1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Resident Evil 5: Retribution (idem, 2011)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Turgon, 23 Set 2011.

  1. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Bem legal que teremos o retorno dela nos papéis do filme. Gosto das atuações dela em seriados e filmes normalmente.

    Só espero que esse filme começa a fazer valer o nome da série, apesar de não acreditar muito nisso. Gostaria de algo mais assustador, mas provavelmente será mais de ação, como seus anteriores.
     
  2. renyar

    renyar Usuário

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Revelado o nome do ator que viverá o policial Leon Kennedy em Resident Evil: Retribution.


    O nome do cara é Johann Urb. Nascido na Estônia, tem 34 anos, e o filme mais conhecido no qual atuou é o chato 2012.


    As gravações do filme, sob o comando de Paul W.S. Anderson, começam em breve. A estreia tá prevista para 14 de setembro de 2012.:yep:
     
  3. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Até hoje o primeiro filme foi o melhor, o resto uma porcaria.

    Vamos ver se este quinto filme se salva.
     
  4. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Saiu o primeiro teaser trailer:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Parece que seguirá a linha dos últimos, muitos efeitos, muita "ação" com efeitos, muito 3D, eu só vou conferir para ver de novo a Michelle Rodriguez, pelo menos com o personagem dela sei que não vou me decepcionar.
     
    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
  5. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Faltou só um muitos zumbis e muito terror.

    Acredito que seguirá a linha dos demais, mas vamos aguardar. O trailer até que ficou bom.
     
  6. Jhulha

    Jhulha Lurker

    A boatos de que o enredo do filme pode ser sobre mundos alternativos, maquinas do tempo e clones.

    Eu so quero saber como ressuscitaram o Leon, e porque ainda insistem na Alice, essa personagem é muito fraca, fiquei feliz quando tiraram os superpoderes dela, que ja estava fantasioso no extremo.
     
  7. Nossa o cara é igualsinho o Leon!!!!
    Só falta mudar o corte de cabelo!!
    Eu queria ver o Chris...
    Não é que nem o Chris, colocaram Wentworth Miller que é um EXCELENTE ATOR SEM DÚVIDA, porém o Chris É UM MONSTRO!
    E aquele cara pesa uns 75kg, sacanagem! Tinham que por um a altura fisicamente!
    Agora o Leon ta bem parecido!
     
  8. Captain Beyond

    Captain Beyond Usuário

    Só o Vin Diesel para interpretar o Chris do Resident Evil 5, pelo menos no video game, o cara tá muito forte.
    E o enredo do Resident Evil já morreu mesmo, no terceiro jogo e no primeiro filme, então que façam bons filmes de ação pelo menos.
     
  9. Jhulha

    Jhulha Lurker

    Não façam a loucura de trazer enrendo do jogo ou a aparência dos personagens para fazer uma comparação a esse filme, ja ficou claro nos primeiros filmes isto com o Nemesis bonzinho.

    Ninguem merece aquele Nemesis. :neutral:
     
  10. Magina cara Vin Diesel tem o meu porte, pra fazer o CHRIS, o cara tem que ter PELO MENOS 110KG...
    Tinha que ser tipo um John Cena, ou um Ex-Fisiculturista...
    O Chris é muito monstro, pqp...
     
  11. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Resident Evil 5 - Retribuição | Crítica
    Paul W.S. Anderson começa a encontrar, enfim, o curto-circuito ideal entre games e a mecânica do cinema de ação

    Marcelo Hessel
    13 de Setembro de 2012

    Resident Evil 5 - Retribuição
    Resident Evil: Retribution
    Alemanha / Canadá , 2012 - 95 minutos
    Ação / Horror

    Direção:
    Paul W.S. Anderson

    Roteiro:
    Paul W.S. Anderson

    Elenco:
    Milla Jovovich, Sienna Guillory, Shawn Roberts, Michelle Rodriguez, Li Bingbing, Johann Urb, Boris Kodjoe, Colin Salmon, Oded Fehr, Kevin Durand, Aryana Engineer

    Ótimo


    Videogames não rendem bons filmes por culpa dos realizadores ou o problema seria uma incompatibilidade entre as duas mídias? Resident Evil 5 - Retribuição (Resident Evil: Retribution), o melhor filme da cinessérie livremente baseada no jogo de survival horror da Capcom, também é a melhor tradução de um game para o cinema até hoje, justamente por colocar essa transposição em evidência, e em discussão.

    O roteirista e diretor Paul W.S. Anderson, que faz dessas adaptações seu nicho desde Mortal Kombat (1995), vem cada vez mais dando a seus filmes uma interface de jogo - como já prenunciava Corrida Mortal, com seus enunciados dispostos na tela como se fossem HUD (heads-up display, as informações vitais de energia e munição nos cantos dos jogos). O que não deixa de ser uma inversão curiosa: enquanto a tendência em games, há anos, é eliminar o HUD para deixar a experiência mais próxima do cinema (a própria Capcom fez isso com seus Resident Evil), Anderson deixa no HUD, ou no "extra-filme", por assim dizer, as informações mais básicas que botam a narrativa em movimento.

    Isso já fica claro no começo de Retribuição. Como a essa altura das reviravoltas ninguém entende mais o que se passa na cruzada de Alice (Milla Jovovich) contra a Corporação Umbrella, a personagem surge em um monitor para fazer um resumão dos quatro filmes anteriores. É a primeira pista dessa tendência de Anderson de realocar no "extra-filme" tudo aquilo - contextualização, exposição - que não se refere à ação em si. Em certa cena, em que Jovovich ensina Michelle Rodriguez a usar uma arma, ela diz que "é como uma câmera, basta apontar e atirar". Essa frase sintetiza a obra de Anderson - uma visão de cinema ao mesmo tempo simples e simplista -, que trata o espaço diegético como o domínio da ação e da ação apenas.

    Talvez seja pensando nisso que Anderson promove neste quinto filme a volta de uma figura que estava ausente desde o primeiro longa, a inteligência artificial Rainha Vermelha. A menininha sinistra computadorizada (agora interpretada por Megan Charpentier) é não apenas o principal elemento do "extra-filme" em Retribuição, dando informações que situam e movem a trama, como também se comporta como mestre do jogo, acionando cenários e chefes-de-fase a cada missão de Alice e seus amigos. O fato de Retribuição se ambientar inteiro numa instalação de testes da Umbrella, de onde a heroína precisa fugir, obviamente dá ao filme uma cara de game, mas é mais nas escolhas de direção de Anderson do que no argumento em si que esse parentesco se estabelece de fato.

    Até aqui, nada de muito espetacular, constatações apenas. Já houve filmes que também tentavam emular a fruição dos games (como a tosca cena em primeira-pessoa de Doom - A Porta do Inferno), Gamer continua sendo o mais arrojado deles todos, e essa disposição de Anderson dividir as cenas em mapas e grades tridimensionais talvez seja só uma forma de copiar Tron (a trilha sonora assinada pela dupla tomandandy chupa Daft Punk vergonhosamente). O que diferencia Resident Evil 5 - Retribuição mesmo é que, no meio de toda a mecanização (do universo do filme e da própria narrativa), Milla Jovovich continua sendo singularmente humana, uma presença falha - o corpo magro, o timbre de voz vacilante, o sorriso ainda de adolescente - à prova de automações.

    Anderson, que afinal de contas é o marido da atriz, sabe perceber as qualidades de sua musa; e a luta da humana para não ser apenas um clone ou um zumbi, no fim, acaba sendo o grande mote de Alice. Muitos fãs torcem o nariz, porque a personagem não existe nos games de Resident Evil (aliás, é dos jogos que sai um dos poucos alívios cômicos deste quinto filme, uma cena sobre a relação de Leon e Ada Wong), mas Milla Jovovich fornece, desde o momento crucial em que surge seminua numa câmara kubrickiana de isolamento, o necessário lastro físico que garante que Retribuição não seja só um exercício de metalinguagem para o espectador médio, um filme onde os personagens dizem que a Máquina é capaz até de fazer nevar - e onde, na cena climática de luta, constatamos que a neve cai de verdade.

    No omelete: 4/5 Ovos, ou seja, ótimo! Verei e no cine!
     
  12. Indu

    Indu MANDALORIAN

    Só eu mesmo achou que já encheu um pouco o o saco de Resident Evil?
     
  13. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Já encheu no 2º. Eles foram pro lado trash game mesmo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  14. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    De forma bem resumida, até porque esse "filme" não merece mais do que isso, Residente Evil: Retribution parece mais um gameplay de um jogo sem roteiro, aonde os personagens utilizam o cheat 'modo Deus', com munição infinita e Health no máximo. Acho que nunca tinha visto antes um filme com tão poucos diálogos, e ao mesmo tempo, com tantos diálogos ruins.
     
    Última edição: 1 Dez 2012
  15. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    O filme não é grande coisa, mas o 3d é interessante e o filme tem uma temática game curiosa.
     
  16. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Não vi em 3D, mas acredito que precise ser bom mesmo, praticamente 90% do foco de todo o filme foi apresentar seus efeitos especiais.
     
  17. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    Pois é, desde o filme 4 o 3d de RE tem sido bom...
     
  18. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Foi fraquinho. Só é legal pelas cenas de ação, explosões etc, mas não me cativou.
     

Compartilhar