1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Quero Ser Reginaldo Pujol Filho (Reginaldo Pujol Filho)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Izze., 13 Jan 2011.

  1. Izze.

    Izze. What? o.O

    Reginaldo Pujol Filho não tem medo de mostrar o que o inspira a escrever. Ele sabe que não há problema algum em escancarar as suas influências literárias, os autores que admira e que fizeram com que ele também escrevesse. E muito menos de dizer que seus textos contém fragmentos de cada um desses autores. Daí surge Quero Ser Reginaldo Pujol Filho, contos do segundo livro do autor gaúcho publicado pela Não Editora, em que rouba os estilos de seus autores preferidos para ser ele mesmo.

    A brincadeira foi criada a partir de um conto originalmente intitulado As linhas desnecessárias do círculo, publicado em seu primeiro livro, Azar do Personagem. Aqui, ele reaparece com outro nome, Quero ser Amílcar Bettega Barbosa. No conto, o protagonista de Pujol Filho fantasia em uma fila de autógrafos do autor sobre uma passagem de um conto de Barbosa, no qual um jovem jornalista, ao entrevistar Júlio Cortázar, acaba ficando com um texto inédito do argentino. Pujol Filho pensa se, ao puxar conversa com Amílcar, poderia acabar passando pela mesma experiência, tendo que decidir o que fará com o texto: publicar com seu nome, devolver ao autor ou modificá-lo?

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar