1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Rubem Fonseca

Tópico em 'Autores Nacionais' iniciado por Oseas, 2 Fev 2009.

  1. Oseas

    Oseas Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Eu nunca li nada de Rubem Fonseca. No entanto, vi um livro de contos dele nas Americanas e fiquei curioso.

    Se alguém leu esse escritor, poderia me dá informações sobre o estilo, qualidade dos escritos. etc...?
     
  2. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Dele eu li O Retorno e o terno, que é um apanhado de crônicas que ele fez numa época num jornal de Minas. Ele é muito bom escrevendo.
    Coloca mais informações sobre o livro.
     
  3. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Li somente alguns contos de Feliz Ano Novo e gostei muito. Quase todos são bem violentos, mas são muito envolventes, e em algumas partes chegam a ser engraçados. Em um deles, se não me engano, um ladrão diz pra vítima ficar perto da parede antes de atirar nela pra ver se era verdade que as pessoas voavam e grudavam na parede. :lol:

    Fiquei com vontade de ler esse livro aí.
     
  4. Pips

    Pips Old School.

    "Agosto" é envolvente.

    Um que saiu há alguns anos, "Ela e outras mulheres", é divertido e bem leve. Quem quer começar, acho que esse é o melhor.
     
  5. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Tb li Trillian, é bem legal Feliz Ano Novo, eu me surpreendi mesmo :sim:
    Tem algumas coisas que beiram ao absurdo, só que ao mesmo tempo, faz sentido =D
    Tem um
    que é o cara sai com o carro e vai matando as pessoas por lazer, para aliviar o estresse =S é algo tããão surreal que faz sentido, bah tem pessoas doentes a esse ponto..
    É "Passeio Noturno" se não me angano... e o conto "Feliz Ano Novo" que há uma piazada de rua que entra numa festa e vai estrupando as mulheres, ameaçando, violentando, etc...tb é uns dos que gostei =]
    ele narra tudo de uma forma bem realista e sempre com uma crítica por trás, esse "Feliz Ano Novo" ele crítica a sociedade que ñ dá oportunidades para os jovens, por isso que eles estão desse tipo, marginalizados, corrompidos,etc...
    mas, um conto desse livro que achei o mais bizarro é um sobre "Campeonato de Esperma"....o_O'

    Agora esse livro que vc postou, merece ser comprado, deve ser muito legal =D
    Dever ter 'n' diferentes temas também, neh?
     
  6. Oseas

    Oseas Usuário

    Comprei esse de contos, e também comprei "Agosto", conforme a dica do Pips.

    O livro de contos da imagem acima é bem volumoso. Tem conto p/ caramba!!!

    Tô lendo o Idiota, quando terminar talvez eu comece a ler o de contos.
     
  7. 30PorCento

    30PorCento Usuário

    Saiu uma matéria legal no Portal Literal do Terra escrita pelo Rubem Fonseca sobre o Kindle (leitor de e-books da Amazon):

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  8. Pips

    Pips Old School.

    Não esqueçam que a primeira série da HBO feita totalmente no Brasil é Madrake, adaptação de contos do Rubem Fonseca. O filho dele era roteirista e produtor da série.

    Aliás, no meu trabalho de TCC da faculdade eu fiz uma homenagem a Rubem Fonseca. O personagem principal era um detetive particular (parecido com Madrake) que se chamava Rubens Fonseca.
     
  9. heimmrich

    heimmrich Usuário

    Olha só, Pips. Eu sempre me perguntei se o detetive comedor da HBO era ou não baseado no Fonseca.
    E é um escritor que eu admiro muito, estilo super forte e conciso o dele. O difícil é que ele tem mais livros publicados que eu anos de vida, aí complica falar bem sobre a obra dele porque sempre tem um ou outro que você ainda não leu auehauheauea mas indico O Caso Morel, que é seu primeiro romance, Diário de um fescenino, escrito em forma de diário, com um final ligeiramente decepcionante, mas pelo gênero tem ótimos capítulos com várias reflexões muito bacanas, além de meta-linguagem pra dar com o pau, e O Cobrador, que é um livro de contos. Só o conto que dá nome ao livro já vale a compra.
     

Compartilhar