1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Rede Globo é condenada a pagar pensão a mulher que se acidentou no “Domingão do Faustão”

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 21 Jul 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Faustão é o apresentador do programa (Foto: Divulgação)​

    A Justiça do Rio Grande do Norte condenou a Rede Globo a pagar uma pensão mensal no valor de R$ 2,5 mil para uma mulher que se acidentou no quadro "Maratoma"do "Domingão do Faustão".

    Sem citar a data do acidente, o processo afirma que Monaliza de Oliveira Fontes caiu de uma altura de 3m quando participava de uma brincadeira chamada "Prova do Foice". Com a queda, ela feriu o tornozelo e teve uma fratura exposta.

    Após passar por diversas cirurgias, Monaliza ficou fisicamente deficiente e impossibilitada de trabalhar por um longo período. No último procedimento cirúrgico, ela precisou ter o tornozelo fixado irreversivelmente em uma posição de 90º.

    Além disso, da sentença ainda consta que os gastos com o tratamento médico, com remédios e com a fisioterapia da mulher também ficam a encargo da emissora.

    A decisão do juiz da 1ª Vara Cível de Natal, José Conrado Silva, foi anunciada na quinta-feira (19) no site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN) e negou o pedido inicial de Monaliza, que era de R$ 7 mil.

    A Justiça ainda aponta que o valor da pensão deve ser dividido entre a Globo e a produtora do quadro da atração, a Endemol. Nenhuma das partes acusadas se pronunciou sobre a decisão até o momento.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar