1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Russo rejeita "Nobel de Matemática"

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por RSS, 23 Ago 2006.

  1. RSS

    RSS Usuário

    da France Presse, em Madri

    A Medalha Fields, considerada o "Nobel de Matemática", foi atribuída nesta terça-feira ao enigmático gênio russo Gregori Perelman, a seu conterrâneo Andrei Okounkov, ao francês Wendelin Werner e ao australiano Terence Tao.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (22/08/2006 - 10h34)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Amadenaro Grandrago

    Amadenaro Grandrago Fabio Scherer

    Por que será que ele rejeitou seu merecido prêmio? Nunca vou entender isto. E tem mais: dizem que ele se demitiu de seu cargo como professor universitário... terá talvez sofrido ameaças ou outra coisa que o assustou? (Afinal, em se tratando da Rússia, digo isto sem preconceito)... :)
     
  3. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Me identifico muito. É que é o seguinte: nem todo mundo curte esse negócio de prêmios. Pra quem ganha e gosta é legal recebê-lo, mas alguns simplesmente não querem esse tipo de atenção ou não tem cabeça pra esse tipo de coisa. No lugar dele talvez eu tivesse feito a mesma coisa.
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  4. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Recusar um prêmio com certeza é um direito legítimo que todos tem..

    Por outro lado se eu ganhasse, eu analisaria com muita ponderação quem está me premiando. Se é uma instituição conceituada de muito prestígio e credibilidade que eu admiro e que de forma verdadeira está reconhecendo meu trabalho eu jamais recusaria, não por questão de pensar em ficar famoso, mas por respeito e gratidão a instituição e os profissionais envolvidos que dedicaram todo um tempo e atenção para analisar e decidir pela premiação.
     
    Última edição: 26 Set 2018
    • Ótimo Ótimo x 1
  5. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    O Grigori Perelman se afastou da matemática. Além da Medalha Fields ele também recusou outros prêmios.
    Vou aproveitar esse tópico pra dizer que sou fã de matemáticos. É uma área na qual tenho interesse (apesar de eu nunca ter sido muito bom) e é uma área da ciência geralmente esquecida ou até mesmo desprezada pelo público. Sem matemática não há ciência, simples assim. Aliás, sem matemática não tem nem como imaginar o universo. Mas felizmente nós temos a matemática, e o mundo, as estrelas, e tudo o que existe na natureza funciona em perfeita ordem.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  6. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    A questão Giuseppe não é nem a matemática ser desprezada pelo público e sim a forma como ela ensinada nas escolas de um modo geral que nem sempre é de uma maneira atraente e didática. Aí muitos acabam tendo uma grande dificuldade muitas vezes com algo que poderia ser ensinado de uma maneira mais simples e objetiva. Isso eu senti na pele quando aos 14 anos eu fui pra uma escola do Senai e aprendi matemática mais rapidamente em 1 ano e meio com uma didática bem simples, eficiente e muito mais prazerosa de aprender do que vi ao longo de 8 anos do ensino fundamental.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  7. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Concordo plenamente. Quando eu era garoto eu era um dos piores em matemática e hoje em dia, apesar de eu não saber muito, eu sei muitíssimo mais do que jamais aprendi naquela época (e também gosto, enquanto que antes eu detestava, ou pelo menos achava que detestava). Há excelentes recursos na internet, e tem pessoas que realmente sabem ensinar de uma forma fácil e divertida!
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. Amadenaro Grandrago

    Amadenaro Grandrago Fabio Scherer

    Quero provar ao mundo que P=NP. Não sou muito bom em cálculos, mas me afiei muito na lógica pura e na Geometria. :)
     
  9. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Se P ≠ 0, e N = 1 então sim, aí P=NP XD
     
    • LOL LOL x 2
  10. Meneldur

    Meneldur We are infinite.

    Se P=0, P=NP trivialmente.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
    • LOL LOL x 1
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  11. G. Asaph

    G. Asaph O Fenrir

    Eu cogitaria rejeitar,não sei se teria coragem mas o fato de terem falado que a prosa de Tolkien e ruim e que nem ele nem Kafka ganharam me deixa abismado...
     
    • LOL LOL x 1
  12. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Não apenas a matemática, mas história, geografia, idiomas em geral, etc. Com o mínimo de vontade, tudo pode ser ensinado de uma maneira mais lúdica e descontraída numa fase importantíssima de nossas vida que é a infância. O Mundo de Beakman é o típico exemplo clássico de como ciências em geral pode ser muito mais interessante explicado apenas de outra maneira: fácil e divertida.

    Prêmio pode ser importante midiaticamente mas não é tudo. Tem tanta gente boa que nunca ganhou um Nobel, um Oscar, um Pulitzer, etc mas nem por isso deixaram de ser grandes nomes em suas respectivas áreas, porque o maior prêmio que eles conseguiram não é uma estatueta, uma placa ou medalha dourada e sim o imenso reconhecimento de seus milhares de fãs e admiradores mundo afora e isso é muito valioso.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Sempre esqueço de algum detalhe óbvio haha!
     

Compartilhar