1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Qual Livro nunca deveria ter sido escrito?

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por R. Daneel Olivaw, 16 Fev 2008.

  1. R. Daneel Olivaw

    R. Daneel Olivaw Visitante

    Qual é aquele livro ruim, tosco, desagradável, escroto, que gerou fãs absurdos etc etc etc e que, portanto, nunca deveria ter sido escrito?

    Voto por "As Brumas de Avalon"
     
  2. lipecosta

    lipecosta Usuário

    Voto por qualquer livro de auto-ajuda como : " 100 maneiras de ser feliz", ou " como conquistar as pessoas" , esses livros são horríveis!!!
     
  3. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Qualquer um do Paulo Coelho.
     
  4. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    eu penso que todos os livros deveriam ser escritos, sejam eles bons ou ruins... senão não teriam parâmetros pra se comparar: "Putz! Que livro massa!!!!"
     
  5. Sim, concordo! Só lendo livros ruims a gente sabe o que é bom...

    Mas pra escolher, eu acho que livros como Mein Kampf não deveriam ter sido escritos, por conta de todas as consequencias apoiadas por esse tipo de literatura.
     
  6. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Pior de livro de auto-ajuda são pessoas que querem colocar ele na prática em vc...!!!!!!! E ficam analisando, e enquadrando tua vida como se aquilo fosse uma regra de felicidade! :blah:
     
  7. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Concordo com você cara, e o pior que tem gente que idolatra o P. C.

    Bom... continuo achando o livro mais escrto do mundo Esau e Jáco...
     
  8. .Penny Lane.

    .Penny Lane. Usuário

    Concordo, Amélie.
    Outro dia chegaram pra mim e falaram que se eu quisesse ficar rica era só ler Pai Rico, Pai Pobre. o_o Pior que as pessoas falam sério, elas realmente acreditam nisso, é só ver a moda de auto-ajuda que já chegou à anos e não foi embora.
    E eu li Quem Mexeu no meu Queijo[dêem um desconto, foi sei lá, na sexta série XDD] e fiquei traumatizada. Muito ruim! Depois disso as únicas coisas que eu li relacionadas à auto-ajuda foram Um Dia Daqueles e cia, porque achei bonitinhas as fotos de animais. :mrpurple:
     
  9. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Realmente, livros de auto-ajuda são o Ó :blah:

    E eu também queria comprar Um dia Daqueles só por causa das imagens :dente:
     
  10. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    hahahahahahahahaha ganhei esse livro de presente de uma dessas pessoas que querem convencer a gente a ter uma vida mais "a(ni)mável"... as fotos são bonitinhas mesmo! Mas só por isso! huhuhuh
     
  11. Oropher

    Oropher Hmm... oi?

    O Segredo.

    Até porque por causa dele foram escritos A Lei da Atração e o Segredo por trás do Segredo. Além de ter criado uma confusão com a física quântica que faz as pessoas me dizerem que "é só ter pensamento positivo que tudo que você quer, consegue, a física explica". Tenho muita vontade de mandar essas pessoas pra Conchinchina*.


    *Substituir mentalmente por termos não permitidos nesse fórum.
     
  12. Ditto. :cheer:
     
  13. Estus

    Estus Usuário

    Acho que todo livro deveria ser escrito, ainda bem que podemos escolher o que queremos ler.
     
  14. moriel

    moriel Banned

    Paulo Coelho E livros de auto ajuda.
     
  15. Hérmia

    Hérmia Usuário

    Livros de Culinária.....existe algum mais chato?????
     
  16. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Todos aqueles que se intitulam "Auto-Ajuda", sabe aqueles que tem aquela psicologia barata? HUahuha é esse mesmo vendem nos catálogos de Avon da vida. E também não podemos esquecer do Paulinho Coelho, o farsante metido a mago! UHhauhauh
     
  17. Jorge Leberg

    Jorge Leberg Palavras valem por mil imagens

    Já li O Alquimista do PC e gostei. Mas não é literatura de "creditável" qualidade. Gostei devido às descrições de cenários que eu não conhecia - e mesmo assim sóbrias demais - e pela linguagem simples. Mas a linguagem simples, sóbria, na literatura de genuína qualidade, vem acompanhada de significados profundos e/ou amplos, ou é bem elaborada. Não é o que ocorre com PC. E a filosofia mágica de araque dele é intragável :blah:. Pura auto-ajuda.

    Nunca li auto-ajuda, e nem pretendo ler. Só de ler alguns trechos de um livro que alguém me mostrou, fiquei com dó das criaturas que crêem piamente no que estão lendo ali, e ainda por cima tomam aquelas regras e fraseologia chinfrim como parâmetros na vida:hihihi:, enriquecendo charlatões. E aqui vai uma ótima frase, cujo autor me esqueci:

    "Literatura não é aquela que conforta o leitor, mas sim o que o desconforta, joga-o à beira do precipício." [mais ou menos assim]

    Porém, em suma, creio que nenhum livro deve ser privado de ser escrito. Primeiro, pela liberdade de expressão. Segundo, porque através deles podemos fazer comparações, estabelecer o que é bom ou ruim - para nós.
     
  18. kholdan

    kholdan Usuário

    Concordo com quem falou em livro de culinária...hehehe
     
  19. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    nhaim!!! tão gostoso livro de culinária!!!! :lendo:
     
  20. Zuleica

    Zuleica Usuário

    :lol: Isso Amélie, alguns são gostosos até quando se olha as figurinhas! Ahahahahah
    Vá pra cozinha sem um deles, só e apenas, se você não saiu dela por uns cinco anos, ou "tenha dinheiro". Ooops, nada de auto-ajuda.

    Nem todos os chamados auto-ajuda merecem essa tarja, não são palavras minhas, são de Moacyr Scliar, alguns são, segundo ele: "Uma ilha de inteligência no oceano da mediocridade".

    Penso que todos devem escrever, bem ou mal, e se as minhas teoria estiverem corretas, uma dia (Deus nos ajuda) isso melhora, e só melhora:
    - com a prática;
    - e gostinho por frases não só de efeito;
    - e interessados em arte e cultura, mais que em dinheiro.

    Portanto, vai ser difícil me convencer a votar na censura de qualquer livro ou escritor.

    Lembro de haver umas brincadeiras no meio "das exatas", devem ser conhecidas por alguns daqui, elas servem para demonstrar o outro lado da moeda, relacionadas com a falta de exatidão, de precisão, do pessoal de letras. As críticas eram: A forma usada para falar não torna algo verdadeiro ou não, importa a carga de leitura e a experiência que teve para fazer a afirmação; e, afirmações são apenas palavras (paroles). Cadê a fundamentação? E a brincadeira era:
    I² - Um ignorante que não sabe que é um ignorante
    SE... - Simplifica Estúpido

    Claro que hoje, quando busco uma harmonia ao alinhar palavras para me expressar, não dou as gargalhadas que dava antes, mas não nego que gostaria de ser compreendida por esse povo tão inteligente.

    Fico impressionada com o fascínio dos livros do estilo auto-ajuda, até por quem diz detesta-los. São livros que exploram um método de escrever, que parece preciso, afinal atinge todas as camadas. Muitos desses autores não dão a mínima bola para cultura, isso pode e deve ser mudado.
     

Compartilhar