1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Quem ainda não assistiu a versão estendida?

Tópico em 'O Senhor dos Anéis - os Filmes' iniciado por Elessar Hyarmen, 17 Jun 2012.

  1. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Quem aqui no fórum ainda não assistiu a trilogia extendida?
     
  2. abylos

    abylos Usuário Usuário Premium

    Re: Quem ainda não assistiu a versão extendida?

    o/ :(
     
  3. Meneldur

    Meneldur We are infinite.

    Me desculpem, mas eu TIVE que editar o título do tópico. Me dá nos nervos ver a palavra "extendida". Tenho extendidafobia.
     
    • LOL LOL x 12
    • Gostei! Gostei! x 6
    • Ótimo Ótimo x 2
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu já assisti o 1º e o 2º filme, mas por algum motivo eu ainda não assisti o Retorno do Rei.
     
  5. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

  6. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Muito obrigada. Eu também passo mal com isso.
     
  7. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Errar é humano :mrgreen:
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  8. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Ainda não vi... neste ano! :mrgreen:

    Resolvi que só verei SdA de novo (sim, as estendidas, pois nunca mais consegui ver a versão de cinema depois dessa) depois da 2ª parte d'O Hobbit, então só lá por 2014. :lol:

    Dos 3 filmes, ORdR estendido é o filme que mais gosto, pois traz duas coisas que para mim são fundamentais e ficaram de fora da versão de cinema:

    *A morte do Saruman: não só por poder ver mais um pouco da interpretação do Christopher Lee, mas também por amarrar mais o último filme com os outros 2. Na versão de cinema fica aquele buraco, pois o vilão mais presente dos outros filmes, simplesmente fica "preso" em Orthanc (para sempre?), um final totalmente broxante para o Saruman.

    *A Boca de Sauron: não é tão fundamental assim, mas eu gostei muito do visual do númenóreano negro, totalmente degradado e corrompido pelos séculos de vida prolongada por meio da magia de Sauron. Então, achei o personagem fodão.




    Outra coisa que talvez faça as pessoas se confundirem, é porque no original em inglês aparece "The Lord of the Rings Extended Edition/Version", IMO. E aí está correto.
     
    Última edição: 18 Jun 2012
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    E todo mundo tem erros que comete repetidamente, mas tem dois que me enlouquecem

    "versões eXtendidas" e "mais" no lugar de "mas". :roll:

    ______________________​

    Eu vi a versão estendida do 1o há muito tempo, mas só fui rever e ver as outras duas agora que saiu o box no Brasil.
    Gostei dessa idéia de só rever depois do Hobbit
     
  10. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    MENAS reclamações e não SEJE tão XATA com os erros. vai que eles ficam MAS ESTENÇOS.
    _____________________

    Assisti o Sociedade ontem :amor: (pela 4ª vez acho)
     
    • LOL LOL x 4
    • Ótimo Ótimo x 1
  11. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Cuidado, que se ficar falando assim, vicêa.
     
    • LOL LOL x 5
  12. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    É, tem gente que veve falando assim.
     
    • LOL LOL x 6
  13. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Não e nem pretendo (mas confesso que gostaria de ver a morte do Saruman), quanto ao Boca de Sauron, fica a dúvida: Por que será que as pessoas não conseguem mais associar a beleza com a maldade? Puxa vida, o cara era numenoreano, talvez até da linhagem de Elros, ele podia ser tudo, menos horrível daquele jeito.

    .
     
  14. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Ele até podia ser buniton no início, mas depois de anos no spa do Tio Sauron a coisa degringola, filho. Embaranga tudo.
     
    • LOL LOL x 10
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Se bem que o meu comentário foi no sentido de que, ao que parece, não pega bem associar pessoas bonitas ao mal (eis uma festa para teorias conspiratórias). Assim sendo, haja monstrinhos... Será que o "Basic Instinct" ("Instinto Selvagem") seria feito hoje em dia?

    .
     
    Última edição: 19 Jun 2012
  16. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Entendi seu ponto, e acho que tem uma boa dose de razão.

    Talvez por isso vampiros, seres tradicionalmente sedutores, estejam se tornando bonzinhos no imaginário popular.

    Seria conseguência de anos e anos de filmes tipo disney? As sereias gregas atraiam marinheiros para o fundo do mar e não eram adoráveis princesas como a Ariel, e por aí vai.

    Eu gosto desses desenhos, entenda bem, mas as lendas foram adocicadas e tornadas suaves e embaladas e músicas e bichinhos e papel cor-de-rosa.

    Mas sempre houve uma tendencia a se misturar o belo com o bom, e o feio com, pelo menos, o não bom. Cyrano de Bergerac que o diga.

    Em Herói Perdido tem uma frase que é repetida, com algumas variações, por vários personagens, mas que não deixa de ser uma irônia do autor: "Ela é tão bonita, tem de estar falando a verdade".
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  17. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Isso é questão metafísica. O platonismo nos acostumou a relacionar o Bom com o Belo, e ambos om o Ser, a mais perfeita realização da existência.

    O que é feio tem de ser necessariamente mau e vice-versa, assim como a doença, em sentido bíblico, nasce do pecado. Basta ler o livro de Jó.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  18. Indu

    Indu In sacanagi we trust

  19. Ilmarinen

    Ilmarinen Usuário

    Nem sempre, lembremos que, no Livro de Jó mesmo, um dos principais pontos da história é que Jó NÃO PECOU e, mesmo assim, foi exposto à lepra porque Jeová queria submetê-lo à prova diante das vicissitudes impostas por Satã. Outros casos da Bíblia que não batem muito com isso dizem( claro!!!) respeito à beleza feminina, vide Jezebel, Dalila e Salomé ( a provável inspiração pra cena de dançarina de Lúthien diante de Morgoth), exemplos de formosura atrelada à corrupção moral.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Os leprosos e endemoniados do Novo Testamento eram feios e marcados pela persecução diabólica mas, até onde a narrativa revela, também não eram "pecadores", ou, pelo menos, a narrativa não deixa claro se sua exposição a esse tipo de agrura tinha a ver com falha moral.
     
    Última edição: 19 Jun 2012
    • Ótimo Ótimo x 3
    • Gostei! Gostei! x 3
  20. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Sim, porque a 'intenção' do autor de Jó é mostrar mesmo a deficiência desse teologia. Deus também testa a fé do homem através do sofrimento, portanto não há uma relação de casualidade infalível entre pecado e infelicidade. Estamos sujeitos ao 'vale de lágrimas' pelo simples fato de sermos herdeiros da corrupção de Adão e Eva, da qual só o Cristo pode nos salvar segundo a teologia cristã.

    Além disso existe o fato do Inimigo se utilizar de disfarces de beleza para enganar os filhos de Deus, como Sauron o fez enquanto Annatar em sua aliança com Celebrimbor na Segunda Era. Outra orientação espiritual: 'nem tudo que reluz é ouro', a indicar que existe uma diferença entre as aparências e a essência das coisas (entre beleza aparente e verdadeira Beleza que é correlata ao verdadeiro Bem, olha o platonismo de novo ae, gente).

    Então nem é uma questão de belo e feio não serem determinantes de bondade e maldade, eles o são, mas só a verdadeira Bondade e a feiúra real, não a estética aparente. Mantém-se a relação entre a Estética e a Moral.
     
    Última edição: 19 Jun 2012

Compartilhar