1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Quem pode amar é feliz - Hermann Hesse

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Zuleica, 19 Jun 2012.

  1. Zuleica

    Zuleica Usuário

    Reúne prosa e poesia, pequenos contos e aforismos, todos a propósito do principal tema deste livro: o amor. Hermann Hesse coleciona textos curtos, poemas e pensamentos sobre o afeto entre parceiros, por si próprio e pela vida e acha o ponto comum entre diferentes homens ao descrever, em narrativas desiguais, a descoberta do amor e a delicadeza que uma mulher inspira no mundo masculino.

    Em suas histórias, o autor mostra algumas relações que, de início, podem se apresentar efêmeras pela rapidez com que acontecem e, principalmente, pela distância do ser amado. A reciprocidade, por vezes tão necessária, mostra-se por outras desimportante. É pelo desejo ao mesmo tempo casto e carnal e pelas vontades que surgem aparentemente sem sentido que o escritor apresenta a vida.

    A espera do primeiro beijo, o encontro às escondidas, o sentimento não correspondido por uma mulher e a imaginação teimosa de um homem doente que se aprisiona em um paixão à primeira vista são algumas das situações narradas pelo autor. Assim, ele cria a composição de amor e felicidade.

    Aqui se defende a existência do amor correspondido ou inacessível. Neste livro, que é um dos menos conhecidos do grande público, Hesse mostra que a felicidade depende de quem ama.
     
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar