1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Outros Sistemas Rastro de Cthulhu

Tópico em 'RPG' iniciado por Jeff Donizetti, 31 Jan 2011.

  1. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Salve Geral,

    Recebi há alguns dias meu exemplar da tradução do RPG Trail of Cthulhu, que em português ficou Rastro de Cthulhu.
    Ainda estou lendo o livro, mas minhas primeiras impressões foram as melhores possíveis: papel de ótima qualidade, tradução adequada, capa dura resistente, abordagem interessante dos Mythos...
    Como sabemos, este é o primeiro RPG com a temática dos Mythos de Cthulhu vertido para o nosso idioma, já que o projeto de traduzir o Call of Cthulhu foi engavetado [sabe-se lá o porquê] pela editora Devir desde fins do milênio passado...
    Preciso me familiarizar com o sistema para ter uma opinião formada, mas queria trocar ideias com outros jogadores que já conheçam o Trail para saber, principalmente, o que acham da comparação entre o fodástico CoC e essa nova versão, que felizmente, tem recebido bons elogios dos veteranos.

    Ah, e ia contando o "milagre" sem dizer o "santo": Devemos essa audaciosa tradução à Editora Retropunk, de Curitiba...
     
    Última edição: 4 Fev 2011
  2. Arcanjo[SK]

    Arcanjo[SK] Spartan Supersoldier

    Eu comprei o livro na pré-venda (e assim recebi o PDF! =D) e gostei muito do que li até agora. Não li 100% do livro, mas li bastante já.

    Não conheço o CoC para comparar (conheço muito por alto), então minha opinião se baseia apenas no RdC.

    Achei o sistema simples e bem interessante para a sua proposta de jogo.

    Não sei se conseguirei testá-lo por falta de tempo e jogadores, mas gostei muito do produto e pretendo comprar suplementos, se saírem por aqui.
     
  3. Arthen

    Arthen Usuário

    eu comprei o rastro na pré venda também e não me arrependo. o livro é de excelente qualidade (é raro esse tipo de papel em livros nacionais) e eu achei o sistema simples também.

    mas o que eu mais gostei são as diferentes formas de se jogar RdC. a já clássica e conhecida forma onde os mythos acabam levando os jogadores à loucura, ou um jeitão mais indiana jones de ser, ou como o jogo mesmo chama o estilo, pulp.
     
  4. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Estou terminando a leitura do RdC e já dá pra ter uma ideia mais exata do jogo. Achei o sistema bem enxuto e intuitivo, e deve funcionar bem na mesa de jogo, embora não tenha podido testá-lo ainda.

    A interpretação dos Mythos de Cthulhu que o livro traz também é um ponto de destaque, já que deixa muita coisa "no ar", sem criar dogmas sobre as criaturas, liberando mais o Guardião pra criar.

    Só achei por enquanto um "probleminha" (que na verdade nem problema é): a mecânica do jogo com apenas UM dado de seis lados... rsrs
     
  5. Deriel

    Deriel Administrador

    Nenhum sistema que respeite usa só dados de seis lados (estou olhando pra você, GURPS!)
     
  6. haereticus

    haereticus Horror psicológico

    Na realidade o GUMSHOE nem prioriza rolagem de dados, tanto é que o jogo flui melhor que o BRP, pois as pistas aparecem automaticas e os pontos são usados para modificadores nas poucas rolagens existentes.

    Nem atributos tem o game, somente habilidades;

    Graças a deus algo para acabar com a supremacia do pessimo D20 (matar e pilhar)
     
  7. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Lançamento (e cenário) novo(s) para Trail of Cthulhu:

    Cthulhu Apocalypse: The Dead White World
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    The first part of the highly anticipated Cthulhu Apocalypse is currently scheduled for a March release.
    The Investigators are rendered unconscious by a train crash. When they wake they discover the world has died. White flowers cover the ground and they see, beneath the delicate petals, the faces of the dead. No other human is in sight, everyone is gone.
    The struggle to survive the apocalypse takes the Investigators through Britain, across the sea to America and beyond the veils of reality.
    The Dead White World contains the first three scenarios for Cthulhu Apocalypse by Graham Walmsley, author of The Purist Adventures.


    Link:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  8. haereticus

    haereticus Horror psicológico

    show, pena que deve demorar um bom tempo pra chegar ao Brasil, o pessoal da Retropunk ta enrolado com o Sra.Margareth ainda há 4 meses fala sério.
     
  9. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Pois é, devem ter tido algum problema mais sério; porque nada justifica meses de atraso pra lançar a tradução de uma aventura de umas 30 páginas...:think:
     
  10. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Mais um lançamento pro Sistema:

    Bookhounds of London

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Pelgrane Press have released the long anticipated Bookhounds of London for Trail of Cthulhu. Bookhounds is a 1930s supplement written by Kenneth Hite and set in the rare and antiquarian book world of London.

    A short while ago we featured the limited edition release of Bookhounds which sold out in well under a week. This general release contains all the information from the limited edition book including 32 authentic full-colour maps with a unique new street index of London in the 1930s.

    It looks to be a great addition to any Cthulhu-based game.

    Bookhounds of London
    Kenneth Hite
    "These cycles of experience, of course, all stem from that worm-riddled book. I remember when I found it – in a dimly lighted place near the black, oily river where the mists always swirl."
    - The Book

    Forbidden Tomes
    Bookhounds of London is a brand new campaign setting for Trail of Cthulhu, packed with period detail, where the Investigators seek out books about horror and strangeness and become, seemingly inevitably, drawn into the horror themselves. It provides in-depth material on London in the 1930s, carefully slanted towards Mythos investigators.

    An Ancient City
    Bookhounds' London is a city of cinemas, electric lights, global power and the height of fashion. It's about the horrors – the cancers – that lurk in the capital, in the very beating heart of human civilization. A Templar altar might well crouch, mostly forgotten, in the dreary Hackney Marshes, but altars to false gods tower over the metaphorical swamps of Fleet Street and Whitehall. And as for lost, prehuman ruins … who's to say what lies under London, if you dig deep enough?

    Terrible Choices
    The PCs aren't stalwart G-men or tweedy scholars exploring forbidden frontiers. Instead, they acquire maps (and maybe guidebooks) to those forbidden frontiers from fusty libraries and prestigious auction houses. They are Book-Hounds, looking for profit in mouldy vellum and leather bindings, balancing their own books by finding first editions for Satanists and would-be sorcerers. They may not quite know what they traffic in, or they may know rather better than their clientele, but needs must when the bills come in. This volume includes:

    32 authentic full-colour maps with unique new street index of London in the 1930s, and plans of major buildings.
    A Mythos take on London in the 1930s, packed with contacts, locations and rumours.
    New abilities such as Document Analysis, Auction and Forgery, as well as new occupations and drives.
    Full statistics for a host of new and horrible Mythos creatures to pit against the Bookhounds.
    Whitechapel Black-Letter, a brand new adventure which takes Bookhounds through the bleak East End of London on the trail of a powerful 15th century grimoire.

    With Bookhounds, Kenneth Hite creates a rich sandbox full of dusty tomes, crooked dealers and dark alleys, a perfect setting for any Mythos investigation.

    A Detailed Guide to London in the 1930s
    Bookhounds of London also features a complete, indexed street map of London, recreated and adapted from original sources, packed with over 200 locations essential to Investigators. Whatever system you play, this is an essential resource for Mythos roleplayers. The PDF version is fully cross-referenced.

    Stock #: PELGT17
    Author: Kenneth Hite
    Art: Jerome Huguenin
    Format: 184 page case bound with colour plates

    Price: £22.95 | $34.95 (US)
     
  11. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    A editora RetroPunk anunciou o lançamento de sua primeira aventura pronta para Rastro de Cthulhu. Já está à venda A Agonia de St. Margaret (The Dying of St Margaret), história que marcou o início da publicação em formato eletrônico de cenários puristas para o sistema.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Esse cenário deve estar à venda em breve no próprio
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Enquanto isso, lá fora, mais dois lançamentos para Trail of Cthulhu. O primeiro é The Rending Box, o último episodio dos quatro cenários puristas para o jogo criados por Graham Walmsley. Nele os investigadores descobrirão a verdade sobre segredos apenas insinuados nas aventuras anteriores (The Dying of St Margaret’s, The Watchers in the Sky e The Dance In The Blood).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O outro lançamento é Invasive Procedures. Trata-se de uma aventura para dois sistemas: Fear Itself e Trail e nela os personagens são pacientes em um decadente e sinistro hospital que se supõe assombrado e esconde mistérios ainda mais terríveis do que as lendas deixam imaginar.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  12. haereticus

    haereticus Horror psicológico

    Eu tenho o livro de regras do Fear Itself e o The Book of Unremitting Horror e é muito bom, GUMSHOE creio ser o sismtema bem consolidado, falta apenas retocar nas próximas edições um sistema de combate mais robusto.
     
  13. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Out of Time

    Four critically acclaimed adventures for Trail of Cthulhu will soon be available in a single volume, with exclusive essays by the authors. These are The Black Drop, Castle Bravo, The Big Hoodoo and Not So Quiet. We’ll send out vouchers to all existing PDF customers with a modest discount for the print version.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  14. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Novo cenário para Trail of Cthulhu:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  15. haereticus

    haereticus Horror psicológico

    Confesso não ser muito fã de aventuras prontas, mais o Robin faz cada uma massa.A única que me interessou foi aquela do apocalipse branco "fugiu o nome agora" achei fera ela em inglês.
     
  16. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Acho que a "Dead White World", não? (tá no post #7 deste tópico) Essa é do Graham Wemsley, o mesmo autor da série de aventuras puristas de Trail.
     
  17. haereticus

    haereticus Horror psicológico

    Sim este mesmo, um dos melhores cenários na minha opinião.
     
  18. gandb

    gandb Usuário

    Já participei de uma mesa de Rastro e gostei muito, parabéns a Retropunk por trazer para o BR este livro \o/
     

Compartilhar