1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Regras para escrever

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Pips, 2 Fev 2011.

  1. Pips

    Pips Old School.

    Quais são as regras que você tem para escrever? Precisa de total silêncio ou de barulho? Num caderno ou no computador? À noite ou durante o dia?
     
  2. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Vou tomando notas em qualquer lugar: papeizinhos, maços de cigarro, coisas do trabalho sempre que me vem alguma coisa. Depois sento e organizo tudo. Só vou para o computador quando a coisa já está bem estruturada.
     
  3. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    eu procuro desafiar de tempos em tempos todas as regras q eu mesmo me imponho ou q vejo outros imporem. & venho tendo bons resultados com esta experiência.

    1 ex. é q eu estava mto preso às revisões. isto resultava em textos melhores, mas bem + demorados d ficarem prontos. praticamente fazia uma revisão a cada leitura, postergando a publicação do texto. d ano passado pra cá, passei a experimentar publicar textos sem revisão. pequenos erros apareceram, mas a crueza do texto trouxe resultados + próximos das impressões orginais dos leitores. e a paranoia ou toc por revisões diminuiu consideravelmente.
     
  4. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Legal você tocar nesse assunto. Revisão é um dos meus pontos fracos... as coisas que escrevo são um tanto apressadas.
     
  5. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Jamais escrever simplesmente por escrever ou como um passatempo.
     
  6. Haleth

    Haleth There's no such a thing as a mere mortal

    Escrever no computador é quase fundamental pra mim, porque nunca escrevo linearmente. À medida que os insights vão aparecendo, vou escrevendo as "deixas" e desenvolvendo-as conforme me der vontade. Sem falar que, quando escrevo em papel, faço muitas rasuras (geralmente escrevo a caneta), e não suporto ver rasura entre um parágrafo e outro, entre uma frase e outra, aí fico reescrevendo um trilhão de vezes. Mas a parte boa disso é que consigo ver como funciona meu processo criativo (ah, tadinha, crente que é gente, né? hahaha)

    Gosto muito quando encontro um "gatilho" em algum texto de outra pessoa. Tem sempre uma palavra, uma frase, um conceito que me dá um clique pra uma história, aí anoto a ideia em qualquer lugar, pra não esquecer, e se a sofreguidão for tanta que eu não consiga esperar chegar em casa pra ligar meu notebook, começo a história ali mesmo. Até rascunho em celular eu faço, na ausência de papel e caneta.

    Também gosto de ler "conselhos" de autores consagrados, sempre tem alguma coisa que me ajuda a parar de correr atrás do meu próprio rabo.

    O que mais me desagrada é escrever um texto banal aos meus próprios olhos. Tenho vergonha de publicá-los, por isso tenho dois blogs. Um do qual me orgulho =P e outro onde experimento perder a vergonha e a pretensão, só pra tentar o sonhado moto-contínuo na escrita. Fail. Mesmo assim, no blog do qual me orgulho, tenho uma tag onde publico textos que eu acho que podem ser bacanas, mas tenho lá minhas inseguranças.

    Tenho um problema grave. Sempre demoro cinco vezes mais que o necessário pra escrever porque releio, releio e releio tudo o que escrevo, não por revisão, mas por fruição, hahaha. Leio até o texto ficar entranhado, quase decorado, só por gosto mesmo. (Daí sua enorme dificuldade de distanciamento e autocrítica, né, esperta? Aí fica alugando a boa vontade dos amigos pra perguntar o que acharam disso, daquilo e tal...) É, acho que fico meio deslumbradinha com meus próprios textos, que horror, meu Deus. Mas não é nem por maldade, é que eu sempre fico surpresa ao ver que de vez em quando sou capaz de produzir algum tipo de beleza e de poesia com as palavras que tanto amo. [/sentimental] Disso resulta também uma certa fadiga do meu próprio estilo, às vezes tenho a sensação de estar escrevendo melodias diferentes, mas sempre no mesmo tom. =/ Preciso arriscar mais e envergonhar-me menos.

    Desafios literários me fazem muito bem, mas, por causa dessa "banalidade aos meus próprios olhos", não consigo ser constante. Ou eu tenho uma história razoavelzinha pra mostrar ou me abstenho. Da única vez que escrevi por escrever, me arrependi. E não voltei a fazer isso nunca mais.

    Mas não diria que são regras, são hábitos. Regra mesmo, não tenho. =)
     
  7. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Gostei de saber dos seus hábitos, Manu.
    Me identifiquei com alguns. :sim:
     
  8. Vinnie

    Vinnie Usuário

    (2) :happyt:


    Sobre desafios literários.. bem que podia rolar algo assim por essas bandas.. como temas para trabalharmos em cima. Fica a sugestão.
     
  9. Luciano R. M.

    Luciano R. M. vira-latas

    Essa coisa de revisão... Bem. Desde que li uma entrevista do Fresán, eu penso que os textos nunca estão prontos, eles são meramente publicados...
     
  10. Vinnie

    Vinnie Usuário

    Concordo... se ficarmos com muito zelo, acabamos como aquele cara da história, que escreve uma frase, olha, e pensa: "acho que dava pra fazer melhor". Pega e apaga. :calado: E no fim nunca escreve nada.
     
  11. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Mas convenhamos que vai ser um nada universal...
     
  12. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Bom, o Palazo e a Kika estavam organizando desafios de imagens (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ) mas o pessoal (eu incluída :vergonha: ) não estava participando muito então foi ficando esquecido. =/

    Edit:

    Ah, e tem o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , do JLM que também faz tempo que não postam por lá... =/
     
  13. Haleth

    Haleth There's no such a thing as a mere mortal

    Isso é uma simples questão de ressurreição. O desafio de escrita tava ficando bacaníssimo mesmo. Não li tudo, mas adorei tudo até onde li. O de imagens foi ressuscitado, mas morreu de novo. Eu não postei porque a imagem não me inspirou mt coisa...rs
    O JLM e uns amigos dele têm um site de desafios literários, o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . É bacana, os duelistas sempre comentam os textos, sugerem aperfeiçoamentos, criticam, enfim, eu gosto e até mando texto quando consigo escrever. Acho até que a gnt podia fazer algo semelhante aqui no meia, um desafio periódico, com enquete pra votação, e quem ganha sugere o próximo tema e tal. Que acham?
     
  14. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Acho bacana sua ideia, Manu.
    Eu participo, talvez escrevendo, mas com certeza votando. :sim:
    (Eu gostava muito da votação mensal de contos e poesias.)
     
  15. Isie Fernandes

    Isie Fernandes Usuário

    Bom, gosto de escrever no silêncio, porque termino sendo meio grosseira com qualquer um que me interrompa no meio da inspiração. Eu também fui muito viciada em revisões. Escrevia, lia, relia, revisava, descansava o texto por um tempo, e sempre repetia o mesmo processo enfadonho. Agora, apenas escrevo - e é algo relativamente rápido, a verdade é que revisei tanto, que meu texto já sai praticamente agradável - e depois leio duas vezes, somente pra conferir e mudar o que tiver escapulido; pronto, deixo o bichinho descansar. Quando retorno à leitura, quase não tenho o que modificar.

    Antes, eu escrevia num caderno, com caneta de tinta preta - sim, a garota aqui era muito sistemática, ainda sou um pouco. Hoje, escrevo direto no computador. Estou sempre enviando arquivos atualizados pros meus e-mails, além de salvá-los em pen drives, pra poder acessá-los onde quer que esteja ou vá. Mas nem tudo são flores, fiquei tão acostumada às teclas do PC, que estou sendo obrigada, por mim mesma, a treinar caligrafia.

    Não tenho tanta dificuldade em divulgar textos não, isso por que penei um bocado com minha timidez inicial. A maior questão é que escrevo romances, às vezes, contos - mas é algo esporádico. Então, arrumei meia dúzia de leitores, escritores ou não, para os quais envio meus capítulos quase diariamente. Eles me dão opinião, se gostaram, se odiaram, e eu mudo o que for preciso com base nas respostas que recebo.

    Ah, vou clicar nos desafios mencionados aqui. Eu sou uma negação com poesia, quem sabe nasce alguma coisa interessante...

    Amei o tópico! =D

    [size=large]Editado:[/size] Fui ao desafio de escrita, achei muito interessante. Eu participo de outro fórum onde temos um tópico parecido. Estamos criando uma história de Literatura Fantástica apelidada provisoriamente de "Projeto Runária". Tentando organizar melhor a coisa, terminei criando um blog, a fim de postar os textos já revisados. Quem tiver interesse em conhecer nosso trabalho:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Começarei a ler a história, se vocês quiserem ressuscitar o tópico, contem comigo. ;)
     
  16. Brontops

    Brontops Usuário

  17. Paola Fanticelli

    Paola Fanticelli Usuário

    Bem, primeiro eu tenho que confessar que sou muito pouco disciplinada rs Assim, tenho que me cobrar para escrever no mínimo 1.000 palavras por dia. Quando estou animada com algo, porém, não é difícil escrever 3.000, ou até mais. Não sou de ouvir música, mas bem gosto de uma tv ligada me fazendo companhia haha

    Pessoalmente, eu prefiro trabalhar durante a tarde. E prefiro 1.000 vezes o computador. Até consigo escrever à mão, mas sempre parece um troço anêmico. Sem contar que a minha letra é hedionda =)
     
  18. Francine Ramos

    Francine Ramos Usuário

    Silêncio total e café, muito café.
     
  19. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Café e um quarto fechado. O meu último projeto eu escrevi todo à mão. A sensação de você ter páginas e páginas de um manuscrito seu é ótima, mas muito pouco prática. Agora eu voltei a usar o computador.
     
  20. Nadz

    Nadz Usuário

    Eu também sempre escrevi a mão, mas hoje em dia percebo que preciso digitalizar os escritos que quero que algumas pessoas leiam, ou que deem opiniões, pois para os outros não é confortavel ter meu manuscrito como fonte de leitura... heheheh Mas ainda escrevo a mão, e depois passo pro computador.
     

Compartilhar