• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

RPG de Deuses (Recrutamento)

Vindicador

Usuário
...dotada de inteligência. A nova raça se denominará Swarms .


Meu, não é querer ser chato nem nada, mas já que estamos entre brasileiros, vamos trabalhar só com palavras em português ou inventadas.
Se não fica aquele negócio de palavra em inglês e português e fica muito confuso.
Renomeia isso aí.
 

Biorn

Fiz uns rock's com Iluvatar
É que Hallgrimr na verdade pediu a luz de Nor'jahall justamente para entrega-la aos mortais, ele ama os filhos dos Finerim mais do que qualquer coisa, mais até que seus irmãos. Por isso ele daria esse tipo de presente
 

Raphael S

Desperto
Oh Raphael, tive uma ideia, o que tu acha de Hallgrimr ter uma visão de que o filho do seu paladino viraria um rei, mas um rei estilo o pai mesmo, do bem e talz, mesmo depois de passar por um monte de problemas e desafios até ser aceito mesmo como um demonio. E isso fazer Hallgrimr forjar-lhe uma espada na qual a luz de Nor'jahall está presente. O que acha?
Well, vocês podem interagir, claro, é ver como o personagem vai reagir. Não vou dizer Hah legal, adorei, vamos fazer dele o Rei e depois o Pow Rt ir a público e dizer que não é rei e que os deuses estão loucos se pensam que ele vai ser rei de um punhado de camponeses ignorantes.

Mas só estou dando o exemplo porque já que o pai dele é rei e pela herança ele também vai ser rei, acho que ele talvez não se interesse.

Meu, não é querer ser chato nem nada, mas já que estamos entre brasileiros, vamos trabalhar só com palavras em português ou inventadas.
Se não fica aquele negócio de palavra em inglês e português e fica muito confuso.
Renomeia isso aí.
Muda para Cholofómpilos ^_^

By Raphael Silvério
The Chaves Recycle
 

Biorn

Fiz uns rock's com Iluvatar
Hum... Tava pensando em talvez dar a espada ao pai dele, e depois deixar ele resolver para quem fica.
 

Raphael S

Desperto
Pode ficar à vontade se quiser fazer isso, mas já aviso que não tenho nada a ver com a reação dos personagens. Sou apenas um Deus, eles tem suas próprias consciências.

By Raphael Silvério
Pinoc Chio
 
Última edição:
Gente eu estava tendo umas ideias, só não sei se são cabíveis, mas...Em Anuradha achar um bebê abandonado porque a mãe morreu no parto e ele era abastado e coisa e tal... pois bem, ela criaria a criança como se fosse seu filho e lhe "abençoaria" com a sua luz, ai quando ele crescesse e fosse embora poderia tornar-se uma espécie de heroi, mas ou menos por ai, ainda to maquinando as ideias, é claro que tudo não seria flores, teria um pouco de trevas. Sei lá, é só uma ideia.
Então que acham? Sinceramente.
 

Biorn

Fiz uns rock's com Iluvatar
ah, Nah-Galad, nao vi seu post xD, sim, ele trabalha com metais^^, acho que até sei o que tu ta pensando, eu acho que seria massa se Hallgrimr fizesse a armadura dos seus Maiar*-*
 

Lyvio

Usuário
Meu, não é querer ser chato nem nada, mas já que estamos entre brasileiros, vamos trabalhar só com palavras em português ou inventadas.
Se não fica aquele negócio de palavra em inglês e português e fica muito confuso.
Renomeia isso aí.
[+nacionalista] kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. ta bom vovê o que ponho.

Vê se te agradou vindicador... Infestos, essa palavra não existe.
 
Última edição:

Raphael S

Desperto
Só fiquei meio na dúvida se nosso pai sumiu-se ou se ele ainda vai dar um tchauzinho antes de voltar ao plano superior.

By Raphael Silvério
Question Maker?
 

Raphael S

Desperto
BLZZZZZZZZZZZZ ^_^

Nem li mas já imagino.

Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiizzzzzzzzzzzz

By Raphael Silvério
John Lemon
 

Biorn

Fiz uns rock's com Iluvatar
Ox, já criei logo os objetos da Luz de Nor'jahall. Agora é pensar numa forma de dar os dois ultimos:think:
 

Serus

Criança da Noite
Eu gostaria muito de jogar essa aventura, mas para isso eu preciso da autorização, então eu peço aqui pra jogar, caso aceite, minha ficha está logo abaixo.

Nome: Serus

Título: Deus da Corrupção; Senhor do Medo; O Fogo que Tudo Corrompe; Senhor da Dor

Aparência: Cabelos longos até o meio das costas negros, olhos brancos com a pupila sendo minúscula, apenas um ponto, pele branco pálida, rosto fino com traços leves, nariz fino e lábios avermelhados e finos também, seu corpo mede um metro e oitenta e dois centímetros, corpo magro porém definido, trajado sempre por roupas pretas e pesadas, geralmente de couro com detalhes em prata, com um sobretudo por cima de tudo que se estende até quase ao chão, e fica sempre sobre um coturno preto de couro.

Símbolo: Uma placa de prata com um anjo segurando um crânio de uma criança pegando fogo entalhado nela em alto-relevo.

Portfolio/Domínio: O Medo, a Dor, a Corrupção e o Fogo Negro.

Personalidade e Descrição: Serus é um Deus arrogante, não se interessa muito com outros deuses, pensando nele sempre em primeiro lugar.
Ele gosta de propagar o medo, corrompendo a mente alheia, causando dores extremas tanto psicologicamente quanto fisicamente.
Ele não precisa de um porque para causar tais efeitos nos outros, e se precisar de um porque, é porque ele gosta.

História: Serus foi gerado por Nor'jahall quando o primeiro ser foi criado pela mão de um Deus, sendo assim, ele vai como sendo o ser do equilíbrio, pois esses seres gerados não poderiam ser perfeitos e ele trataria de não serem.
Ele logo tratou de criar uma espécie de semente, que ele germinou na mente de vários seres dos mundos em que ele visitou, tornando-os seres sem compaixão, capazes de torturarem aos outros e assim fez com que a dor e o medo se propagassem entre os mundos quase que instantaneamente.
Após se apoderou do fogo, mas um outro Deus também o queria, então eles entraram em uma batalha fervorosa, chegando a um acordo por fim, um é responsável pelo fogo que constrói, como na forja, Serus ficou responsável pelo fogo que corrompe, o fogo que consome, aquele que devasta as plantações.
Algumas eras atrás, ninguém sabe o porque, Serus adormeceu, entrou em um sono tão profundo que nada poderia acordá-lo, e nem teria como, pois ninguém sabia onde ele estava. Alguns acreditam que ele nem tenha dormido, que ele criou seu próprio mundo e se afastou do restante, para preparar algum plano de ação para corromper de tudo vez, mas claro, isso é apenas especulação.

Caráter: Não obedece a ninguém, a menos que se trate de algum plano de aproximação, então ele fará de tudo para ganhar a confiança do ser em questão, e provavelmente o trairá mais tarde.
Não gosta de sentimentos positivos, como a esperança, pois aqueles que possuem esperança são os fracos que não são capazes de correrem atrás do que querem e possuem esperança que algo ocorra sem eles precisarem fazer nada.
Livre arbítrio ele presa, mas os mortais insignificantes não possuem isso, pois eles devem fazer o que seus superiores, os Deus, mandarem.

Mundo: Se ele realmente possui um mundo próprio, ninguém sabe, mas se ele tiver, com certeza será um imenso castelo no meio do nada, onde qualquer um, apenas por estar lá, será afligido o tempo todo por medos inacreditáveis, capazes de corromper a mente de todos, com certeza o lugar será como o Inferno particular.
 

Raphael S

Desperto
Eu gostaria muito de jogar essa aventura, mas para isso eu preciso da autorização, então eu peço aqui pra jogar, caso aceite, minha ficha está logo abaixo.

Nome: Serus

Título: Deus da Corrupção; Senhor do Medo; O Fogo que Tudo Corrompe; Senhor da Dor

Aparência: Cabelos longos até o meio das costas negros, olhos brancos com a pupila sendo minúscula, apenas um ponto, pele branco pálida, rosto fino com traços leves, nariz fino e lábios avermelhados e finos também, seu corpo mede um metro e oitenta e dois centímetros, corpo magro porém definido, trajado sempre por roupas pretas e pesadas, geralmente de couro com detalhes em prata, com um sobretudo por cima de tudo que se estende até quase ao chão, e fica sempre sobre um coturno preto de couro.

Símbolo: Uma placa de prata com um anjo segurando um crânio de uma criança pegando fogo entalhado nela em alto-relevo.

Portfolio/Domínio: O Medo, a Dor, a Corrupção e o Fogo Negro.

Personalidade e Descrição: Serus é um Deus arrogante, não se interessa muito com outros deuses, pensando nele sempre em primeiro lugar.
Ele gosta de propagar o medo, corrompendo a mente alheia, causando dores extremas tanto psicologicamente quanto fisicamente.
Ele não precisa de um porque para causar tais efeitos nos outros, e se precisar de um porque, é porque ele gosta.

História: Serus foi gerado por Nor'jahall quando o primeiro ser foi criado pela mão de um Deus, sendo assim, ele vai como sendo o ser do equilíbrio, pois esses seres gerados não poderiam ser perfeitos e ele trataria de não serem.
Ele logo tratou de criar uma espécie de semente, que ele germinou na mente de vários seres dos mundos em que ele visitou, tornando-os seres sem compaixão, capazes de torturarem aos outros e assim fez com que a dor e o medo se propagassem entre os mundos quase que instantaneamente.
Após se apoderou do fogo, mas um outro Deus também o queria, então eles entraram em uma batalha fervorosa, chegando a um acordo por fim, um é responsável pelo fogo que constrói, como na forja, Serus ficou responsável pelo fogo que corrompe, o fogo que consome, aquele que devasta as plantações.
Algumas eras atrás, ninguém sabe o porque, Serus adormeceu, entrou em um sono tão profundo que nada poderia acordá-lo, e nem teria como, pois ninguém sabia onde ele estava. Alguns acreditam que ele nem tenha dormido, que ele criou seu próprio mundo e se afastou do restante, para preparar algum plano de ação para corromper de tudo vez, mas claro, isso é apenas especulação.

Caráter: Não obedece a ninguém, a menos que se trate de algum plano de aproximação, então ele fará de tudo para ganhar a confiança do ser em questão, e provavelmente o trairá mais tarde.
Não gosta de sentimentos positivos, como a esperança, pois aqueles que possuem esperança são os fracos que não são capazes de correrem atrás do que querem e possuem esperança que algo ocorra sem eles precisarem fazer nada.
Livre arbítrio ele presa, mas os mortais insignificantes não possuem isso, pois eles devem fazer o que seus superiores, os Deus, mandarem.

Mundo: Se ele realmente possui um mundo próprio, ninguém sabe, mas se ele tiver, com certeza será um imenso castelo no meio do nada, onde qualquer um, apenas por estar lá, será afligido o tempo todo por medos inacreditáveis, capazes de corromper a mente de todos, com certeza o lugar será como o Inferno particular.
Incrível o perfil do seu deus, é o mesmo perfil de um psicopata que me ameaçou de morte.

Aliás, só para constar, você é ele?

By Raphael Silvério
The Guard Angel
 
Última edição:

Serus

Criança da Noite
Incrível o perfil do seu deus, é o mesmo perfil de um psicopata que me ameaçou de morte.

Aliás, só para constar, você é ele?
Quem sabe...!!!

Talvez eu seja...

rsrsrs...
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo