1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Reservas do Norte de MG atraem as mineradoras

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Elessar Hyarmen, 4 Dez 2010.

  1. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Após o anúncio de investimentos da ordem de R$ 9 bilhões em projetos de extração mineral neste ano, a nova fronteira minerária no Norte de Minas deverá receber novos empreendimentos em virtude das amplas reservas estimadas na região, conforme especialistas. De acordo com o superintendente do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) em Minas Gerais, Sérgio Dâmaso de Souza, grandes players da mineração estão em fase de pesquisa na região.


    De acordo com o superintendente, o volume de pedidos de pesquisa para o Norte de Minas está crescendo de forma significativa. "Nunca foi verificado um volume tão grande de requerimentos (de prospecção) para a região", afirmou. Na opinião de Souza, ainda há diversas reservas que deverão ser descobertas e resultarão em investimentos significativos.


    Estima-se que o Norte de Minas possua reservas de 20 bilhões de toneladas de minério de ferro em uma área que abrange 20 municípios da região. Segundo ele, as reservas já descobertas naquela área atraíram a atenção de investidores. Grandes players da mineração tanto nacionais quanto internacionais já estão pesquisando no local.

    "As pesquisas ainda não foram finalizadas", disse. Conforme fontes de mercado já haviam informado, entre as empresas que contam com áreas na região está a anglo-australiana BHP Billiton.

    Entre os minerais pesquisados estão o minério de ferro e o ouro. Além disso, conforme ele, na região Nordeste do Estado, ainda há a expectativa quanto a descoberta de reservas de gás natural.

    O diretor-geral de Operações da Georadar Levantamentos Geofísicos S/A, sediada em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), Leonardo de Andrade, afirmou que há grande interesse de investidores na região. "Temos recebido ofertas para parcerias no desenvolvimento de projetos de pesquisa, principalmente para o minério de ferro", disse.

    Conforme ele, a empresa está interessada em desenvolver projetos na região com parceiros que possuem direitos minerários na nova fronteira.


    Apesar disso, conforme ele, ainda não foi percebido incremento no volume de contratos com empresas para a realização de pesquisa. Andrade lembrou a entrada da mineração no Norte de Minas ainda está em fase inicial e a tendência é de incremento no volume de estudos geológicos.
    Na opinião do diretor da Georadar, a região possui os recursos necessários para receber novos investimentos significativos, mas é necessário melhorar a infraestrutura no Norte de Minas para o escoamento da produção. Ele ressaltou que falta ferrovias e rodovias para atender a demanda das mineradoras.

    O professor da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Herminio Arias Nalini, lembrou que o setor ainda está buscando o detalhamento das reservas na região. Para ele as pesquisas no Norte de Minas ainda devem se intensificar.

    Entre os investimentos já anunciados na região está a Mineração Minas Bahia (Miba), que vai investir R$ 3,6 bilhões nos próximos cinco anos na extração de minério de ferro. Além da Miba, a Votorantim Novos Negócios (VNN) fechou acordo com a chinesa Hondbrige Holdings para finalizar o estudo do Projeto Salinas, desenvolvido pela Sul Americana de Metais S/A (SAM). Os aportes deverão totalizar US$ 3,2 bilhões para uma produção de 25 milhões de toneladas/ano.

    Fonte: Diário do Comércio -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Todo mundo tem seu cartão premiado, né... que se aproveite bem.

    As desigualdades regionais são sempre um fator que trava o desenvolvimento socioeconômico de Minas.
     

Compartilhar