1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Razão e Sensibilidade (Jane Austen)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por -Jorge-, 1 Abr 2011.

  1. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Os livros de Jane Austen, (pelos dois que li) parecem ser tratados sobre a loucura e a estupidez social. Apenas alguns poucos personagens conseguem ser sensatos e é claramente do lado deles que a autora está.

    Em Razão e Sensibilidade (que está completando 200 anos de publicação agora e que na minha opinião poderia ser traduzido como Senso e Sensibilidade ou Sensatez e Sensibilidade, para manter a aliteração) ela faz piada de toda essa loucura: no caso de John e Fanny, sua mulher, o dinheiro; no caso de Mrs. Jennings, a fofoca; no caso de Lady Middleton e Mrs. Ferrars, o orgulho. A cada um falta sensatez e sobram egoísmo, superficialidade, tolice... Com tais personagens alguns capítulos são hilários, como o capítulo 2, o 34 ou o 40. Austen zomba também dos românticos nas idealizações exageradas de Marianne.

    Mas tenho que confessar a semelhança entre as estruturas de Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade, o que não diminui Razão e Sensibilidade, nem Jane Austen, porque há várias diferenças também. Entre os personagens, por exemplo:

    - Elinor = Elizabeth
    - Marianne = Jane
    - Coronel Brandon = Mr. Darcy.
    - Mrs. Jennings = Mrs. Bennet
    - Lady Middleton = Lady Catherine de Bourgh
    - ...
     
    Última edição: 24 Jul 2015
  2. Anica

    Anica Usuário

    eu confesso que essas semelhanças me cansaram um pouco, acabei largando o livro antes de terminar =/
     
  3. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Bem, eu nem posso falar nada!! Sou fã de carteirinha da moça! Talvez o tema seja bem parecido, mas é importante reparar na personalidade das personagens. A Jane Austen era uma ótima observadora da sua sociedade, e crítica e é isso que suas personagens expressão. Além de eu acreditar que era meio que um desejo secreto que ela tinha: conhecer seu principe encantado e rico, desde que ela nunca se casou. Mas Emma e Mansfield Park fogem desse perfil: garota pobre e cheia de personalidade casa com cara rico.
     
  4. Anica

    Anica Usuário

    eu acho que mesmo as personalidades são meio parecidas =/ como apontou o obnóxio:

    mas assim, eu morro de curiosidade de ler os outros, até pq assim como vc disse, rafa, já ouvi falar que foge um pouco dessa linha. :sim:
     
  5. Liv

    Liv Visitante

    Acho que é mais uma questão de estilo, né. Quem nunca teve um déja vu ao ler mais de um título do mesmo autor?
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    não acho que seja por aí. uma coisa é o modo de se escrever, agora qdo até suas personagens são iguais já me parece um problema.
     
  7. Tayana

    Tayana Usuário

    Eu tbm gosto da Austen e inclusive comprei esse livro tbm. Mas realmente, eu tbm achei os dois muito parecidos, a temática, a época, o jeito das pessoas...é repetitivo, mas como eu gosto dela não custa ler.
     
  8. -Jorge-

    -Jorge- mississippi queen

    Mais do que os personagens, o "roteiro" é o mesmo. Acho que talvez seja até uma questão de proximidade na publicação, Razão e Sensibilidade é de 1811 (embora a elaboração seja mais antiga, com o título de Elinor and Marianne) e Orgulho e Preconceito de 1813. Talvez Jane Austen tenha meio que aproveitado um esquema.

    Por exemplo,
    O drama de Eliza, filha de Coronel Brandon, seduzida e abandonada por Willoughby é muito parecido com a sedução de Georgiana Darcy por Wickham, no sentido de ser uma personagem ligada a um personagem masculino principal, gerando um segredo, que força o desaparecimento do sedutor, que vai reaparecer depois quando tudo é revelado e quando a não-ligação do sedutor com a personagem principal se torna um alívio.
    Será que seria exagero dizer que Razão e Sensibilidade foi um esboço de Orgulho e Preconceito? :think:
     
    Última edição: 24 Jul 2015
  9. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    A diferença entre um e outro está realmente nos detalhes. Acho inclusive que no caso destes dois livros é sempre bom ler sob a luz de seus títulos...
     
  10. coraliejones

    coraliejones Usuário

    Concordo com a Kika do post anterior. Acho que a diferença está nos detalhes considerando o título. São histórias semelhantes sim por envolver irmãs, relacionamentos mal interpretados etc. mas o caráter das protagonistas são bem diferentes e é muito interessante de conhecer no decorrer da leitura.
    Todos os livros da Jane Austen que li, ao terminar, tenho a sensação de ser amiga das heroínas...(fã, eu? imagina!) :rofl:

    Ps.: Recomendo o filme (http://www.adorocinema.com/filmes/razao-e-sensibilidade/) mas depois da leitura...Senão a gente lê já imaginando as personagens como as atrizes.
     
  11. Jarsgirl

    Jarsgirl Usuário

    personagens parecidos acredito que veremos em varios livros. Mas o neredo, embora próximo, muda.

    Nao nego que gostei mais de Orgulho e Preconceito, mas tbm percebi que em Razão e Sensibilidade percebi mais a realidade (só pq é um livr precisa ter um final fantasioso).

    Minhas irmã tem todos os livros da Austen, mas acho que um dos melhores dela seja Emma. A personagem é tão caricata e possui tantos atributos bem desenvolvidos, que me fez vê-la como uma chata metida (que é o que a Austen queria, pelo menos em parte do livro).
     
  12. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Jane Austen é uma autora que quase todo mundo conhece, diz que gosta mas quase ninguém passou de Orgulho e Preconceito. Talvez por sua estética literária, onde grande parte de suas histórias parecem semelhantes. Em Razão e Sensibilidade temos novamente uma história densa de amor onde as protagonistas são iguais e ao mesmo tempo diferentes.
    O livro foi lançado originalmente em 1811, sob o título de Elinor and Marianne e embora não tenha sido seu primeiro romance escrito, foi o primeiro a ser publicado. Jane é considerada uma das figuras mais importante da literatura inglesa junto com Shakespeare e esse é um dos seus melhores trabalhos.
    O enredo é simples porém questionador, principalmente em se tratando de Jane Austen. As irmãs Dashwood, Elinor e Marianne são a razão e sensibilidade do livro. Depois que o pai morre, elas, a mãe e a irmã caçula ficam desamparadas e às custas de um meio irmão que mal conhecem (de acordo com as leis inglesas do final do século XVIII eas mulheres não herdavam bens materiais). Elas acabam se mudando para um chalé no interior sem muitas perspectivas de um bom casamento, pois nem dotes possuíam.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  13. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    A Liv fez uma ótima resenha pro livro! Adorei!
     
  14. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    • LOL LOL x 2
  15. Nise Yuki

    Nise Yuki Usuário

    Boa resenha! Jane Austen é minha autora TOP 1 ao lado de Tolkien. Adoro saber que por aqui tem fãs dos dois autores.
    :lily: Simplesmente amo Razão e Sensibilidade, tanto os livros quanto o filme que assisti quando tinha uns 10 anos, e apaixonei.
    Foi a história de Razão e Sensibilidade que me levou ao universo dos livros de Jane Austen..
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  16. Spartaco

    Spartaco James West

  17. Nise Yuki

    Nise Yuki Usuário

    • Mandar Coração Mandar Coração x 1

Compartilhar