Sentimentos mudam
    carinho e respeito continuam
    seja muito feliz
    era isso que eu queria te dizer...
    enrolado no girasol.

    Max de Matos
     
  2. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    Que bonito Cabal! Gostei muito! :sim:
     
  3. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    Achei que o Cabal tinha abandonado o barco :sim: eis que surge com poema um belo poema :sim:.O poeta tarda mais não foge a luta né meu caro.
     
  4. Tayana

    Tayana Usuário

    Cabalzin, finalmente voltou aos poemas. Olha só tenho uma coisa a dizer, pq vc acentuou o TU (L7)?
    E acho q faltou acento em cultivá-la (L10)

    E me identifiquei com seu poema.

    Beijão seu lindo lindo.
     
  5. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Muito boa, Cabal.
     
  6. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Os fins justificam novos meios.
     
  7. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Thank´s Lana, saudade di ocê.

    Não fugimos de jeito maneira Ricardo, o poeta some, desaparece e quando menos se espera ele volta, sem nunca ter ido de verdade. Muito bom estar aqui de novo

    Sinceramente Tay? não sabia, fiquei na dúvida, e pelo jeito optei pelo errado, obrigado por me mostrar isso, vc é 10. Bjos. Pois é , o poema é meio pessoal sabe, sobre uma certa situação, queria continuar com a amizade, mas não se faz possível no momento, eu entendo e aceito resignado a situação, não uma resignação sofrida, e sim consciente.

    Valeu Wilson, Obrigado.

    Ou quem sabe os meios justificam os fins, mas creio que vc também está certo caro LHR, obrigado pelo comentário.
     
  8. Fluo

    Fluo Banned

    Parabéns, ficou muito bom.
     

Compartilhar