1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Rimas da Vida e da Morte, Amós Oz

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Luciano R. M., 4 Ago 2010.

  1. Luciano R. M.

    Luciano R. M. vira-latas

    No que consiste o trabalho de um escritor? Talvez, mais do que escrever em si, consista em criar: a literatura é a resposta por escrito para tudo as necessidades interiores do escritor, não atendidas pelo mundo exterior. Por isso, por mais que baseie em eventos reais, a ficção é parte essencial da literatura.

    Pelo menos é isso que Rimas da Vida e da Morte, do israelense Amós Oz, demonstra. No livro um escritor se prepara e dá uma palestra sobre sua obra. Enquanto o faz ele observa a platéia e cria para cada uma das faces que vê uma vida, com suas expectativas e ilusões; sempre lembrando do poeta Tsefania Beit-Halachim, igualmente inventado.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Pips

    Pips Old School.

    Mais um nome para colocar na minha lista infinita de livros a ler.

    Deveras interessante apontar que a partir da nossa vida é que criamos a ficção. Não deixa de ser verdade quando personagens desconhecidos, com quem cruzamos durante os dias, sejam perfeitos para histórias na nossa cabeça.
     

Compartilhar