1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Quanto tempo de estudo? ^^

Tópico em 'Idiomas Tolkienianos' iniciado por ricten, 26 Mai 2009.

  1. ricten

    ricten Usuário

    Aew galera, sou novo no forum como podem observar =D e estou disposto a aprender, e me bateu essa duvida^^ qto tempo o pessoal demorou para conseguir falar ou escrever? e a qto tempo que ja estuda a lingua? ^^
    Qual lingua? a que você for melhor xD
     
  2. Ben Kenobi

    Ben Kenobi Aprendendo com um

    Bem vindo!
    Garanto que irá acha quem o ajude com linguagem =)
    Aproveite!
     
  3. ricten

    ricten Usuário

    Ben, vc sab fla alguma lingua? ^^ qto tempo demorou xD
     
  4. Mandos

    Mandos Tecendo os destinos de Arda

    Meu caro RICTEN, Eu também sou novo aqui no Fórum, mas posso te dar uma dica: Os idiomas élfico são lindíssimos e por serem tão especiais, necessitam de uma dedicação especial também, falo isso porque estou começando a estudá-los e percebi que se você não tiver Força de Vontade fica difícil aprender a escrever e a falar em Qenya ou Sindarin.
    Acredito que pelo extenso conteúdo que cada idioma possui, devemos levar de 6 a 8 meses para saber uma significativa parte deles!

    Esse é o meu Humilde conselho RICTEN!

    ERUVADHOR BALKMADUA.
     
  5. ricten

    ricten Usuário

    vlw aew Eruvadhor Balkmadua ^^ brigado pela dica ^^
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Meglin Celebrandir

    Meglin Celebrandir Hansi Ilúvatar

    Ricten,

    não consigo falar ou escrever as línguas tolkienianas, mas posso dizer que estou quase na fase "The book is on the table" em Quenya :mrgreen:

    Quenya, em minha opinião, é a melhor linguagem para se estudar pois é mais conhecida e coberta por obras e exemplos que tratam de seu uso e aplicação. Inclusive, o Curso de Quenya pode ser obtido gratuitamente no ardalambion.com

    Mas mesmo assim, acho que você com muito esforço e dedicação, conseguirá escrever bem em Quenya; falar já é outra história. A pronúncia das línguas élficas não é consenso e não há material suficiente para ter certeza dos fonemas que os elfos usavam ao falar Quenya na primeira era. No Curso de Quenya o autor fala que até mesmo Tolkien, ao recitar o Námarië, escorregou na pronúncia ao não seguir regras que ele mesmo escreveu...

    Resumindo:
    Estude Quenya, mas se preocupe primeiramente em escrever bem, depois quem sabe, tente falar.

    Abraços! :joinha:
     
  7. Ferbos

    Ferbos Usuário

  8. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    Sinceramente, eu levei 3 mees estudando e ainda assim não aprendi. :dente: Tipo, eu dava uma lida no Curso de Quenya e resolvia as questões, mas bem de leve. Acho que tem que se dedicar mesmo, praticar. Acabou que hoje só sei algumas palavras e expressões, pronúncia e regras básicas.
     
  9. Mandos

    Mandos Tecendo os destinos de Arda

    Com certeza é preciso se dedicar bastante, se dedicar mesmo, para aprender os idiomas de forma que você possa falar, escrever, entender e tal, muito tempo de estudo e dedicação...eu me dediquei nos primeiros meses mas deixei pra lá durante um tempo por causa dos estudos para o vestibular, porém, vou voltar a estudar o sindarin com mais afinco...
     
  10. Slicer

    Slicer Não estava vivo no Dilúvio, mas pisei na lama.

    Tempo de estudo: Eu comecei a estudar em 2002.

    Tempo para aprender a pronunciar: Depois da primeira lição do Curso de Quenya, quase nulo. Eu poderia ter sido mais rápido se tivesse lido os apêndices do SdA.

    Tempo para começar a escrever: Eu tinha muito tempo livre na época, mas mesmo assim eu poderia ser mais rápido. Eu diria que em 1 ou 2 meses do tempo de uma pessoa com compromissos normais é possível estudar 8 lições do Curso de Quenya, que foi quando eu comecei a fazer tentativas de tradução. Claro, meu Quenya era tão bom quanto o inglês do Borat na época. Na real eu estudei mesmo até a lição 13. O resto eu só li de ponta a ponta quando fui fazer os resumos do Curso de Quenya no meu site.

    Tempo para começar a falar: Ninguém jamais conseguiu conversar em qualquer língua élfica (nem Tolkien!) por simples falta de vocabulário. Ao escrever você ao menos tem tempo de checar a etimologia de uma palavra, buscar uma raiz proto-élfica que se encaixe no perfil, para aí construir a palavra em Quenya ou Sindarin. Você vai precisar fazer isso ao menos uma vez por composição, de tão limitado que é o vocabulário élfico.

    Minha dica: Eu comecei porque eu li o Namárië no SdA e queria saber como aquele poema era pronunciado. Depois eu fui estudando para tentar aprender como escrever fluentemente. Só anos depois eu percebi que não existe "fluência em élfico" mas até lá eu já estava tão apaixonado pelas línguas que a impossibilidade de ser fluente tornou-se algo totalmente negligenciável.

    O mundo de conhecimento que se abriu quando conheci a linguística; quando a gramática deixou de ser algo chato para ser um hobby; descobrir o quão maravilhoso é sentar com uma caneta tinteira na mão e escrever tanto em Tengwar como em letras latinas normais... Tudo isso veio do meu estudo de élfico, e vale mais do que o próprio élfico.
     

Compartilhar