1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Qual sentido de "O Senhor dos Anéis" ?

Tópico em 'O Senhor dos Anéis - os Filmes' iniciado por Terrapardense, 19 Jan 2004.

  1. Terrapardense

    Terrapardense Usuário

    Comentários sobre o final da trilogia no cinema

    Para muitos foi o fim de uma espera. Para outros, um pesadelo que finalmente acabou. Mas será que acabou mesmo? As especulações sobre “O Hobbit” nos cinemas estão cada vez mais emocionantes... para o bem ou para o mau. Enquanto a “Indústria das Fofocas” entra em fase de “retomada do crescimento” – como diria o Companheiro Frodo Lula da Silva - , gostaria de tecer alguns comentários sobre o “final da trilogia” apresentado no cinema e seu sentido.

    Recapitulando: Foram mais de 9 horas de exibição (sem contar as versões estendidas); dezenas de personagens; milhares de figurantes (mesmo sendo digitais); centenas de cavalos; cenários gigantescos (de tela azul), nomes belos, estranhos e bizarros (principalmente para os não iniciados nas obras de Tolkien); seres terríveis, fantásticos e nojentos; batalhas campais monumentais que deixariam Alexandre, O Grande com inveja; clichês aos milhões (apesar de terem sido escritos antes dos clichês); paisagens oníricas e luxuriantes; sons, luzes e imagens em cadência doentia e intermitente... em suma.... uma overdose de estímulos e sensações.

    E tudo isso para quê? O quê levou aqueles dois “nanicos” e aquele “magrelo esquisitão” até o “inferno” para destruir um “simples” anel? Qual o sentido de todas aquelas mortes nas inúmeras batalhas? O quê eles estavam defendendo e o quê eles queriam? O quê eles estavam temendo perder?

    Muitos podem dizer que era a eterna luta do “bem contra o mau”. Outros, podem dizer que era a história de um Rei que voltaria a governar os homens e prepara-los para o “futuro”. Outros ainda pode dizer que era apenas um “conto de fadas”. Essa pergunta pode ter milhares de respostas completamente diferentes.

    Entretanto, eu gostaria de usar os últimos segundos das mais de 9 horas para responder:

    Nós vimos o bom e velho Samwise Gamgi... caminhando lentamente para sua casa... passos lentos, curtos, porém firmes e decididos... passa pelo portazinho e no meio de seu pequeno jardim... ele vai para os braços de sua amada Rosinha Vila e de seus dois lindos filhos, fruto de sua união com Rosinha e com certeza, o seu maior tesouro. Por instantes ele se lembra de seu velho amigo “Senhor Frodo” e de suas aventuras, suspira, entra em sua “toca” e fecha sua redonda porta amarela.

    Eis aí o que eu considero a mais bela e comovente cena de toda trilogia. Após uma “epopéia” indescritivelmente terrível e estafante (que somente Tolkien conseguiria descrever com palavras); com Reis e seus Reinos; Nobres e sua heráldica; Magos e seus Feitiços; Elfos e sua Áurea; Anões e seus Túneis Magníficos; Monstros e seu Flagelo; Seres do Mau e suas Hordas; Exércitos e seus Capitães; Poderes Ocultos e a Luz que os destruiu; o filme termina com um pacato pai de família fechando sua portinha e voltando para sua vida junto aos seus filhos e esposa.

    Que mensagem nós podemos tirar disso?
    Qual o sentido do “O Senhor dos Anéis”?
    Deixo para vocês responderem.
     
  2. Psamatos

    Psamatos Visitante

    mto bom texto Terrapardense....

    bem para mim o sentido do SdA é a verdadeira amizade, confiança entre outras mas pra mim as principais são essas duas..... SdA mostra a verdadeira amizade, aquela que acompanha nos momentos mais difícies e improváveis...

    e sobre a cena final eu tb achei um grande desfecho para a trilogia pq mostra aquele alívio de td ter acabado mas saudades daquele tempo e gostinho de quero mais...
     
  3. Edson_oi

    Edson_oi Usuário

    A batalha do bem contra o mal.
     
  4. Vinícius Harlock

    Vinícius Harlock Vinícius "O Bizarro" Macêdo

    Tão simples assim! :yep:

    Mas ainda acrescento: Significa também que a História continua, como Sam falou para Frodo em Mordor.
     
  5. hamséss

    hamséss Usuário

    uma vez li q essa história trata principalmente de deus (Eru) e sua honra exclusiva a criação, uma vez q Sauron ou Melkor não são maus porque alem de destruirem, tentam criar a vida, e isso é um dom exclusivo de Eru.
     
  6. Iracema

    Iracema Usuário

    A verdadeira amizade e além de tudo a perseverança.
     
  7. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Acho que não existe apenas um significado na obra.
    É impossível haver apenas um significado.
    Trata não só da luta do bem com o mal, não só de como a vida continua, etc, etc, mas também de como é o ser humano, de como ele pode amar, ser invejoso, ser bom, ser mau, as vezes tudo isso ao mesmo tempo.
    É uma história humana (apesar de haver entidades sobre-humanas) que trata muito bem como os seres humanos podem ser:joinha:
     
  8. cpm22

    cpm22 Visitante

    o sentido do senhor dos aneis?
    1:tolkien sempre explorou de seus interreses na filologia(a ciencia que estuda uma lingua,sobre a visao historica apartir de documentos escritos)
    e religiao

    2: uma vez tolkien descreveu o senhor dos aneis ao seu amigo padre jesuita robert murray como:¨
    '''' um trabalho fundamentalmente religioso e catolico inconscientemente no inicio ,mas ciente disso na revisao'''''
    atraves deste comentario eu cheguei a conclusao que o sentido do
    '''' o senhor dos aneis '''
    e a luta contra o bem e o mal
    o triunfo do excesso vaidade na humanidade
    e a atividade da graça divina ''''

    ou seja tolkien keria monstrar
    o valor da amizade,
    os bons valores
    e a religiosidade
    (uma vez ke tolkien descreve varias vezes o pai nosso ,o livrai nos do mau
    quando descreve a luta de frodo contra o anel)

    e isso aii :grinlove:
     
    Última edição por um moderador: 2 Ago 2008
  9. Lord Almeida

    Lord Almeida Usuário

    hahaha vcs sao incriveis
    mto inteligentes e sabios
    pra mim e tudo q vcs falaram o bem contra o mal a amizade de todas
    nao importando qual seja sua raça ou opniao todos deixam de lado seu preconceito nao importando seja anao ou elfo e um toque de divindade em tudo
    mesmo tudo parecendo dar errado no final eles podem ver q seus esforsos nao foram em vao
    Ass. Lord
     
  10. Daewen

    Daewen Elener

    O Senhor dos Anéis é um livro ímpar pra mim. Ele tem toda essa máscara de guerras, de épico e disputas por poder, e tals. Mas ao meu ver o professor mostra como as pessoas podem se unir, podem se ajudar, podem superar as diferenças, e ter um objetivo em comum que vise o bem estar de todos.
    Tolkien em sua obra fala de amizade, de amor, de honra, de sacrifício, de perseverança, de garra, de força, união e demonstra como tudo isso pode combater a vingança, a ambição desmedida, o ódio e a busca incessante por poder.
    Acho que a sacada do Um anel é a mais significativa de todas. Algo precioso, que pode prolongar a sua vida, te dar poder sobre as outras pessoas, mas que vai fazer com que aos poucos, você deixe de ser você mesmo. Vai te escravizar de uma forma que você não vai pode voltar atrás. Gollum é uma demonstração viva disso.
    Talvez Tolkien nem tivesse isso em mente dessa forma, quando escreveu o livro. Talvez ele estivesse apenas se propondo a escrever o maior épico de todos os tempos ou um simples livro de aventuras em um mundo imaginário. Mas quem leu os livros e viu os filmes, e percebeu o sentido de sua obra...sabe o quando ela é importante e empolgante, além de um verdadeiro clássico da literatura.
    Senhor dos Anéis está muito além de um grande sucesso de vendas e cinematográfico. Pra mim é uma obra prima. E duvido muito que eu ainda chegue a ler algo tão bem escrito quanto ele nessa vida...
     
  11. Ulca

    Ulca Usuário

    Acho que Tolkien apenas quis colocar valores que ele considerava importantes, como amizade, coragem, etc. E queria também expressar um pouco sua religiosidade na história.
    Para mim o fator religioso fica claro no que Gandalf diz a Frodo, em Bolsão:

    [...]Muitos que vivem merecem a morte. E alguns que morrem merecem viver. Você pode dar-lhes vida? Então não seja tão ávido para julgar e condenar alguém a morte.[...]

    E, no prefácio do SdA (ISBN 85-336-1962-6) aparece o seguinte:

    "Quanto a qualquer significado oculto ou 'mensagem', na intensão do autor estes não existem. O livro não é nem alegórico e nem se refere a fatos contemporâneos.[...]"

    Por isso acho difícil existir qualquer outro significado além dos que citei acima.
     
  12. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Bem, quando reli essa cena confesso que me emocionei e lembrei de toda a espectativa desdo o primeiro filme até a decepção, não por que o filme não me agradou, mas a decepção que tudo aquilo que tanto esperei em tres anos se foi, e o mais interessante, com um simples pai de familia voltando para sua casa e revendo sua familia após um dever cumprido.
    Na realidade cada um da sociedade tinha um objetivo principal que os guiou até o fim da jornada, ambos diferentes porém com um "simples ato" de destruir um anel todos esses objetivos se convertiam em um, se convertiam no desejo de todos, e o princial deseja era a união em busca da salvação de seu lar e de suas vidas e principalmente de seus desejos e amores, além de tudo isso é claro como tolkien passa valores importantes que hoje muitas vezes estão em segundo plano, a paz, o amor a união e a amizade, tolkien tinha o desejo de ver um mundo melhor e apenas se todos se unissem conseguiriam alcançar esse objetivo.
    Para mim fazendo uma analogia vejo que o um anel representa todos os problemas do mundo, fome, mizeria, desigualdade, guerra e destruição, e o objetivo era destruir o um anel, detsruir tudo o que representa a desgraça da humanidade.
    Muitos dizem que ele não faz analogia a nada, mas eu discordo, em suas obras ele faz analogia a todos os problemas que ocorreiam na época e ocorrem até hoje, e ao final com a destruição do um, todos os problemas se dissiparam, e se dissiparam devido a união de todos mesmo com as diferenças. Afinal se tolkien não pôs alma em suas obras por que a publicaria, essa analogia aplicada por ele é necessária para mostar a humanidade que se todos tomarem consciência e se unirem, deixando de lado seus interesses pessoais e diferenças, focalizando num interesse coletivo todos os problemas se resolvem e todos ficam bem, mesmo com alguns sacrificios... .

    É uma ideologia pessoal do mestre, que na realidade não deixa de ser uma Utopia, no final tudo acaba virando um conto de fadas infelizmente.
     
    Última edição: 5 Ago 2008
  13. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Se eu tivesse que sintetizar "o significado" de O Senhor dos Anéis em uma palavra, essa seria "amizade". Pois a amizade verdadeira não abre espaço para preconceitos. Quem imaginaria Homens, Elfos e Anões lutando lado a lado, por um único objetivo: ajudar um Hobbit a cumprir sua missão, destruir a síntese de todo o Mal, o Um Anel. E quem imaginaria que dois pacatos Hobbits salvariam o Mundo, no caso, a Terra-Média! Na amizade verdadeira não se subestima ninguém, nem "a menor das criaturas". Só a amizade une criaturas tão diferentes para lutar em prol de algo maior e mais importante do que as diferenças pessoais, regionais e etc. E esse "algo maior", é o que todos os povos livres da Terra-Média desejavam preservar e salvar: as "coisas simples que valem a pena lutar", como disse Sam, que no final, aparece feliz, apesar de tudo, por ter a oportunidade de usufruir das coisas simples: lar, família, amigos...
     

Compartilhar