1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Religião em Westeros (e no Oriente)

Tópico em 'Westeros' iniciado por Excluído045, 23 Mai 2012.

?

Qual sua religião preferida na série?

  1. Os deuses antigos

    85,7%
  2. A Fé dos Sete

    0 voto(s)
    0,0%
  3. O Senhor da Luz

    0 voto(s)
    0,0%
  4. O Deus de Muitas Faces

    14,3%
  5. Outra (qualquer credo tribal/seita, whatever)

    0 voto(s)
    0,0%
  1. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Nesse tópico
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    discutimos um pouco sobre religião no mundo de Martin e acabei postando um texto meu no facebook com as minhas impressões sobre as várias religiões, seitas, crenças tribais etc.

    Tem muito SPOILER! Ao menos sobre a mitologia.


    O tópico é uma enquete e um espaço para discutirmos concepções e elementos religiosos nas Crônicas de Gelo e Fogo. Aprocheguem-se e deem sua opinião!

    EDIT: créditos da ideia de criar o tópico: aniversariante Belzinha :D
     
    Última edição: 23 Mai 2012
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    • LOL LOL x 1
  3. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Os deuses antigos. Do norte. Os verdadeiros. =P
     
  4. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Eu gostava dos deuses antigos também, era os meus preferidos. Só mudei minha preferência pro Deus de Muitas Faces pela ligação dele com o POV da Arya (minha personagem preferida) e, desde o começo, eu percebia o valor filosófico da morte na jornada dela e como esse valor era a essência da Fé Misteriosa, acabei me apaixonando pela religião e pelos Homens Sem Rosto.

    Se eu fosse me guiar por beleza de templos e liturgia, acho que escolheria a Fé dos Sete, mas eles lembram demais um cristianismo rico e corrupto pra mim, e são protetores dos ândalos que eu acho uns losers comparados aos Primeiros Homens. Detesto os Sete.Mas o que odeio mais é a Fé do Senhor da Luz. Fanáticos demais, apocalípticos demais, malignos demais.
     
    Última edição: 23 Mai 2012
  5. Guilbor

    Guilbor Old Man

    Idem. O bando de fanaticos, malucos psicopatas....cria do capeta dos infernos...
     
  6. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Verdade. Parecem até cristãos.

    /troll
     
    • LOL LOL x 3
  7. Excluído045

    Excluído045 Banned

    :fuckoff:
     
    Última edição: 23 Mai 2012
    • LOL LOL x 1
  8. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Mas, até agora, o Red God é o que mais tem influenciado a história...
     
  9. Gui.

    Gui. Usuário

    R'hllor. Gosto do mistério envolvendo ele, já fiz até um tópico sobre isso. Pena que teve poucas respostas =/

    Mas é praticamente a única religião sobre a qual a gente tem mais informações.
     
  10. General Artigas

    General Artigas Não tá morto quem peleia

    Prefiro os Deuses Antigos.

    No quinto livro se fala mais deles pelo POV do Bran.

    E fica meio que claro que vai haver uma rivalidade entre o campeão dos Deuses Antigos, o Bran, e a Melisandre no futuro, pois R'hlorr considera os Deuses Antigos como o seu rival, pelo menos nas visões da Melisandre. E a história dos rostos nos represeiros é contada direito também
     
  11. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    O rival de R'hllor é o "Outro", não?

    Rostos nos represeiros?
     
  12. General Artigas

    General Artigas Não tá morto quem peleia

    Melisandre tem uma visão nas chamas e interpreta como o campeão do Deus da Escuridão, Grande Outro, Sei Lá o Nome.

    Como ela sempre fala, o Deus Vermelho não se engana, mas os sacerdotes podem se enganar. O possível erro de interpretação dela pode levar a uma luta entre Bran e ela.
    Ainda mais quando o Brynden Rivers, aquele bastardo Targaryen que virou o corvo de três olhos diz pro Bran que a escuridão o ensinará a controlar os poderes.
    Mas como eu não terminei o livro ainda, pode acontecer algo que me leve a desacreditar nisso, mas até agora...
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  13. Ehtyaron

    Ehtyaron filho de Eruantano.

    Votei nos deuses antigos, os deuses do Norte.

    Mas o deus que deu resposta para as orações de seus devotos e mostrou seu poderio foi o deus da Luz, R'hllor.
     
  14. Lu Meyn

    Lu Meyn Usuário

    Deuses antigos... mais próximo das minhas crenças pessoais acho, de alguma forma.
     
  15. leoff

    leoff They will bend the knee or I will destroy them.

    Prefiro os Deuses Antigos. Me lembra o budismo no sentido de ser a religião em que as pessoas menos usam seus deuses para justificar interesses pessoais/políticos. A Fé dos Sete é obviamente inspirado no catolicismo, já o R´hllor tem o séquito mais fanático e extremista, daí meu repúdio.
     
  16. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Excelente tópico Paganus!

    Tenho dificuldade em escolher porque as religiões estão todas sendo bem desenvolvidas e aprofundadas dando aquele ar de realismo que fica muito bom nas fantasias medievais.

    Eu gosto muito dos deuses antigos, porque aco legal isso das árvores terem seus rostos esculpidos e elas ficarem "olhando" por nós. Aquela sensação de que deus é a natureza, são as árvores, é o frio do norte, isso é bacana. Esses deuses não tem nem nomes separadamente o que deixa a religião com um aspecto bem rústico, bem religião primitiva mesmo.

    Também gosto dos deuses novos, os Sete. Bacana como Martin conseguiu escolher 7 "personalidades" que em determinado momento da vida são deuses para nós. Para qualquer criança o Pai é um deus, a Mãe, outro, ambos são superpoderosos e podem tudo ("meu paié mais forte, minha mãe é mais bonita, etc"), só depois quando crescemos que percebemos as falhas de nossos pais e eles se tonam mortais como nós.

    Já a Donzela é a deusa dos adolescentes, que piram com as mocinhas na flor da idade, com todos os hormônios que só essa idade tem.

    A Velha é a nossa deusa vovó, sempre sábia, sempre cheia de histórias, que viu tudo (até a infância dos Pais) com seu rosto envelhecido que lembra a idade das árvores.

    O Estranho é o coringa, pode ser a versão "malvada" de qualquer outro deus, como quando os pais ou avós estão bravos e quando os desejos das mulheres se tornam imcompreenssíveis para os homens. O Estranho é a morte, o mendigo na sarjeta, o feio, o quebrado, o "homem do saco", o "bicho papão", um ladrão que chega sem avisar e muda sua vida.

    E para fechar com chave de ouro, Mártin escolheu 2 profissões antigas que também poderiam ser encaradas como deuses naquela época e nessa: O Guerreiro e o Ferreiro.

    O Guerreiro é fácil imaginar como um deus. Quase toda religião tem seu deus da guerra. O Guerreiro é o soldado, o policial, aquele que anda armado, que tem o poder de tirar vidas e também de salvá-las.

    O Ferreiro é o deus criador, que fabrica o mundo, que constrói, que torna o mundo melhor, mais habitável. O ferreiro poderia ser nos dias de hoje, um comerciante, aquele que tem as coisas que você precisa. Você o busca quando tem frio, e volta com um edredon, você o busca quando tem fome e volta com comida, você o busca quando tem dor e volta com remédios. O Ferreiro é o deus que resolve seus problemas imediatos.

    Estou aprendendo mais sobre o Deus de Muitas Faces e tenho gostado também. E o deus Vermelho é assustador! Martin está mandando muito bem com suas religiões!
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  17. Felagund

    Felagund Well-Known Member

    Ótimo tópico Paganus! Mas senti falta de uma analise sobre o deus afogado das ilhas de ferro.
    A qual religião real essa crença poderia se espelhar? Eu sinto alguns ponto messianicos nela, me faz pensar no judaismo (até com o simbolismo de ligar o deus com os homens, no caso o ritual de afogar a pessoa, e no judaísmo a circuncisão)

    PS: Nunca imaginei que vc gostasse da crença do deus de muitas faces. Eles são praticamente mestres da eutanásia, e como vc tem seus preceitos morais bem critãos eu imaginei que vc não fosse gostar :mrgreen:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  18. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Eu vejo o Deus Afogado como um arquétipo presente em praticamente todas as religiões, principalmente as de iniciação de mistérios e de salvação (soteriológicas). Afogar-se seria como morrer em sua velha forma decaída, pecadora, corrompida e renascer da água (batismo) como um novo homem, imortal, santo, purificado do pecado original e da vida pregressa e pagã, pecadora. Mas os outros aspectos acho mais difíceis de relacionar... eu preferia que os homens de ferro cultuassem os deuses antigos, mais ou menos como os vikings aos deuses nórdicos, acho que seria mais propício.

    Quanto ao Deus de Muitas Faces, é engraçado relacionar dessa forma, nunca pensei em eutanásia, mas é exatamente esse valor da morte, a morte filosófica, pela qual me livro do sofrimento do devir e da individuação pela destruição do corpo, fazendo minha alma abandonar esse vale de lágrimas e entrando novamente no abismo indiferenciado sem fim, sofrimento, dor, tempo, espaço. O Indiferenciado. O Ser sem ser, sem individuação, onde todos são Um.
     

Compartilhar