• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Que poder havia em Glorfindel para matar um Balrog?

Elessar Hyarmen

Senhor de Bri
Qual poder poderia haver na espada de Glorfindel para matar/derrubar o Balrog salvando assim Tuor, Idril Celebrindal, Eärendil dentre outros?

Na verdade Glorfindel derrubou o balrog mas os dois duelaram entre espadas e etc.

Se o Balrog era um ser angelical, dotado de poderes "paranormais", ou seja, sua composição era de fogo, como que ele caindo de um penhasco ou sendo ferido por uma espada poderia vir a morrer? :think:
 

TorUgo

a.k.a. Tortoruguito...
Primeiro, a espada de Glorfindel era de Gondolin, uma das cidades élficas onde se fabricavam das melhores armas de Beleriand, armas que perduraram até à Terceira Era como Glamdring e Orcrist, de Gandalf e Thorin Escudo-de-Carvalho (acho).

Segundo, Glorfindel era um Noldo, um Elfo Superior que vira a luz de Aman e já só por isso era um grande "Senhor". Tal com Ecthelion e outros que mataram Balrogs.

Também Gandalf lutou com ele, em muito recorrendo à sua espada (lembre-se que era Glamdring) e derrotou o Balrog. Echtelion recorreu à sua espada e matou o Balrog com o seu elmo, e por aí adiante!

Eu acho que a confusão está entre o hröa e o fëa do Balrog! O que estes Elfos e Gandalf mataram foi o hröa! Tal como o hröa de Echtelion, Glorfindel e Gandalf morreram nos três casos particulares! A diferença é que o fëa do Balrog terá (em princípio) sido castigado enquanto que Glorfindel e Gandalf (pelo menos) voltaram!
 

General Artigas

Não tá morto quem peleia
Como bem disse o Torugo, Glorfindel morou em Aman e viu as Árvores.

A espada dele cortava até aço (tá, exagerei, mas foi só pra vocês entenderem o quão fodásica ela era) e o Balrog era ume spírito corrompido aprisionado naquela forma fogosa, mas debaixo do fogo havia um corpo um fána malacabado ou hröa e era possível matá-lo fisicamente e como ele provavelmente gastou muito poder para fazer auqle corpo fogoso, não teria poder para voltar e reencarnar e os Valar não o aceitariam em Aman, assim como ocorreu com Saruman.

Por último, Glorfindel, mesmo com todas as coisas que disse anteriormente, apelou jogando a si mesmo e o balrog penhasco abaixo, ou seja, o balrog ali era de responsa e como tava em vantagem a unica saída era se jogar penhasco abaixo agarrado no balrog.

Ecthelion só matou o balrog com elmo porque as águas da fonte haviam apagado o fogo dele, mesmo caso de Gandalf, se não fossem as águas daquele lago subterrâneo, o velho não teria conseguido matar o balrog, ou teria sofrido ainda mais pra isso.

Enfim, viajei e provavelmente me desviei do tópico :roll:
 

TorUgo

a.k.a. Tortoruguito...
Como bem disse o Torugo, Glorfindel morou em Aman e viu as Árvores.

+karma não? :disgusti:

A espada dele cortava até aço (tá, exagerei, mas foi só pra vocês entenderem o quão fodásica ela era) e o Balrog era ume spírito corrompido aprisionado naquela forma fogosa, mas debaixo do fogo havia um corpo um fána malacabado ou hröa e era possível matá-lo fisicamente e como ele provavelmente gastou muito poder para fazer auqle corpo fogoso, não teria poder para voltar e reencarnar e os Valar não o aceitariam em Aman, assim como ocorreu com Saruman.

Exactamente! Como eu falei (e não sabia antes de frequentar o fórum! :)) o fána, o hröa e o fëa são coisas diferentes que devem ser distinguidas!

Por último, Glorfindel, mesmo com todas as coisas que disse anteriormente, apelou jogando a si mesmo e o balrog penhasco abaixo, ou seja, o balrog ali era de responsa e como tava em vantagem a unica saída era se jogar penhasco abaixo agarrado no balrog.

Pois é! Ele realmente não conseguia combater com um Balrog mano-a-mano, mas utilizou as vantagens (ou desvantagens) do terreno para salvar o que restava do seu povo! O heroísmo de um combatente não se vê apenas pela força das armas e não é apenas por esta que ele derrota o seu oponente.

A derrota do Balrog deveu-se a um conjunto de circunstância, mais do que a um "poder" de Glorfindel.

Ecthelion só matou o balrog com elmo porque as águas da fonte haviam apagado o fogo dele, mesmo caso de Gandalf, se não fossem as águas daquele lago subterrâneo, o velho não teria conseguido matar o balrog, ou teria sofrido ainda mais pra isso.

Se o Ecthelion do fórum lê isso! =|
Mas é verdade, tanto num caso como no outro, a água teve um papel importante de "enfraquecimento" dos Maiar! Ecthelion provavelmente morreria, não fosse o elmo e as águas da fonte mas Gandalf provavelmente conseguiria derrota-lo da mesma forma, morrendo (hröa) da mesma forma também! Mas no caso de Gandalf seria SIM um PODER que ele teria, o de ser um Istari, um Maia.

Enfim, viajei e provavelmente me desviei do tópico :roll:

Que nada...
 

Failivrin

Entenda, eu não irei me render
Hröa e fëa eu já conhecia. Mas fána? Qual é a diferença entre os três, só pra confirmar...
 

General Artigas

Não tá morto quem peleia
Fána é um corpo que os ainur utilizavam em Arda, assim os Valar podiam ser vistos pelos elfos em Aman, eram roupas para suas fëar e eles não precisavam se alimentar e não tinham necessidades fisiológicas.

Depois de "morrer", Gandalf volta num fána, mas ainda precisa se alimentar e tals, com esse fána ele tinha mais poder para usar do que no hröa em que estava antes.

Torugo, sei não se o velho daria conta do balrog se não fossem as águas, ele morreu mesmo com o balrog sem chamas, com chamas o velho iria morrer antes, possivelmente.

Quanto ao Glorfindel, os penhascos eram uma desvantagem pra ele, já que ele não tinha pra onde correr, literalmente, e o noldo transformou a desvantagem em vantagem, grande sacada.

P.S.: Não te dei karma, Torugo, simplesmente porque tu falou o que eu ia falar, já a Failivrin pode me dar karma por ter dissolvido a dúvida dela sobre o fána. :dente:
 

TorUgo

a.k.a. Tortoruguito...
Não é um assunto que eu domine, mas cá vai:

Fëa é o que nós chamamos de "espírito" ou "alma".

Hröa e Fána são formas de encarnação física do Fëa. A diferença é que enquanto o Hröa está sujeito aos "tormentos do mundo", como comer, dormir, beber, etc, o Fána permitia liberdade neste campo.

Concluindo. Homens, Elfos, Anões e Ainur têm Fëa. Os Homens, Elfos e Anões têm Hröa, assim como os Istaris, aquando da sua chegada à Terra Média. Os Ainur em geral têm Fána e foi a forma que Gandalf adoptou depois da morte do seu Hröa.

Não hesitem em corrigir-me se estiver errado! :)

EDIT:
Enfim, escrevi pra nada... :gotinha:

Siegfried disse:
Torugo, sei não se o velho daria conta do balrog se não fossem as águas, ele morreu mesmo com o balrog sem chamas, com chamas o velho iria morrer antes, possivelmente.

Eu lembro-me do Balrog cair na água e fugir, mas não existe referência a ele ter-se mantido "apagado" durante o resto da luta! Com certeza ele não precisava de um fósforo pra se acender de novo (:lol:). Acho que Gandalf daria sim conta do recado. Difícil, mas daria. Ele usaria a inteligência, talvez, como Glorfindel e Ecthelion.

Siegfried disse:
P.S.: Não te dei karma, Torugo, simplesmente porque tu falou o que eu ia falar, já a Failivrin pode me dar karma por ter dissolvido a dúvida dela sobre o fána.

IA falar, mas NUM FALOU! :disgusti:

Enfim, também me pode dar karma a mim né? :dente:
 
Última edição:

General Artigas

Não tá morto quem peleia
O balrog se manteve apagado por todo caminho através da Escada Interminável, quando chegaram à Torre de Dúrin ele começou a se encandescer e Gandalf correu pra vencê-lo, foi assim que aconteceu, se não me engano.
Dúvido que ele conseguiria se segurar no balrog todo ligadão (:sacou:) durante a passagem pela Escada.

P.S.: Chegaste atrasado pra postar, que coisa feia :no:
 
Última edição:

TorUgo

a.k.a. Tortoruguito...
O balrog se manteve apagado por todo caminho através da Escada Interminável, quando chegaram à Toerre de Dúrin ele começou a se encandescer e Gandalf correu pra vencê-lo, foi assim que aconteceu, se não me engano.
Dúvido que ele conseguiria se segurar no balrog todo ligadão (:sacou:) durante a passagem pela Escada.

E mais uma vez TorUgo chega empunhando o seu livro na mão e atira o rival ao chão! (rimou até! :dente:)

As Duas Torres disse:
- Aí, na Celebdil, havia uma janela solitária na neve e, diante dela, um espaço estreito, uma espécie de vertiginoso ninho de águia acima das névoas do mundo. O Sol brilhava ferozmente, mas em baixo estava tudo envolto em nuvens. Ele saiu, de um salto, e, precisamente quando eu saía atrás dele, irrompeu de novo em chamas. Não estava ninguém para ver, pois se estivesse talvez em eras futuras se cantassem canções da Batalha do Pico (...:blabla:...)

Acho que isto acaba com a nossa discussão! Não só Gandalf era capaz, como ele destruiu o hröa do Balrog quando este estava "ligado" (:lol:).

P.S.: Chegaste atrasado pra postar, que coisa feia :no:

:gotinha:
 

General Artigas

Não tá morto quem peleia
O balrog se manteve apagado por todo caminho através da Escada Interminável, quando chegaram à Torre de Dúrin ele começou a se encandescer e Gandalf correu pra vencê-lo, foi assim que aconteceu, se não me engano.
Dúvido que ele conseguiria se segurar no balrog todo ligadão (:sacou:) durante a passagem pela Escada.

P.S.: Chegaste atrasado pra postar, que coisa feia :no:

Obrigado por colaborar com a minha teoria citando o trecho referido do livro =).
 

TorUgo

a.k.a. Tortoruguito...
Obrigado por colaborar com a minha teoria citando o trecho referido do livro =).

:gotinha:

Tu falaste que ele começou a encandescer e correu pra o vencer, dando a entender que se o Balrog voltasse a encandescer-se totalmente (o que realmente aconteceu) Gandalf não seria capaz de o vencer!

Olha aí mais citações que mostram a tua opinião! Estás a muda-la agora porque eu provei estar certo!

Siegfried disse:
Torugo, sei não se o velho daria conta do balrog se não fossem as águas, ele morreu mesmo com o balrog sem chamas, com chamas o velho iria morrer antes, possivelmente.

Siegfried disse:
Ecthelion só matou o balrog com elmo porque as águas da fonte haviam apagado o fogo dele, mesmo caso de Gandalf, se não fossem as águas daquele lago subterrâneo, o velho não teria conseguido matar o balrog, ou teria sofrido ainda mais pra isso.

Enfim, o que dizes em tua defesa?
 

Mairon

Alquimista Andarilho
Olha o fána, o hröa e o fëa eu entendi mas fiquei meio boiando com a explicação!
Se os Balrogs eram maiar não deviam perder para um elfo não importando o seu poder afinal os elfos não tinham um poder tão grande pra combater o poder dos Ainur certo?
Eu acho que elfos apesar de serem espiritualmente fortes não poderiam derrotar um balrog só por eles mesmos, seria necessaria alguma outra fonte de poder como por exemplo a espada. Na verdade só acho muito estranho que o balrog tenha morrido apenas pela habilidade de Glorofindel e pela sua sorte no momento, desse jeito qualquer pessoa de sorte mataria um Balrog!
 

General Artigas

Não tá morto quem peleia
Olha o fána, o hröa e o fëa eu entendi mas fiquei meio boiando com a explicação!
Se os Balrogs eram maiar não deviam perder para um elfo não importando o seu poder afinal os elfos não tinham um poder tão grande pra combater o poder dos Ainur certo?
Eu acho que elfos apesar de serem espiritualmente fortes não poderiam derrotar um balrog só por eles mesmos, seria necessaria alguma outra fonte de poder como por exemplo a espada. Na verdade só acho muito estranho que o balrog tenha morrido apenas pela habilidade de Glorofindel e pela sua sorte no momento, desse jeito qualquer pessoa de sorte mataria um Balrog!

Os Ainur tinham poder subcriativo maior que os de qualquer elfo, porém nem só de subcriatividade ganha-se uma luta :g:

Morgoth era um Vala e mesmo assim Fingolfin deu uma surra nele o deixando manco, morreu, mas deu A surra.

Habilidade em armas também conta muito nessa hora :joinha:
 

TorUgo

a.k.a. Tortoruguito...
Já agora lembremos Fëanor que lutou contra Gothmog e outros Balrogs, ao mesmo tempo e só foi derrotado pela força dos números! =\
 

Haran Alkarin

Usuário
Os Ainur tinham poder subcriativo maior que os de qualquer elfo, porém nem só de subcriatividade ganha-se uma luta :g:

Isso fica mais claro no exemplo da luta entre Huan e Sauron, e na luta entre Tulkas e Melkor. No final o mais importante é o quão bom o indivíduo consegue usar seu corpo, não é tão diferente de uma luta comum.
 

Failivrin

Entenda, eu não irei me render
obrigada por sanar as minhas dúvidas, TorUgo e Siegfried!!
Karma? Vcs estão disputando pra ver quem arrecada mais é isso? xD
/o/
Eu deveria receber um agradecimento por ter exposto minha dúvida e assim ter contribuido com o avanço da discussão...

hehehehehehe, até parece :dente:
 

Excluído028

Excluído a pedido
Já agora lembremos Fëanor que lutou contra Gothmog e outros Balrogs, ao mesmo tempo e só foi derrotado pela força dos números! =\

E Fingon, que lutava sozinho contra Gothmog (tendo sua guarda toda morta ao seu redor), até que veio outro balrog e os cercou num círculo de chamas. Com Fingon preso entre as chamas ficou fácil pro Gothmog, que deu-lhe uma na cabeça, rachando-lhe o elmo. Traiçoeiros esses balrogs... :blah:

E ainda mutilaram o corpo dele e pisotearam o seu estandarte no seu sangue...
 

TorUgo

a.k.a. Tortoruguito...
Historiando disse:
E Fingon, que lutava sozinho contra Gothmog (tendo sua guarda toda morta ao seu redor), até que veio outro balrog e os cercou num círculo de chamas. Com Fingon preso entre as chamas ficou fácil pro Gothmog, que deu-lhe uma na cabeça, rachando-lhe o elmo. Traiçoeiros esses balrogs...

Eu sabia que esquecia alguém! :)

Obrigado Historiando! ;)
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.595,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo