1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Segundo turno explicita dúvidas, diz Caetano Veloso

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 30 Set 2010.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Cabo eleitoral assumido da candidata Marina Silva, o cantor Caetano Veloso, 68, defende a importância do segundo turno nas eleições presidenciais para que "haja uma sensação de que há críticas, há gente de olho, há dúvidas na sociedade".

    Na entrevista a seguir, critica a campanha de José Serra ("não tem que botar Lula na propaganda dele") e faz um balanço de erros e acertos de Lula ("apesar de tudo isso, está no azul"). Leia os principais trechos.

    Folha - Pesquisas recentes apontam queda de Dilma e abrem margem para um possível segundo turno. Como vê esse quadro?

    Caetano Veloso - Eu torço para que tenha segundo turno. Porque o tom que Lula e Dilma estavam [usando] na campanha, ela insuflada por ele, era um pouco desmedido. E até irrealista. Eufórico demais. Não era bom que fosse uma eleição no primeiro turno, e uma presidente fosse empossada nesse tom.

    Por quê?

    Deve haver uma sensação de que há críticas, há gente de olho, há dúvidas na sociedade, que a vida é mais complexa. Aquele negócio de Lula pensar que pode dizer tudo quando chega no comício não é bom. Se a eleição se definisse nesse tom, seria um sintoma de que o Brasil realmente estaria em uma regressão populista primária, que eu suponho que o Brasil não tenha mais idade para estar.

    A campanha de Serra está mais equilibrada?

    Sempre achei errado Serra ficar esse tempo todo fingindo que não teria nada contra Lula, como se estivesse junto dele. Aquilo não funciona. O Brasil é um país grande. Quantos leitores tem a revista "Veja", por exemplo? É sinal de que o país tem várias forças se movendo dentro. Serra deveria ter se apresentado como outra coisa, não tem de botar Lula na propaganda dele. Precisava de um baiano lá para saber fazer a campanha dele [risos].

    Qual seria a melhor estratégia para Marina, sua candidata, se houver segundo turno?

    O ideal seria que ela subisse, passasse o Serra e fossem duas mulheres para o segundo turno. Ia ser muito bom.

    E se isso não acontecer? Ela deve apoiar outro candidato?

    Ela pode se abster de apoiar alguém. Mas, se apoiar, dirá claramente por que fez. Marina é a mais moderna. Está num estágio pós-Fernando Henrique e pós-Lula, com o que aconteceu de bom nesses governos. Tem as responsabilidades intelectuais, técnicas e morais que resultaram dos 16 anos de PSDB e PT.

    Você se arrepende de ter votado em Lula em 2002?

    Nunca me arrependi --nem no auge do mensalão, nem agora, quando ele falou em "extirpar o DEM" e nessa baboseira sobre "mídia golpista". Essas coisas não são aceitáveis, mas, apesar de tudo isso, Lula está no azul.

    Por quê?

    Ele é uma continuação do governo Fernando Henrique, com mais energia e mais brilho. Lula é uma figura histórica de grande importância, muito maior do que pôde aparecer no filme que foi feito pelo Fabinho [Barreto, "Lula, o Filho do Brasil"]. É um filme legal, mas teve pudor em fazer o que deveria ser feito: se deixar inebriar pela força mítica do grande herói épico e histórico que o Lula é. Se fizesse, seria um clássico.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Sou da opinião que as eleições precisam ter dois turnos, mas de outra maneira.

    Os cargos do legislativo poderiam ser votados todos agora em 3 de Outubro

    E governador e presidente serem votados somente em Novembro, pois a importância que os cargos tem na minha maneira de ver merece ser debatida por mais um mês.
     
  3. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Acho que deveriam ter turnos diferentes de nível municipal, estadual e federal, para a camanha ficar mais direta (espero ter sido mais claro do que parece).
     
  4. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Caetano quando desata a falar pérolas... tsc...

    prefiro a definição de Emir Sader em relação a Marina:

    Ao falar de Belo Monte, por exemplo, ela emenda “mas a energia limpa…” Só que Belo Monte é energia limpa. A Marina não tem coragem de se colocar a favor de projetos como Belo Monte, mas também não tem capacidade de elaborar projetos alternativos. Acho que a Marina é a falência do movimento ecológico brasileiro.
     
  5. Fafa

    Fafa Visitante

    Tem um cordel muito bom sobre Caetano Veloso. O autor é Antonio Barreto.


    Eu já estava estressado
    Temendo até por vingança.
    Meus alunos na escola
    Leitores da ‘cordelança’
    E a galera em geral
    Sempre a me fazer cobrança.

    Todo mundo me acusando
    De cordelista medroso
    Omisso, conservador
    Educador preguiçoso
    Por não me pronunciar
    Sobre Caetano Veloso.

    Logo eu, trabalhador,
    Um pouco alfabetizado
    Baiano de Santa Bárbara
    Sertanejo antenado
    Acima de tudo um forte...
    E por que ficar calado?

    Resolvi tomar coragem
    E entrei logo em ação.
    Fui dialogar com o povo
    E colher a opinião
    Se Caetano está correto
    Ou merece punição.

    Lápis e papel na mão
    Comecei a anotar
    Tudo em versos de cordel
    Da cultura popular
    A respeito de Caetano
    Conforme vou relatar.

    — Artista santo-amarense
    Amante da burguesia
    Esse baiano arrogante
    Cheio de filobostia
    Discrimina o presidente
    Esbanjando ironia.

    — Caro artista prepotente
    Tenha mais discernimento.
    Seja um Chico Buarque
    Seja Milton Nascimento
    Seja a luz do Raul Seixas
    Deixe de ser rabugento.

    — O Caetano deveria
    Ser modesto e mais gentil
    Porém o seu narcisismo
    Que não é nada sutil
    Faz dele um homem frustrado
    Por ser bem menor que Gil.

    — Seu comportamento vil
    É algo de outra vida
    Ele insiste em muitos erros
    Não cura sua ferida
    Por isso sua falação
    É de alma involuída.

    — Caetano é um arrogante
    Partidário da exclusão
    O que ele fez com Lula
    Faz com qualquer cidadão
    Sobretudo gente humilde
    Que não tem diplomação.

    — Por que este cidadão
    ( o Caetano escleroso )
    Não criticou Figueiredo
    Presidente desastroso ?
    Além de aproveitador
    O Caetano é medroso.

    — Esse Cae que ora vejo
    Não representa a Bahia.
    Ser o chefe da Nação
    Esse invejoso queria
    Mas a sua paranóia
    Pouco a pouco lhe atrofia.

    — Já pensou se o Caetano
    Fosse então educador ?!
    “Mataria” os seus alunos
    Pela falta de pudor
    Pela discriminação
    Pelo brio de ditador.

    — Ele não leu Marcos Bagno
    Pois é leitor displicente.
    Seu preconceito lingüístico
    Contra o nosso presidente
    Discrimina Santo Amaro
    Terra de Assis Valente.

    — Ele ofende até os mortos:
    Paulo Freire, Gonzagão
    Patativa do Assaré
    O Catulo da Paixão
    Ivone Lara, Cartola
    Pixinguinha, Jamelão...

    — Caetano é um imbecil
    Da ditadura um amante.
    Um artista egocêntrico
    Decadente ambulante
    Se julga intelectual
    Mas é mesmo arrogante.

    — A Bahia está de luto
    Diante da piração
    Desse artista rabugento
    Que adora a exclusão,
    Vaca profana, ególatra
    Que quer chamar a atenção.

    — Vai de reto, Caetanaz
    Pega o Menino do Rio
    Garoto alfabetizado
    Que te provoca arrepio.
    Esse sim, não é grosseiro
    Nem cafona pro teu cio.

    — Um burguês reacionário
    Que odeia a pobreza.
    Ele não gosta de negro
    E só vive na moleza.
    Sempre foi um lambe-botas
    Do Toninho Malvadeza.

    — Vou atender meu cachorro
    Pois é algo salutar
    Muito mais que prazeroso
    Que parar pra escutar
    O Caetano elitista
    Que começa a definhar.

    — Certamente o Caetano
    Esqueceu do Gardenal.
    Bem na hora da entrevista
    Lá se foi o bom astral
    Desandou no Estadão
    Dando um show de besteiral !


    — Caetano ‘Cardoso’ segue
    Sempre a favor do “vento”
    Por entre fotos e nomes
    Sem lenço nem argumento
    Vivendo só do passado,
    Cada vez mais ciumento.

    — Eu respeito a sua arte
    Mas preciso declarar
    Que quando não tá na mídia
    Cae começa a atacar
    Sobre tudo as pessoas
    De origem popular.

    — O Caetano gosta mesmo
    É de gente diplomada:
    Serra, Aécio, Jereissati,
    Toda tribo elitizada...
    Bajulou FHC
    Que fez muita trapalhada.

    — O Caetano discrimina
    Pois está enciumado.
    Na verdade, o nosso Lula
    É um homem educado.
    Um nordestino sensível
    Muito mais que antenado.

    — Dona Canô, com 100 anos
    Não perdeu a lucidez.
    Mas seu filho Caetano
    Ficou pirado de vez
    Transformando-se num “cara”
    De profunda insensatez.

    — Ofendeu Marina Silva
    — Através do Silogismo
    Mistura de Lula e Obama
    Logo quer dizer racismo:
    Mulher cafona, grosseira
    Analfabeta – que abismo!

    Adoro Mabel Veloso,
    Betânia, dona Canô...
    Para toda essa família
    Meu carinho, meu alô.
    Mas o mestre Caetanaz
    Já está borocoxô!

    É proibido proibir
    O cordelista versar
    Pois conforme disse Cae
    “Gente é para brilhar”.
    Então permita ao poeta
    Liberdade de pensar.

    Brasileiros, brasileiras
    A Bahia está de luto.
    Racistas em nossa terra
    Radicalmente eu refuto.
    Estamos envergonhados,
    Todos fomos humilhados
    Oh Caetano ‘involuto’.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Eu não entendi. O Caetano disse alguma besteira? Ou é só perseguição mesmo?
     
  7. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Thiago:

    Para mim a frase de Caetano é uma grande besteira.

    Ou seja, não se trata de perseguição não.

    E eu justifico a minha opinião concordando com a de Emir Sader:

    Não sei que parte tu não entendeu.
     
  8. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Lordpas ou Rodrigo (minha memória é péssima, acho que o seu nome é Rodrigo, se não for, MIL desculpas).

    O Caetano disse que na opinião dele a: "Marina é a mais moderna. Está num estágio pós-Fernando Henrique e pós-Lula, com o que aconteceu de bom nesses governos. Tem as responsabilidades intelectuais, técnicas e morais que resultaram dos 16 anos de PSDB e PT." Ele acha que ela é a mais moderna, sendo a mais preparada após 16 anos de PSDB e PT. Ele pode estar errado, mas chamar a opnião dele de besteira é exagero, ou mesmo perseguição por ser o Caetano Veloso. Me parece que, se fosse outra pessoa, não estariam reclamando tanto.

    E Belo Monte é um projeto complicado.
     
  9. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    "Coragem" de se colocar a favor de Belo Monte?

    A frase parece no mínimo uma distorção de jornalista pró-Dilma. Por que ela deveria ter "coragem" de ficar a favor da Usina? Antes, ela deveria ter coragem de se colocar contra ou pelo menos, como faz, questionar o empreendimento.

    É um projeto muito complicado, com impactos sociais e ambientais, mas antes de tudo, é um problema de Engenharia. Se a engenharia disser que o projeto compensa seus custos econõmicos, sociais e ambientais, então é. Se não, não é.

    É uma questão exata, ou é ou não é, e a discussão política só entra no meio para atrapalhar a resolução da mesma.

    Assim como o é com o aquecimento global. Não existe essa de achar que o aquecimento existe ou não existe, é impossível dar juízo de valor quanto a isso, é ridículo ter um posicionamento político a respeito de sua existência. É uma questão de Física e, sobretudo, de computação numérica, e os especialistas ainda não entraram num consenso. E quando entram os políticos, o negócio mela.
     
  10. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Interpretação, interpretação... leia atentamente.

    coragem de tomar uma posição ou de propor alternativas ao que acha que não está certo.

    Marina Silva coloca tanto Dilma quanto Serra como gerentes sem visão estratégica enquanto ela não tem nem um pito de qualidade de gestora. Basta pegar o último debate na globo... enquanto Serra e Dilma citavam valores, lugares para se realizar obras, dados concretos, etc, Marina ficava com o discurso de impacto de que "implantará um plano estratégico"... falta a Marina dizer qual o plano estratégico.

    A discussão (e projetos) de Belo Monte existe desde 20 anos atrás e Marina tem medo sim de se posicionar, com o discurso de que precisa avaliar todas as posições... eita tempo pra se avaliar um projeto, não conseguiu em quase 8 anos não?

    E essa a critica que Emir faz a Marina, a de não ter coragem de agir. Como a energia de Belo Monte é vital ao país, não se coloca a opção ser contra simplesmente (nem Marina admite publicamente que é contra), mas sim a opção de se produzir uma alternativa ao projeto.


    E menos em fazer salada de fruta, estou aqui citando um exemplo de uma obra de engenharia já planejada... não filosofando sobre aquecimento global que pode ou não existir. O exemplo não cola por não ter similaridade em termos de argumentação técnica definida.
     
  11. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Mas ela não tem realmente capacidade técnica de avaliar o projeto. Ela é engenheira eletricista? Civil? Agrimensora?

    A análise de viabilidade deve ser feita por uma perícia técnica independente. Feita essa análise, que parece estar controversa, sem consenso, aí sim parta-se para o posicionamento político, imbuindo aí os custos subjetivos do dano ambiental e da relocação das comunidades indígenas.
     
  12. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    É função de um Ministro de Estado avaliar dados e gerenciar o que lhe é passado. Marina, suponho eu, deve ter tido uma equipe capaz de lhe dar respostas sobre o assunto.

    Achei que isso era uma coisa óbvia. Até porque em nenhum momento eu afirmei que lhe faltava ou sobrava capacidade técnica, mas sim GERENCIAL e PRODUTIVA.
    sim, e? de novo... 20 anos... quase 8 da Marina... porque diabos ela não conseguiu se decidir ainda? quanto tempo mais ela vai precisar pra adquirir uma posição?

    como eu disse eu não estou entrando no mérito se é ou não viável e me parece que tu não está entendendo isso. estou falando sobre a tomada de decisão e postura. Não tem coragem de dizer não (e portanto sugerir uma alternativa ao projeto) e manter a imagem de integrante do movimento ecológico ou então dizer que sim e exercer sua posição dentro do movimento para convence-los dos motivos que a levaram a aceitar o projeto.

    ou seja, volto a dizer: ela é a falencia do movimento ecológico brasileiro.
     

Compartilhar