1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Satélite alemão pode atingir a Terra na sexta-feira

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Fúria da cidade, 20 Out 2011.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Um satélite desativado está entrando na atmosfera terrestre e pedaços dele podem cair na Terra já na sexta-feira, informou o Centro Aeroespacial Alemão. Os cientistas já não conseguem se comunicar com o satélite ROSAT, que orbita a Terra a cara 90 minutos e não sabem exatamente onde as peças podem cair.

    Partes do satélite, que tem o tamanho de uma minivan, vão pegar fogo durante a reentrada, mas cerca de 30 fragmentos, com peso total de 1,87 tonelada podem cair na Terra em algum momento entre sexta e segunda-feira, disse o porta-voz do centro espacial, Andreas Schuetz, à The Associated Press.

    "Todos os países do mundo entre 53 graus norte e 53 graus sul podem ser afetados", disse Schuetz nesta quarta-feira. Trata-se de uma faixa bastante extensa que inclui a maior parte do planeta fora dos polos sul e norte.

    O satélite científico foi lançado em 1990 e parou se funcionar em 1999, após ter sido usado para pesquisas sobre buracos negros e estrelas de nêutron e de ter realizado o primeiro levantamento completo do céu com raios X com um telescópio de imagem.

    O maior fragmento do ROSAT que pode atingir a Terra é o espelho resistente ao calor do telescópio, que pesa, sozinho, 1,76 tonelada.

    O satélite vai reentrar na atmosfera a uma velocidade de 28 mil quilômetros por hora. Na medida em que ele se aproximar mais da Terra, nos próximos dias, os cientistas conseguirão estimar com mais precisão onde ele vai cair, com uma janela de cerca de 10 horas.

    Um satélite desativado da Nasa caiu no sul do oceano Pacífico no mês passado, sem causar danos, apesar dos temores de que atingiria uma área povoada e provocaria prejuízos ou mortes.

    A agência espacial alemã estima a probabilidade de alguém em algum lutar da terra ser atingido por seu satélite em 1 chance em 2.000, um nível levemente acima do risco calculado para o satélite da Nasa. Mas a chance de uma pessoa ser atingida é de 1 em 14 trilhões, tendo em vista que há 7 bilhões de pessoas no planeta. As informações são da Associated Press.
     
  2. Hamfast

    Hamfast Melodia e distorção

    Será que o tio Harold acertou dessa vez? :ahhh:















    Nah.
     
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    O jeito é torcer pra que essa sucata espacial caia no mar ou algum lugar totalmente desabitado.

    Já que ainda não temos lixeiras espaciais pra recolher o que não presta mais, somos obrigados a correr risco, ainda que muito baixo de um refugo espacial cair nas nossas cabeças.
     
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    A chance é minuscula de alguém de machucar com os pedaços, ainda mais que a área onde ele pode cair é praticamente a Terra toda. Mas por vias das dúvidas vou andar olhando para cima. Se bem que deve ser bem legal ver um deles caindo, de preferência, perto, mas não tão perto, de mim.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    E que mesmo que fosse um fragmento bem pequeno do tamanho de um parafuso, mesmo que seja algo bem reduzido ele será potencialmente perigoso porque estará muito quente devido ao atrito com a atmosfera. O jeito é torcer pra que o satélite se desmanche o máximo possivel.
     

Compartilhar