1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Realidade alternativa"

Tópico em 'De Fã Para Fã' iniciado por Nat, 30 Jul 2009.

  1. Nat

    Nat Usuário

    Esse é o título de um artigo que saiu na revista SET, de dezembro de 2002. Vou colocar abaixo na íntegra a reportagem e depois faço minhas perguntas:

    "Antes que os fãs de Tolkien pensem em suicídio com o iminente fim da saga, a SET fez uma lista de filmes bacanas baseados em outras obras do autor de O Senhor dos Anéis. Quem sabe algum produtor de Hollywood nos ouça....

    O HOBBIT
    A história: O jovem Bilbo Baggins é visitado pelo mago Gandalf e treze anões, que pretendem ir em busca de um tesouro na distante Montanha Solitária. Bilbo nunca saiu do Condado, mas é convencido a ser uma espécia de guia da aventura, combatendo lobos selvagens, trolls idiotas, um dragão e se deparando com um precioso anel.
    Como seria: Teria o clima um pouco mais leve que o adotado por Peter Jackson em O Senhor dos Anéis. Seria interessante ver Ian Holm outra vez como o jovem Bilbo (há uma pequena cena em A Socedade do Anel) e Ian McKellen no papel de Gandalf. Para viver o líder dos anões, podiam convocar o baixinho Danny DeVito - ele pode ser casca-grossa quando precisa. A direção poderia muito bem cair nãs mãos de Wolfgang Petersen, que já fez um abela fantasia com A História Sem Fim. e filmes 'sérios' como Na Linha de Fogo.

    CONTOS INACABADOS DA TERRA-MÉDIA - A SÉRIE
    A história: Com o final dos projetos cinematográficos, os milhões de fãs de Tolkien não podem ser desprezados. Por isso, uma série trazendo várias histórias passadas na Terra-Média, com personagens mudando a cada capítulo, cairia como uma luva na mitologia. Há de tudo: dragões, quedas de impérios, traições, amores perdidos e ação.
    Como seria: Chamaríamos os mesmos produtores das minisséries da HBO (Don Quixote, Jasão e os Argonautas) para dar aquele toque fantástico e, ao mesmo tempo, realista que a série necessita para não ser uma Xena. Como a produção abrangeria várias épocas, astros de O Senhor dos Anéis poderiam reprisar seus papéis, por exemplo, Hugo Weaving, que teria parte de sua história contada.

    A SAGA DE TÚRIN
    A história: Talvez seja o herói masi trágico concebido por Tolkien. Túrin viveu na segunda era e foi o homem mais temido por Morgoth, pois derrotou e matou Glaurung, o pai de todos os dragões. Infelizmente, nunca pôde descansar: foi acometido por um mal ainda quando criança e uma nuvem negra parecia acompanhar o jovem combatente. Quando encontra a amada, descobre que ela, na verdade, é sua irmã. O segredo leva os dois à morte.
    Como seria: Um épico de ação e um romance para levar o mundò às lágrimas bem ao estilo Titanic. As sequências de batalhas seriaminúmeras culminando na famosa guerra contra Glaurung. Ewan McGregor poderia escurecer o cabelo para o papel principal, dividindo a tela com Gwyneth Paltrow. Na direção, imaginem o que Ang Lee (O Tigre e o Dragão) faria com as dezenas lutas de espadas - sem contar que o cineasta mexe como ninguém em romances fantasisos.

    O SILMARILLION
    A história: Em três horas de filme, o espectador seria jogado em um trama complexa, trágica e épica, parecida com o clima de O Senhor dos Anéis. Um pequeno prólogo apresentaria as silmarils, jóias perfeitas e poderosas. Logo depois, o longa se concentraria na bela história de amor entre o mortal Beren e a elfa Lúthien: ele só conseguiria a mão de Lúthien se trouxesse uma silmaril, retirada da própria coroa do Senhor das Trevas, Morgoth. Ele falha, é capturado e sua amada vai resgatá-lo, mas a produção ainda teria mais duas reviravoltas para deixar todo mundo de água na boca. Apenas tenham em mente o seguinte: O Feitiço de Áquila misturado com Coração Valente.
    Como seria: O mesmo estilo adotado por Peter Jackson, inclusive com roteiro feito por Fran Walsh e seus parceiros - afinal, adaptar O Silmarillion seria até mais difícil que os três filmes de O Senhor dos Anéis juntos. Daniel Day Lewis poderia cair bem no papel de Beren, com Connie Nielsen na pele imortal de Lúthien. Seria interessante ver o que Baz Luhrmann (Moulin Rouge) faria de inovador se assumisse a direção de uma produção tão diferente."

    Bom, aí está. Minhas observações são:
    1-Danny DeVito para o papel do líder dos anões???????????? Só de olhar pra cara desse homem, me lembro de tudo que ele passou nas mãos do Macaulay em Esqueceram de Mim 1 e 2 e começo a rir. Não ia dar certo. Para fazer Thorin, logo ele, tinha que ser um ator cujas feiçoes já fossem duras, mesmo antes de maquiado, como o ator que fez Gimli. Danny DeVito não ia colar de forma alguma!!!!!!!!!
    2-Ewan McGregor como Túrin: não sei, sinceramente. Consigo e não consigo vê-lo caracterizado assim. Acho que ele não ia aceitar fazer o papel, principalmente proque ele deve estar de saco cheio de atuar em fundo azul. E com Glaurung, não vejo outra forma.
    3-Gwyneth Paltrow como Niennor: também não sei. Acho que essa atriz tem uma cara muito azeda, muito de santa, pra fazer um papel assim. Mesmo em papéis que choram, ela não cai bem, que dirá num papel onde a personagem sofre o tempo todo?!
    4-Eu amaria ver Glaurung. Os últimos filmes que vi com dragões, um me decepcionou, outro foi legal. Me refiro a Fafnir (Anel dos Nibelungos) e Saphira (Eragon). Fafnir foi uma decepção, considerando a história. Saphira eu gostei, uma fêmea agressiva, mas doce (até porque nos livros ela trata Eragon como seu filhote. O que eu gostaria de ter visto referente à história de Eragon seria o elfo seu mestre e o dragão Glaedr - imenso, forte e dourado como o sol. Também gostaria de ver o dragão de Murtagh, Thorn, mas infelizmente isso nunca vai acontecer, já que o filme não foi bom de bilheteria e claro que não vão mais perder tempo com algo que não dá dinheiro.)
    5-Silmarillion: como assim: falar só sobre Beren e Lúthien e esquecer Fëanor e os Valar???????????? Já começa errado daí. Tá certo que teria que ter um enfoque no romance elfa-humana, mas eu PRECISARIA ver Fëanor e o surgimento das Silmarils!!!!!!!!! Aliás, como seriam as Silmaris???? Milhões de possibilidades passam pela minha cabeça. Voltando, Daniel Day Lewis é um homem charmoso (pelo menos nas fotos que eu vi), mas não sei. Buscaria mais atores para esse papel. E Connie Nielsen (pra quem não sabe, ela foi a irmã do imperador louco de Gladiador) para Lúthien, sim e não. Ela é linda e louro, tem olhar forte, mas........................ Teria que ter o mesmo ar étero de Liv Tyler (TERIA que TER esse ar, já que quem conhece a história sabe que ela é a antepassada de Arwen). Também buscaria outras atrizes.

    Então, o que vcs acharam? Dêem suas opiniões, quero saber se concordam comigo ou não.
     
    Última edição: 30 Jul 2009
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Re: "Realidade aletrnativa"



    Bom, concordo com você e só acrescento umas coisas, para Niennor eu queria Milla Jovovich. A Atuação dela é fantástica e me apaixonei pela Joana D´Arc dela.

    Pra Túrin, bom, pensei em um ator tipo Jude Law... Gosto muito das atuações dele e ele sabe ser bem dramático quando precisa!

    Para A voz de Glaurung, eu acho que Mel Gibson ou quem sabe Samuel L. Jackson, gosto de ambos e acho que a Voz de Samuel em especial, se aplicaria bem a este dragão, tendo em vista que ele se divertia e adorava atormentar Túrin.

    Agora, pra Feanör, eu escolheria Johnny Depp, porque acho que ele tem a habilidade de se metamorfosear em papéis extremamente diferentes a seu bel prazer!

    Belo Post!
     
    Última edição: 30 Jul 2009
  3. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Só um adendo, Nat: quem interpretou um dos bandidos em "Esqueceram de Mim" 1 e 2, foi Joe Pesci e não Denny DeVito. Talvez vc tenha feito confusão por ambos serem baixinhos e de origem ítalo-americana. :lol:

    Mas realmente, o DeVito não serve pra interpretar anão e nem hobbit, e por um motivo que pode parecer estranho e que eu já disse em outro tópico: ele é baixinho demais pra isso.
     
    Última edição: 30 Jul 2009
  4. Excluído032

    Excluído032 Excluído a pedido

    Denny DeVito não atuou em nenhum esqueceram de mim^^.
     
  5. Andreas Pabst

    Andreas Pabst Usuário

    Muito bom relembrar os bons tempos da boa e velha revista Set (que agora ficou um lixo..).
    Muito bom o post, concordo com suas observações, muito interessantes, mas preciso fazer uma correção: em esqueceram de mim 1 e 2 não é Danny deVito e sim Joe Pesci. De qualquer forma ele não serve para o papel, teria que ser alguém com mais "cara e jeito de anão".
    Enfim, parabéns pela iniciativa e pelo excelente post

    Abraços e saldações élficas
     
  6. Nat

    Nat Usuário

    Verdade, obrigada pelas correções, Confundi total.
     
  7. Mandos

    Mandos Tecendo os destinos de Arda

    Atuou sim, ele era o bandido...:yep: é meu Irmão, sua memória está falhando!:mrgreen:
     
  8. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Atenção! Não desvirtuem a proposta de discussão do tópico.

    E essa questão sobre o Devito já respondi no primeiro post. ;)
     
  9. arthurreis

    arthurreis Disse "Aiya" para o

    Mas o Silmarillion como tá na revista eu desaprovo... por mim tem "que começar do começo" com a canção de Iluvatar e por aí...
    5 horas de filme e boa sorte
     
  10. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Olha, eu concordo totalmente contigo sobre O Silmarillion. Esta é a típica obra que, por ser complexa em demasia, nunca pensei que daria certo como um filme, ou uma série de filmes (no caso de um Trilogia, por exemplo). Acho que O Silmarillion merece uma produção que se dê ao luxo de esmiuçar mais sua história (o que não acontece com as produções cinematográficas em geral, penso eu) exatamente por conter muitas informações importantes.

    Sempre que penso em uma adaptação deste livro para a TV, penso em uma série. Dividindo a trama em capítulos de 40~50 minutos poderiam fazer algo que agradasse mais aos fãs, com um começo, meio e fim decentes e não apenas focar em Berem e Luthien!
     
    Última edição: 31 Jul 2009
  11. Nat

    Nat Usuário

    Podia ser uma série, né.... Mas geralmente quando é série, eles modificam demais................
     
  12. Anne_Calie

    Anne_Calie Usuário

    A única proposta decente é o Hobbit, que logo vai sair. Quanto ao resto, também acho que seria mais apropriado uma série, e sem separação entre Silmarillion e Contos Inacabados, pois este último completa o primeiro, a ainda tem os HoME pra completar. História pra contar é o que não falta, poderia durar bastante, o único problema é que a produção talvez não ficasse tão boa, já que as séries costumam ter menos recursos disponíveis.
     
  13. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    Muito bom o tópico.

    Concordo bastante com Nat e Jinrai.

    E graças ao bom Deus é bem provável que O Hobbit saia mesmo, embora eu ainda não esteja 100% seguro quanto a isso. Será inteessante também que deixaram o Hobbit em 2 filmes, caso Deltoro e PJ saibam aproveitar bem todo esse tempo, e acredito que saberão, vai dar para ver alguns detalhes importantes dos livros que sempre são cortados nas adaptações cinematográficas.

    Agora, adapatar o bom e velho Silma para a telona... hm... isso realmente é um Senhor Desafio. Acredito não ser possível. E se for, dificilmente ficará do agrado dos fans, o SdA que é uma história só já me desagradou bastante em alguns momentos da adaptação, imagina o SIlma!! E se for série, as chances de ficar parecido com Xena é muito grande, porque essa é uma história fantástica que precisa bastante de efeitos especiais caros que uma série geralmente não tem.

    Penso que o Silma adaptado tem apenas uma única alternativa de sucesso: "Dividir e Conquistar" como diria Napoleão, ou "Vamos por partes" como diria Jack, o estripador. Ou seja: Teriam que ser muitos filmes (como x-men, que agora está lançado os x-men origens), e cada filme contaria apenas uma balada, um conto, com algumas exceções. Assim, talvez, nós fans terámos uma chance de ver algo legal.
     
  14. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    Bem, levando em consideração que PJ adaptou conforme sua visão de fã, além de conciliar uma ideia que ele tinha sobre o que os fãs gostariam de ver na adaptação, o resultado foi mais que satisfatório! Não porque os números o dizem (não ganhou apenas 17 Oscar, mas mais de 200 prêmios ao redor do mundo), mas pq conseguiu capturar com maestria o mesmo clima singular dos livros. Quando a gente vê por aí vários desses filmes de fantasia, quase não conseguimos distingui-los uns dos outros. Parecem que são feitos usando de uma mesma tecnica!

    Já a trilogia é um desses eventos que entram para a História do cinema, como acontece com Star Wars. Eu consigo entender e aceitar perfeitamente as mudanças que ocorreram na adaptação. Pois muitas delas foram positivas, outras, se não foram tanto assim, sempre possuem algo que não deixa a peteca cair (por exemplo: não gostei do fato de Sam e Frodo irem parar em Osgiliath, mas desta modificação, surgem pequenos grandes momentos, como o discurso de Sam ou mesmo os grandes momentos de Faramir, reconhecendo seus erros, na versão estendida).

    Mas com relação ao Silma, concordo contigo. Além do mais, série não tem o mesmo clima mágico do cinema. O empenho dos atores não é o mesmo, o orçamento disponibilizado pela produtora de um seriado não faria juz em comparação ao cinema! No cinema, as apostas são mais altas, e o valor disponibilizado para a realização de um filme épico não encontra paralelos numa produção para a TV. E tem toda aquela mística do cinema apresentar-nos algo que só o cinema possui...a característica do perfeccionismo! Tudo tem que sair perfeito, por se tratar de uma arte tão importante quanto qualquer outra!

    Acho que o Silma ficaria "lindo" se fosse uma hexalogia! Mas não como aconteceu com Star Wars, ou seja, com mudança de atores e distanciamento temporal de um filme para outro. Deveria ter comprometimento e um envolvimento parecido com o que ocorreu com a trilogia, onde os atores se viram enfiados por mais de 2 anos só filmando e esquecendo da vida, por assim dizer.

    E acho que poderia ser PJ a filmá-los, dentro de uns 10 ou 15 anos, tendo em vista que ele ainda terá idade produtiva para tal.
     
    Última edição: 6 Ago 2009
  15. Mandos

    Mandos Tecendo os destinos de Arda

    Eu tenho pensado bastante nessa possibilidade de colocar as histórias de "O Silmarillion" nas telonas e refletido também em tudo o que isso ocasionaria, lendo esses posts percebi que seria um desafio e tanto colocar esse projeto em prática, seria um desafio até mesmo cogitar em fazer o projeto. A gente fica pensando que é uma coisa muito distante da realidade, que não seriam empregados esforços para tanto, porém, nada é impossível e podemos ter a esperança de contemplar um dia todas as obras de Tolkien adaptadas para o cinema. Seria um imenso orgulho, por enquanto vamos nos contentar com os preparativos para O Hobbit e que PJ não perca a vontade de ser desafiado mais vezes.
     
  16. Daisy_Lee82

    Daisy_Lee82 Humano, Demasiado

    O bandido era o Joe Pesci, e não Dani Devito... :mrgreen:
     

Compartilhar