1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Qual livro que despertou você ?

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Excluído01, 13 Jan 2009.

  1. Excluído01

    Excluído01 Banned

    Creio que todos nós começamos a ler regular ou frequentemente devido a algum livro que nos encantou ou emocionou e nos incitou a ler outros. Muitos começam lendo os livros OBRIGATÓRIOS da escola , e acambam gostando da experiência .
    Até ano passado , ignorava os livros pedidos na escola ( e vou continuar , já que não gosto de literatura brasileira ) . Mas , acordei um dia com vontade de ler , e então comprei meu 1º livro ( Eram os deuses astronautas ? - Daniken ).
    Comecei a leitura tarde , mas nada que atrapalhe , pois lia muito os livros de matéria normal da escola , ou seja , a leitura até estava treinada .

    Qual foi a sua experiência ? Qual livro te despertou para o hábito da leitura ?





    :tchauzim:
     
  2. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Acho que foi o pequeno vampiro ou... putz, não estou conseguindo lembrar o nome. :D

    OU... pode ser que tenham sido uns livros de uma coleção salve-se quem puder, que tinha uma charadinha para resolver em todas as páginas.

    isso foi com 6 ou 7 anos. no máximo 8.


    edit:
    LEMBREI! aquele que eu não estava conseguindo lembrar o nome :D

    O pequeno nicolau... era em quadrinhos se não me engano
    tinha o pequeno nicolau no recreio, as férias do pequeno nicolau.... não lembro mais. :D
     
  3. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Bom... comecei a ler porque deixaram uns livros perdidos na estante baixa lá de casa. Eram livros sobre história e coisas do tipo: "As maiores maravilhas da terra". Depois que fui me ligando mais em literatura "séria".
     
  4. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Eu ia sempre à biblioteca da escola e comecei lendo Os Contos dos Irmãos Grimm e aí me apaixonei. Daí para Série Vagalume foi um pulo...
     
  5. Sorel

    Sorel Usuário

    Eu não me lembro, mesmo, de quando comecei a ler. Acho que desde sempre.
    Os que eu mais gostava eram os da Coleção Bichim, do Ziraldo (tenho todos e sempre que mexo neles numa arrumação de prateleira, tenho que ler um ou outro de novo...).
    O primeiro livro que eu li "quase sem figuras" foi Os Meninos da Rua Paulo! Eu lembro até hoje de como foi chocante a
    morte do Nemecsek
    (será que é spoiler?? alguém ainda vai ler? =P)
    Ah, e teve, claro, Monteiro Lobato.
    E um livro de poesias infantis do José Paulo Paes, e um do Mario Quintana.
    Eu tb gostava da Ruth Rocha e da Sylvia Orthof.

    Ah, sei lá, não teve "um só" que eu consiga me lembrar =P
     
  6. LucasCF

    LucasCF Usuário

    É verdade. Não acho que tenha tido um livro que despertou o gosto pela leitura.
    Um conjunto de livros é que o fez.
     
  7. mitsuki

    mitsuki Usuário

    [size=small]Eu sempre gostei de ler histórias quando criança, principalmente gibis da Turma da Mônica, mas o que me despertou mesmo para a leitura foram os livros da Lygia Bojunga Nunes, em especial "A Bolsa Amarela" e "Os Colegas". Depois não parei mais...[/size]
     
  8. Eu sempre li vários, coelção vaga-lume, pra gostar de ler, a bolsa amarela... mas acho que o que me despertou mais foi quando eu li A Coisa, do Stephen King. Aquela edição com dois volumes, imensa, com a aranha na capa. Eu mal podia acreditar que estava lendo um livro tão grande!
     
  9. Daniel Cowman

    Daniel Cowman Usuário

    Se o Ziraldo não fosse tão estúpido talvez eu tivesse ficado fan de literatura antes...(trauma infantil)

    mas desde pequeno eu me interessava por literatura, li o gênio do crime umas 8 vezes.... mas o livro que me animou e me fez ler regularmente foi o código da vinci
     
  10. imported_?

    imported_? Usuário

    Para falar a verdade, o que despertou meu gosto pela leitura foram os livros didáticos do ensino fundamental. Porque aqui em casa eu nunca fui incentivada a ler, então quando começava o ano letivo, eu devorava as pequenas histórias que vinham nos livros de Português. Eu sabia cada uma delas de cor.

    Depois eu acabei me apaixonando por uma antologia de contos bem antiga que tinha aqui em casa, eu li e reli esses contos pelo menos 20 vezes cada um. Como eu era muito criança, alguns contos eu não conseguia compreender direito. Eu não lembro o nome do livro, mas entre os contos estavam "Negrinha", do Monteiro Lobato e "As calças do Raposo", de Medeiros e Albuquerque. Este último até hoje um dos meus contos preferidos.
     
  11. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Tenho uma foto que estou na cama do quarto do meu pai. Ele está lendo um livro grosso sobre administração (se não me engano) e eu estou com 4 ou 5 anos com um gibi da turma da mônica, só vendo as figuras e tentando entender algumas palavras separadamente. :D

    Lembro que quando entrei para escola aos 5 anos, já comecei a tentar ler as placas que tinham no trânsito. principalmente quando ia viajar, ficava lendo as placas da estrada :D.
     
  12. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Comecei lendo histórias em quadrinhos, da Monica e da Disney.
    O primeiro livro "de verdade" que li foi "Viagem ao Céu" do Monteiro Lobato.
    Me sentia tão importante lendo um livro com tantas palavras e poucas figuras! :dente:
     
  13. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Foi Pollyanna :amor:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    foi onde eu aprendi a fazer o Jogo do Contente =D

    É muito gostoso esse livro!

    Entre incontáveis livros da minha infância e adolescência, posso dizer que "Pollyanna" foi um dos que me marcou profundamente. Relendo-o agora percebo que não fui traída pela memória, passagens inteiras afloram à minha mente antes mesmo de completar a leitura.
    Mas o que pode ter este livro, literatura de escolares e adolescentes, de útil ou interessante para os penelistas? Acredito que para a PNL, "Pollyanna" poderia ter o seguinte subtítulo: "Um livro sobre RESSIGNIFICAR".
    Trata-se da história de uma menina de onze anos, filha de um missionário pobre, que após ficar órfã, vai morar em outra cidade com uma tia rica, rígida e severa, à qual não conhecia previamente. Pollyanna ensina às pessoas de sua relação na nova comunidade o jogo do contente, que havia aprendido com seu pai no dia em que esperava ganhar uma boneca e recebeu um par de muletinhas. Seu pai lhe explicou que não existia nada que não pudesse ter dentro qualquer coisa capaz de nos fazer contentes, e ela então ficou contente por não precisar das muletinhas. E depois desse dia, criou o jogo de procurar em tudo que há ou acontece, alguma coisa que a faça contente, e o ensina sempre que encontra alguém triste, aborrecido ou mal-humorado.

    Este livro pode servir de várias maneiras, certamente é um belo treino em ressignificação de conteúdo, especialmente para os praticantes de PNL que compreendem racionalmente a estrutura que está por trás do processo de ressignificar. Serve como sugestão de leitura para nossas crianças e também para os nossos pacientes.
    E como diz Pollyanna: "Muitas vezes me acontece de brincar o jogo do contente sem pensar, a gente fica tão acostumada que brinca sem saber. Em tudo há sempre alguma coisa capaz de deixar a gente alegre; a questão é descobri-la."
    Talvez com menos qualidade, mas certamente interessante, encontra-se em locadores de vídeo o filme sobre o livro, com o mesmo nome.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  14. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    Foi a Bíblia, aos 17 anos.

    Apesar de não ter sido o primeiro q li, foi oq me impulsionou a ler mais. No ano em q li ela pela 1ª vez, acho q li uns 12 outros livros. Nunca antes tinha lido tanto. Que eu me lembre, havia lido apenas Peter Pan, O Estudante e Heidy - além de vários gibis do Homem-Aranha, Capitão América, Turma da Mônica e Tio Patinhas - em toda a vida antes!

    Tenho de admitir q não foi a escola, a igreja, mto menos a família os que me motivaram a ler. Foi a solidão. Aos 17, me vi morando sozinho e sem tevê, só com um radinho. Mas só ouvir rádio nas horas de folga, ou dormir, já tava meio monótono, então resolvi encarar a Bíblia pq na época eu fazia um trabalho religioso. Li ela em 5 meses. Isso atiçou a minha fome, q até hj não foi satisfeita.
     
  15. imported_?

    imported_? Usuário

    Puxa! Que diferente isso! :D

    Teve uma época em que eu lia bíblia simplesmente porque não tinha livros suficiente em casa. Eu devo ter lido todo o Antigo Testamento (eu gostava por causa das histórias). Adorava Salomão e a Rainha e Os irmãos de José. E morria de pena da mulher que virou estátua de sal...
     
  16. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Eu tb acho bacana as histórias =D
     
  17. imported_Capitu

    imported_Capitu Usuário

    Eu sempre li a coleção vaga-lume também, acho que a maioria das pessoas que gostam de ler começaram com essa coleção.Tão gute!:lendo:
     
  18. duquesa

    duquesa Usuário

    Li vários livros antes,nada que empolgasse muito, mas esse é o "livro" pode
    parecer romance meloso,bobo:nao:(pelo título em português:Angelica e a Duquesa Diábolica),é um romance histórico que se passa no século 17,na França do LuisIV.Lia por horas:lendo:.Já reli e sempre descubro alguma coisa que passou despercebida:sim:.'''
     
  19. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Os primeiros livros de que eu realmente gostei foram os da Coleção Vaga-Lume. Tinha um monte deles na biblioteca do meu colégio que eu levava pra casa direto. Eu me lembro até do primeiro que me chamou a atenção: O escaravelho do diabo. Eu tenho vontade de um dia pegar ele pra ler de novo, mas nunca mais achei (nunca mais voltei no meu colégio...)

    Ah, eu lia muito Turma da Mônica também
     
  20. Diego-

    Diego- Usuário

    O primeiro livro que eu lembro de ter lido e pego gosto pela leitura foi O Cão dos Baskervilles, lembro que eu ganhei ele do meu Vô, fez uma dedicatória e tal, lembro que ele insistiu para eu ir com ele num navio chamado Logos II, que era o 2º maior navio bibliotecário do Mundo que estava de passeio por uns dias em Porto Alegre, se não era isso era um papo muito parecido. Não lembro muito a respeito do navio, mas o livro eu tenho até hoje e não me desfaço por nada. Diga-se de passagem eu lembro dele falando "- Escolhe um livro que eu compro."
    Peguei o O Cão dos Baskervilles só pela capa, que por sinal eu acho legal até hoje.
     

Compartilhar