1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Qual sua contribuição para a Ciência?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Vatho, 22 Dez 2002.

  1. Vatho

    Vatho Usuário

    Well, qual a sua contribuição? Eu sou Cientista da Computação (mais uma profissão que não é reconhecida pelo nosso adorável governo que quer reconhecer a astrologia :x ) e infelizmente não posso seguir minha vida em pesquisas porque senão morro de fome (e não posso largar meu emprego porque ele é bom! ehehehehe) :wink: Sem contar que o investimento em pesquisa é ridículo.
     
  2. Elanor Ladeira

    Elanor Ladeira Apaixonada

    Bem, nesse ponto eu posso me gabar um pouquinho (hehehehe)

    Sou biomédica, e como sei q 98% das pessoas não sabem ao certo oq um biomédico faz vou explicar um pouquinho: Um Biomédico (formado por faculdades públicas (a biomedicina das faculdades particulares é totalmente diferente)) tem por objetivo a pesquisa e docencia, pesquisa no campo médico, ou seja, somos akeles pesquisadores q ficam em laboratorios cheios de papeis e vidros espalhados, com aventais brancos surrados mexendo com coisas estranhas, trabalhamos em diversas áreas, acho q isso já dá pra ajudar...

    Particularmente eu trabalho com Neurofisiologia, faço uma pesquisa onde estudo efeitos de plasticidade no sistema nervoso central, para vcs terem uma ideia é através de fenomenos de plasticidade q o seu cerebro aprende e memoriza as coisas, paralelalmente estudo esses efeitos na epileptogenese (calma, eu explico, processo pelo qual o cerebro de uma pessoa se torna epiléptico), e utilizo o q encontro para testar drogas capazes de impedir esse processo.

    Eu gostei da pergunta Vatho, principalmente pq tudo o q escrevi ai em cima, na minha opinião, não é uma colaboração para a "Ciência", sim, sem duvida estou colaborando para a elucidação de mecanismos cerebrais, para o aumento do conhecimento, etc... mas será que isso, só isso, só a pesquisa pura e simples é ciência?? Eu respondo: Não! É extremamente difícil ser um cientista, e eu não me considero uma ainda, é preciso mais, muitas coisas definem um cientista, de todas essas coisas, existe uma q quase sempre é esquecida e subjulgada, mas q para mim é uma das mais importantes: Divulgar a Ciência, torná-la pública, conhecida, agradável, acessível. Um cientista exemplar nesse campo foi akele q deu nome a esse clube!

    Qto ao investimento financeiro em pesquisa no país... sim, as coisas não são boas, eu não ou ficar rica não, mas tb nem quero, o problema é que a falta de verbas afeta a pesquisa diretamente e não só os pesquisadores, falta $ para comprar reagentes, kits, aparelhos, etc... as fundações de amparo à pesquisa ajudam muito, mas isso em casos especificos, sei q na minha area (biomedicina em geral) elas ajudam bastante financeiramente, mas sei q áreas fora do ramo Tecnologia/Medicina ficam totalmente desprovidas de verbas ou incentivos, isso é um erro geral de um país que não vê a educação como algo mais importante até que a saúde.

    Acho q é isso, meus posts nesse clube tendem a ficar enormes, vou tentar me conter, afinal ser claro e objetivo são caracteristicas importantes em um cientista, e estou tentado chegar lá...
     
  3. Excluído052

    Excluído052 Excluído a pedido

    Creio que todos que fazem doutorado contribuem, para a ciência de alguma forma, Doutorado em História... em Biomedicina... em Matemática... em Geografia... de alguma forma todas essas matérias estão ligadas à ciência. É o que eu acho, pelo menos.


    O ano que vem vou iniciar minha faculdade de arquitetura, quem sabe eu possa fazer um doutorado com uma tese sobre como foram feitas as pirâmides ou coisa do gênero? :mrgreen:
     
  4. Hobbit_de_Cueca

    Hobbit_de_Cueca Usuário

    Desculpe, Vatho, mas tenho que discordar em partes com o que você escreveu. Sou formado em engenharia de computação e faço mestrado em ciência da computação atualmente. Se eu estivesse trabalhando em uma empresa, provavelmente estaria ganhando mais do que ganho com meu projeto de mestrad. Entretanto, posso lhe garantir que tenho uma vida boa e não passo fome. :wink:

    Sinto que faço parte de uma minoria que consegue viver só de pesquisas neste país. Lutei muito para conquistar isto, mas vi muitos colegas competentes não terem sucesso, principalmente pela falta de recursos para pesquisa no Brasil, quer sejam públicos quer sejam privados. Mas não podemos dizer que pesquisa em ciência da computação não dá futuro, pois dá, sim. Não são poucos os meus colegas de curso que acabam tendo que PAGAR para fazer suas pesquisas na Universidade. Por que eles fazem isto? Será que são loucos? Ou são milionários que não ligam para o dinheiro?

    Nada disso. A maioria deles, de fato, recebe ajuda de parentes ou possui um emprego para sobreviver. Mas acreditam que suas pesquisas são importantes ao menos por questões pessoais. Enfim, mesmo sem um ganho financeiro, eles acreditam que podem mudar alguma coisa no mundo, ou podem crescer pessoalmente ou profissionalmente fazendo suas pesquisas.

    Enfim, acabei não falando sobre minha pesquisa e minha contribuição... :D Trabalho alguns anos no desenvolvimento de software pedagógico. Desde do ano passado, passei a trabalhar com informática na educação especial e estou estudando acessibilidade atualmente, ou seja, como tornar o recurso computacional "usável" por pessoas com necessidades especiais, como os surdos, os autistas, os cegos, etc. Muitas vezes, o recurso computacional é a única forma destas pessoas interagirem com o mundo mas, mesmo assim, esta é uma área muito necessitada de projetos e pesquisas.
     
  5. *Aredhel*

    *Aredhel* Usuário

    Estou no último ano de Biologia.....mas muito desestimulada pois não tem emprego como pesquisadora....a não ser sem ganhar nada...
    Por isso vou começar Física Médica, para trabalhar com Radioterapia em hospitais.....
     
  6. 46

    46 Usuário

    O grau de desenvolvimento de uma sociedade está intimamente relacionado com a pesquisa e desenvolvimento científico! 8O
    Não é necessário repetir q nosso país investe pouquíssimo em ciência, e os frutos q colhe muitas são vezes perdidos, quero dizer, muito poucas patentes relacionadas são feitas aqui. O Brasil perde em número de patentes para a Koréia do Sul!!!não estou desvalorizando o trabalho dos koreanos mas, porra, nosso país tem muito mais pós-graduados!
    É fundamental transformarmos nossas pesquisas em patentes e dái partir para criação de tecnologias brasileiras!!!!!
    De que adianta nosso grande doverno falar orgulhoso q vai abrir uma fábrica da GM, por exemplo, e dizer q criará milhares de empregos diretos e indiretos se a grana de verdade recolhida com os royalties vão para o exterior?? se tivéssemos nossa tecnologia isso não iria acontecer além de podermos exporta-la e ganhar dinheiro com isso!
    é triste, mas quando o governo tá ficando no preto e precisam de dinheiro a primeira coisa q sofre cortes é a pesquisa, é só ver a quantas andam a CnPQ e a FAPESP!!! somando tudo isso tem o dólar a 3,70 e o fato de quase tudo q é usado em pesquisa é importado!
    O grande problema da ciência, ou pelo menos o seu ponte fraco, já que é assim mesmo, é o tempo q leva pra obtermos resultados com uma boa pesquisa, os resultados demoram mais de 10 anos! então pra qual governante isso é uma vantagem sendo que seus mandatos duram 4 anos podendo ser prolongado para 8... para eles não interessa pois os governadores seguintes colheriam os louros da fama... política é nojenta... :x
    então, se o nosso grau de desenvolvimento científico é esse, freiado por todos esses fatores, não é de se espantar q vejamos em nossa siciedade tantas barbaridades, cometidas por pobres, e pior ainda, pelos ricos e poderosos que quando o fazem levam milhares de pessoas para o buraco.... e q cada vez é mais fundo! :eek:
    eu estudo biologia e estou começando minha iniciação científica estudando a reprodução de peixes brasileiros, procurando uma forma para melhorar os resultados da psicultura, isto é, mais comida e comida mais barata!
     
  7. *Aredhel*

    *Aredhel* Usuário

    ah sim...sobre contribuição no momento...eu estudo fisiologia do metabolismo do calcio em peixes teleosteos....assim da pra ver como os hormonios reguladores do nivel de calcio no sangue agem, e quem sabe um dia, aplicar isso no estudo da osteoporose e outras deficiências de cálcio.
     
  8. Inho

    Inho Usuário

    Eu vou começar a estudar ciência da computação ano que vem. Eu quero muito ir para a área de pesquisa, e felizmente, na UFPE têm bastante gente investindo na área de computação. Assim, espero que financiamento não falte. Mas não sei como é que se começa um trabalho desse e tal...num tenho a menor idéia.
     
  9. virus

    virus Usuário

    Bom... eu estudo o que posso e, quem sabe daki alguns anos, eu me forme em fisica quantica e cosmologia e ajude o mundo :D
     
  10. Lórien

    Lórien Última General de Nanto

    Eu cursei um ano e meio de física... achei que ia contribuir muito com a ciência, eu trabalhava com supercondutores. Mas parei e estou fazendo letras. Acho que posso contribuir muito mais com as ciências humanas do que com as exatas.
     
  11. Joe Cool

    Joe Cool Usuário

    Bem, eu sou advogado, formado há cerca de um ano e meio, e estou fazendo Pós-Graduação em Direito Privado. E apesar das linhas de concentração da minha especialização se limitarem a Direito Civil, Direito Comercial ou Direito Trabalhista, meus estudos estão sendo definidos na área de Proprieade Intelectual, que não deixa de ser um campo do Direito Privado.

    E como disse o 46 algumas mensagens antes, o registro de patentes é um indício de desenvolvimento tecnológico de um país e uma garantia de obtenção de recursos que poderiam plenamente ser direcionados ao investimento em pesquisas.

    Além do meu histórico acadêmico, sou muito interessado em Ciências Naturais, como Física, Matemática, Astronomia, Química, Biologia... um eterno curioso sobre as questões fundamentais de nossa existência. Inclusive pretendo iniciar um curso nesta área, provavelmente Física (já que aqui no Ceará não tem nenh8um curso de Astronomia).

    Também me interesso por estudar distúrbios de perdonalidade, que seria uma área própria da Psiquiatria. Uma das cadeiras opcionais que fiz na Faculdade de Direito foi "Psicologia Médica", que nada tinha a ver com o meu curso (já que é uma cadeira da Medicina), e eu até desenvolvi um trabalho sobre a Qualidade de Vida dos pacientes com Mal de Alzheimer. Desde então tenho me interessado pela área e até tenho entre meus livros para "futuras leituras" um Curso de Psicopatologia e um livro do Antônio Damásio. Acho que terei muito o que conversar um dia com a Elanor Ladeira... Aliás, moça, que coincidência: você é só dois dias mais nova do que eu. :D

    Para o momento seria isso. Até a próxima!
     
  12. Beladona_theOld

    Beladona_theOld Usuário

    Estou esperando a confirmação de um momento fundamental da minha vida: se passei ou não na UFRGS...A partir do momento q souber q passei, poderei começar a por em prática todos meus sonhos científicos. Quero (e como quero!!) poder ser uma cientista na área de química inorgânica ( :D ), tão pouco estudada, pois as pessoas só pensam na química orgânica!!!! :( Quero pesquisar profundamente ametais tóxicos...
     
  13. *Aredhel*

    *Aredhel* Usuário

    Eu passei em Física Médica na PUC!!!! ehhhhh
    Espero poder contribuir para a cura do câncer com radioterápicos melhores!!
     
  14. Vatho

    Vatho Usuário

  15. Anna Cwen

    Anna Cwen Ourificada

    minha contribuição... bem já trabalhei durante dois anos para uma pesquisa conjunta do CERN (laboratorio da europa) e a UFRJ sobre o BIG Bang e o inicio do universo... mas não acho que fui de muita ajuda.
    agora to estudando engenharia de verdade, e fazendo iniciação científica em matemática, o q eu é estranho, pq a matemática não é tão palpável qto a física ou a química podem ser...
    só tenho certeza de uma coisa ; eu ia ser mto feliz se pudesse trabalhar com pesquisa, pricipalmente na área de saneamento e saúde... alguém trabalha com epidemias ou coisas do gênero??
     
  16. *Aredhel*

    *Aredhel* Usuário

    eu faço biologia...
    aki em sp, nessa area tem o instituto biologico, a faculdade de saude publica...entre outros..
    ai no rio, deve ter essa area de pesquisa no oswaldo cruz, naum tem?
     
  17. Anna Cwen

    Anna Cwen Ourificada

    é, aqui no rio tem o oswaldo cruz, que pelo que sei é um dos mais renomados do brasil... cheguei a visitar o intituto algumas vezes, até, eles tem um projeto muito interessante de iniciação científica junior (para 2º grau), e tem um museu sobre doenças... =0)
    acho q a UFRJ também tem um instituto de biologia mto bom
    quem sabe eu não faço uma especialização em um dos dois depois de formada?? não deixa de ser uma boa ideia... =0)
     
  18. Joe Cool

    Joe Cool Usuário

    Eu só queria avisar aos colegas que, além de advogado e um eterno curioso pela ciência, pelos fenômenos que estão ao nosso redor, agora eu também sou acadêmico do curso de Física! :mrgreen:

    Recebi o resultado nesta sexta-feira, tendo sido deferido o meu pedido de admissão como graduado na Universidade Federal do Ceará. As aulas começam no dia 31 de março.

    Sinceramente, um dos maiores motivadores desta decisão foi justamente a participação neste fórum, além de várias idéias que já possuía antes. Mas incentivo, numa hora dessas, nunca é demais! :mrgreen:
     
  19. -Feanor-

    -Feanor- Usuário

    Eu ainda estou no colégio mas eu acho que vou ser daqueles que vai se formar em várias coisas. Se eu não passar no ITA (o que é fácil) vou acabar fazendo Física tb (quem sabe a gente se encontra Joe Cool). Eu adoro ciência. Mas a contribuição que eu quero dar é ensinando (na universidade, se Deus quiser) os futuros cientistas.
     
  20. Joe Cool

    Joe Cool Usuário

    Cara, se não passar agora, você terá até os 23 anos para tentar ingressar no ITA... hehehehe! Você faz vestibular este ano, é?

    Eu acho um crime impor a uma pessoa de 16 anos escolher o futuro de sua vida profissional. Eu tinha outros planos e acabei escolhendo o Direito. Mas nunca é tarde para se corrigir erros do passado.

    Sei lá se a Física é exataemnte aquilo que eu quero, mas pelo menos eu a escolhi com uma maturidade muito maior do que aquela que tinha aos 16 anos... :(
     

Compartilhar