1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Qual o objetivo dos Senhores das Trevas?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Duilin, 18 Abr 2008.

  1. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    A partir do raciocínio do anitgo Belfalas_77, atual "Impronunciável", no tópico
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Uma dúvida interessante foi levantada, dei uma olhada no fórum não vi nada muito concreto a respeito disso e resolvi trazer pra uma discussão à parte:

    Dessa indagação fiquei pensando: Qual foi o objetivo de Melkor e de Sauron?

    Melkor, tinha suas próprias idéias e não eram aceitas, tudo bem.
    Mas essas idéias seriam viver em um mundo escuro, insalubre, sem vida, sem alegria, rancoroso? Um mundo apenas de ódio?

    Ou queria ele apenas ser o Senhor do seu mundo, por pura inveja dos outros Valar? Destruir por destruir, por pura birra? Por manha?

    O que levou ele a desenvolver esse ódio sem precedentes?
    Já que eles extremamente poderosos, poderiam ter tudo aquilo que amassem.

    Como Aulë amava suas obras, criou até um povo que foi acolhido por Eru!
    Yavanna amava seus frutos, suas flores e se ressentia por elas e ganhou de presente os Pastores das Árvores.

    Ou seja, suas aflições e angústias eram contornadas.
    Pq então Melkor queria destruir tudo isso?

    Será que queria construir um mundo novo?

    E Sauron?
    Grande poder de persuasão, grande poder subcriativo, pq queria o poder?
    Queria dominar o mundo todo pra simplesmente ter um monte de aduladores?

    Seria pura carência?
    Ou pensava em se fortalecer e libertar Melkor, numa investida contra os Valar e voltarmos para a questão acima?

    Então aqui fica a dúvida, o que queriam os Senhores das Trevas? Qual o objetivo do mal?
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    No silma isso é explicado. Eles tinha ódio da beleza de Arda, e dos Poderes que nela mandavam. Caso conseguissem conquistar Arda, eles, após destruirem tudo de belo que nela existia, não construiriam nada no lugar. Apenas governariam seus reinos de trevas, com crueldade e ódio, do mesmo modo. Sempre o oposto dos Valar;.
     
  3. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Tudo bem, mas queriam destruir só por destruir?
    E depois que destruissem tudo, o que fariam? Viveriam no limbo?
    No Vazio?

    Crueldade e ódio com quem?

    Se era assim, pq pessoas se aliavam à eles?
    Queriam viver como capachos do ódio desses senhores?
     
  4. Izze.

    Izze. What? o.O

    Bem, na questão do porque se aliavam à eles: Melkor e Sauron não diziam "ó, trabalha pra gente, e tu vai viver um inferno pro resto da vida". Eles faziam promessas de glória e regalias para os aliados, e eles, burritchos, acreditavam nisso.

    Daí acho que os motivos deles era destruição para proveito próprio. Ter toda matéria-prima e mão de obra para seus inventos e afins. Eles serem os melhores, os maiores, com mais riquezas, com toda a riqueza. Eles queriam dominar o mundo! Mwhauahaua =B
     
  5. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Diz o Silma, que os homens se aliavam e se submetiam à Sauron, pois ele os enganava, e também por medo e ganância (sauron lhes prometia terras e riquezas que, caso tivessem triunfado, nunca teriam)

    E eles tinham ódio de tudo que era relacionado aos Valar, aos elfos, homens, anões...se bobiar, até dos orcs os dois tinham ódio. Eles, nas Obras, seriam o que Satanas é na bíblia. Sem amor, sem nada, a não ser ódio e astúcia.
     
  6. moriel

    moriel Banned

    Não sei... Melkor, pelo menos, parecia ter algumas idéias próprias. Os Dragões, digamos... Provavelmente, o que ele queria mesmo era fazer as coisas da manheira dele - que, aparentemente, não era lá muito atraente - seria algo bem cruel e violento, no sentido mais universal da coisa.
    Afinal, se ele quisesse somente destruir e estragar tudo, ele não tentaria mudar a Música, nem ficaria deturpando as criações dos outros.
    Existe a possibilidade também de ele querer um mundo só para ele, para ele ficar sentado no trono e todo mundo ficar adorando-o. Essa também parece ser a linha de Sauron.
    (Ah, além disso, duvido muito que Sauron queria trazer de volta o antigo mestre... Afinal, com Melkor no comando, ele era somente a mão direita...)
     
  7. Concordo com Moriel, acho que se Melkor tivesse sucesso em seus planos na 1ª Era, dificilmente conheceríamos Sauron como o conhecemos hoje. Acho que ele jamais teria existido.

    Porque gente, a merda da maldade é exatamente essa: Não há divisão!

    Agora acho que o pessoal tem que pensar mais antes de responder. Tipo: O que Sauron ou Melkor queriam afinal?

    Se era como Neithan disse (citando o Silma) só para destruir e ficar como o Elson disse no Limbo, então cai por terra a questão de inteligência citada no outro tópico!

    Deve haver algo mais! E eu vou esperar para ver se meus colegas postam de forma criativa!
     
  8. moriel

    moriel Banned

    Bem, eu me contento com a explicação de que os dois queriam mandar em tudo e todos, ter poderes infinitos e fazer o que vier na telha deles, e se contentariam só com isso.
     
  9. Húrin

    Húrin Amante da Calíope

    Impôr seus desejos, que sempre são contrários aos dos atuais mocinhos, por qualquer meio, através de uma certa chantagem sobre os desejos de outros, e muitas vezes através da força!!
     
  10. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Hmmmm e quais eram seus desejos?
     
  11. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    eu acho que o ideal dos vilões é o de poder apenas pelo poder. O interessante é que um vilão pode começar não sendo um vilão (como vários exemplos da história). Passa a sê-lo quando tenta impor a sua vontade e o que acha certo a qualquer custo. O problema é que muitas vezes quem leva esses caras ao poder é o próprio povo que eles passam a oprimir.
     
    Última edição: 18 Abr 2008
  12. Arcavius

    Arcavius Ezio Auditore da Firenze

    Tá aí: se eles dominarem, perde a graça. afinal, os dois deviam falar um para o outro:
    S: "E então, Melkor, o que faremos amanhã?"
    M: "O que fazemos todo dia: tentar dominar o mundo"
     
  13. Rogério Magno

    Rogério Magno Guarda da Cidadela

    Simples... Morgoth, sentado no seu trono ia começar a se achar Eru, pois foi com esse objetivo que ele veio a Arda, tornar-se senhor de um mundo.
    Provavelmente o mundo seria feito como foi com os primeiros homens, ele continuaria a governar e a deturpar o que existe acreditando que tem o poder de criar, pois foi capaz de dominar. No entanto, mesmo havendo uma vitória de Melkor, Eru iria interverir, como fez por motivos menores, e todos sabemos que mesmo "Aquele que se ergue em poder" não é nada comparado ao que o criou e criou ao mundo.

    Há ainda a possibilidade de que Arda acabasse como a canção anterior dos Ainür, Melkor depois de terminada sua conquista e de ter se adonado de tudo iria regozijar-se por ter se sobressaido mais uma vez.
     
  14. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    O objetivo máximo de Melkor, desde o início da Canção dos Ainur, era obter a Chama Imperecível. O Vala desejava o poder criador de Ilúvatar, dar existência a qualquer coisa à partir do Nada. Enquanto os demais Ainur contentavam-se em cantar para Eru, Melkor mergulhava no Vazio em busca da Chama.

    Já Sauron apenas desejava tornar-se Senhor da Terra-média e expulsar (se possível, exterminar) os Eruhíni das Terras de Cá.
     
  15. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Ai ai ai! Essa é boa! Iydkmigthtky (<0) o "Impronuniável"
    Nome e sobrenome! :lol:

    Não! o Objetivo de Melkor e Sauron não era viver no limbo, no desalento, na falta de vida, na falta dos elfos, homens, anões e natureza. Na verdade ambos pensavam diferentes, principalmente Melkor onde queria suplantar sua vontade, desejo e idéias que não estivessem totalmente vinculadas às vontades de Illúvatar. É quase aquele lance de Deus e Lúcifer, claro que em contextos diferentes.

    Como a vontade de Melkor foi sufocada pelos Valar e pelo próprio Illúvatar, ele tomou a decisão de querer que sua vontade se prevalecesse a qualquer custo nem que para isso tivesse que praticar o mal. Existem situações onde para se chegar ao bem, ao infinito desejável de cada um, tem-se aquela magnitude da prática do mal. Não que Melkor ou Sauron estivessem certos, entretanto, eu as vezes interpreto (posso até estar equivocado) que eles não foram compreendidos em sua essência e como houve uma negação às suas vontades eles se tornaram maus para se chegar ao bem que eles entendiam que eram as melhores coisas que o mundo poderia ter. A paz, a justiça e o amor à moda deles, mesmo que estivessem errados.

    Melkor e Sauron foram os GRANDES DE TODA A ARDA! Mesmo que suas atitudes fossem erradas e até maldosas, mas ambos tentaram o que ninguém teve coragem de fazer...
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  16. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Sim, temos aquela coisa de quem conta a história é quem vence.
    Então nunca podemos saber ao certo toda a verdade dos fatos, né?!

    Tanto que foi feito o Livro Negro de Arda que nossa querida amiga Moriel está traduzindo, direto do Russo.

    Porém, era essa a única vontade deles?
    Serem os únicos donos do pedaço?

    Tipo, Melkor que tinha um pouco do poder de cada um conseguiria criar um mundo interessante se sua ganância e egoísmo tivessem sido aceitos?
     
  17. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    É mais ou menos por aí!
    Não que essa ganância e egoismo fossem no fim, o mau pleno...

    Espero não ser uma resposta sem nexo....
     
  18. Eu fico imaginando com este lado sombrio desses personagens o que realmente eles querem transmitir de mensagem para nós!

    Será que é só o tipo: "Fiquem quietinhos senão vocês irão terminar como a gente..."

    Eu creio que não foi isso que esses personagens nos deixaram de mensagem. Eu acredito que Melkor tinha sim uma idéia pré-definida do que seria uma construção de um novo mundo, mas por que não compartilhou, por que não negociou com Ilúvatar?

    É isso que eu não entendo. Acho que a gente não pode julgar Tolkien pensando que ele não deu atenção a este personagem, ele não marginalizou Melkor. A própria situação a que esse personagem se submeteu o marginalizou!

    Eu creio que toda a questão a grosso modo, é que não é que a maioria está certa e a minoria (que no caso era Mekor) era burra. Não foi isso. Mas a falta de confiança que Melkor levantou sobre seu Criador que trouxe todo o constrangimento para a sua existência em comum com ele.

    Uma vez rompida essa confiança não dava mais para voltar.

    Sim ele tinha suas idéias do que poderia ser este mundo novo. Mas qual seria? Esta questão de dominação só pela dominação, eu não consigo entender...

    Acho que havia mais em Melkor, talvez bondade (?), mas quando ela iria aparecer. No final a inveja dominou seu coração e se transformou em rancor, e fez com que ele perdesse o caminho que, sei lá, ele poderia ter lutado!

    Mas ao contrário do que eu ouvi no outro tópico, eu não sou maniqueísta e acredito que uma verdade tem sim dois lados!

    Como posso viver com alguém com quem não posso abrir meu coração? Mas, sei lá, esse Ser é onisciente então ele já sabe o que se passa neste coração, então, por que esconder? Houve uma quebra da confiança que tinha que habitar nos corações dos Valar, e essa quebra foi feita primeiramente por Melkor. Acho que tal atitude meio que selou um distanciamento não só dele mas dos outros Valar também. A amizade ou obdiência que era normal se tornou como algo imposto depois disso! Tudo mudou!
     
    Última edição: 23 Abr 2008
  19. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Melkor e Sauron:

    Ambos tinham amor e ódio, certezas e incertezas, sentimentos bons e ruins, medo e respeito...ignorância e falta de sabedoria...inteligência e grandes conhecedores do mundo da luz e das trevas.

    Acho que ambos conseguem retratar a nossa sociedade contemporânea, senhores dos objetivos sem rumo certo, mas que mesmo assim, cheios de equívocos, conseguiram em certos períodos mostrar que o mundo poderia ser diferentes - mal ou bonzinho...
     
  20. [Vixxe... Meu tópico acima ficou meio confuso!]

    Então, ô Inominável, eu acho o seguinte concluindo meu raciocínio:

    Melkor tem uma mensagem para deixar para nós sim, não o do vilão que perde no final, não esse tipo de coisa: "O bem sempre vence!"

    Eu não acredito nisso, até porque o mal ou o bem depende de quem vê! Um assassino vai encontrar mil razões coerentes para matar uma pessoa...

    É que na minha análise faltou ele se abrir com alguém, não devia ter ficado isolado, tentando pegar a Chama Imperecível, que era óbvio Ilúvatar não iria guardar em nenhum lugar que não fosse com ele mesmo.

    Tudo isso mostra uma falta de conhecimento de seu Criador. O que faltou foi esse conhecimento, um entrosamento, um compartilhamento de opiniões. Eu acredito que houve espaço, mas houve muito mais medo do que vontade de dar uma solução satisfatória para coisa em si.

    Tá bom, eu sei que é difícil ter qualquer conversa com uma pessoa que tem uma boa dose de autoridade acima de nós, mas devemos tentar e não descartar essa hipótese de cara.

    A meu ver essa foi a grande falha do âmago de Melkor. A desconfiança e a falta de conhecimento de seu Criador. Eu acredito que Melkor poderia ter feito muita coisa com o potencial reservado para ele, mas falhou na sua inteligência emocional!

    Fica esse toque para todos nós!
     

Compartilhar